O que é ruminação mental?

Quando uma pessoa passa por uma situação ruim, que não consegue digerir direito, seja em casa ou no trabalho, tende a ficar pensando e repensando em como poderia ter sido caso tivesse feito algo diferente, e com isso acaba ficando mal, muitas vezes deprimido ou arrependido.

Ruminação mental é o nome dado a esse processo cansativo e repetitivo de pensar sobre alguma situação incômoda do passado que por algum motivo não agradou.

Ruminação mental e depressão

Hoje já se sabe que a ruminação mental é um dos fatores responsáveis pelo agravamento da depressão. Quem tem tendência a isso está suscetível a novos episódios de depressão.

Quando o indivíduo rumina sobre alguma situação, seu humor tende a se alterar, fazendo com que se sinta mais revoltado e tenso. O melhor remédio para tal é a pessoa retornar o seu foco para o momento presente.

A prática de autorregulação de atenção (mindfulness), por exemplo, dá condições para que a pessoa perceba quando sua mente começa a investir no ciclo da tensão e na medida do possível abre espaço para seguir em frente e despertar para as coisas que são realmente importantes, independentemente do tenha acontecido.

Como abrir mão da ruminação mental?

Estudos mostram que ações como meditação, busca por crenças, mindfulness e outros, reforçam a habilidade de abrir mão da ruminação e seguir em frente, dando valor e trabalhando de forma correta o presente. Mas, na realidade, o indivíduo precisa aprender primeiro a identificar a ruminação, perceber em si mesmo quando ela acontece e abrir mão, principalmente, quando o seu corpo lhe mostra que aquilo não está fazendo bem.

Ou seja, os melhores remédios de fato são o autoconhecimento e o pensamento positivo.