Baixe o E-book
SONHOS EM REALIDADE Grátis

O QUE É COACHING?

O Coaching é uma palavra em inglês que define um processo de desenvolvimento humano, pautado em diversas ciências e técnicas para apoiar pessoas e empresas no alcance de metas, no desenvolvimento acelerado e em sua evolução contínua.

Nessa página você terá uma visão mais aprofundada sobre o que é Coaching, a origem do termo e como funciona. Há diversas teorias sobre a origem do termo coach no contexto do desenvolvimento de pessoas, mas, em algum lugar da história, ele compartilha um ancestral comum com o verbo em inglês "coax", que significa PERSUADIR.

Icones

O profissional de Coaching atua como um APOIADOR externo que desperta o potencial interno de outras pessoas, usando uma combinação de flexibilidade, insight, perseverança, estratégias, ferramentas pautadas em uma metodologia de eficácia comprovada e, então, o coach (profissional) acompanha seu coachee (cliente), demonstrando interesse genuíno (as vezes chamado de carisma) para APOIAR os seus clientes de Coaching a acessar seus recursos internos e externos e, com isso, melhorar seu desempenho.

Além dessa definição, há outras interpretações sobre a função, o comportamento e as características de um coach.

Dependendo das circunstâncias, é possível que o coach precise adotar estilos muito diferentes a fim de atender as necessidades de seus coachees.

BENEFÍCIOS DO COACHING

O coach fornece apoio, encorajamento e ajuda na conquista de habilidades para a vida diária. Fornece diretrizes, feedback e orientação para assegurar um BOM DESEMPENHO.

Estratégia usada para ajudar o coachee a realizar plenamente seu potencial e atingir suas metas.

O coach, primeiro, ajuda a definir as metas e, depois, apoia o coachee para que ele possa alcançá-las, implementando uma ESTRATÉGIA e assistindo-o para que se mantenha dentro dela.

O processo de Coaching ajuda a equilibrar trabalho, vida familiar e obrigações sociais, como o lazer e as práticas espirituais.

O Coaching consiste em um relacionamento entre o coachee e o coach, em que ambos colaboram para atender as necessidades do coachee.

O conteúdo a ser trabalhado é dado por ele, que é, então, guiado e apoiado para efetuar as MUDANÇAS desejáveis em um ou mais setores de sua vida, levando você a uma vida mais gratificante e equilibrada.

PRINCIPAIS SEGMENTAÇÕES DE COACHING

Icones

Coaching de Vida

Processo desenvolvido para a pessoa ter uma melhor qualidade de vida, tanto para o desenvolvimento pessoal como no planejamento de vida. Normalmente é buscado por qualquer pessoa que pretende alcançar determinado objetivo.

Icones

COACHING EXECUTIVO

Destinado a alcançar objetivos corporativos, alta performance de gestores e necessidades de negócios. Costuma ser procurado por empresários, diretores, executivos, entre outros profissionais.

Icones

COACHING DE CARREIRA

O Coaching de carreira atua com profissionais, para que se desenvolvam e possam ser orientados para novas oportunidades.

Icones

LEADER COACH

Treinamento para líderes desenvolvido para que as competências de um coach sejam adquiridas. Entre elas a empatia, perguntas estratégicas, feedback, condução de processos, ser líder servidor e escutar ativamente.

Icones

TEAM COACH

O Coaching de equipes atua no desenvolvimento e maximização da performance do grupo. Para iniciar, é necessário desenvolver uma meta que deve ser alinhada ao cenário, cultura e valores da organização, bem como planejada com o modelo de competências.

Icones

BUSINESS COACHING

Processo de Coaching desenhado para a compreensão sobre gestão do negócio focado em resultados efetivos, se aprofundando nas fases das empresas, perfis comportamentais dos colaboradores, gestores, líderes e sócios. Tudo isso buscando compreender o contexto atual da empresa com o objetivo de colocar a pessoa certa no lugar certo. Em alguns lugares do mundo, o processo de Business Coaching também é conhecido como Coaching Organizacional.

PROCESSO DE COACHING NA PRÁTICA

  • 01

    O Coaching é essencialmente uma conversa, um diálogo que envolve você e eu, em um contexto produtivo e orientado a resultados.

  • 02

    Nessa conversa, que procede com a formulação de perguntas relevantes em momentos críticos, posso encorajar e apoiar o coachee para que enxergue as situações por novos ângulos e seguindo estratégias diferentes.

  • 03

    Coaching está relacionado a manifestar seu melhor desempenho por meio da assistência individual e privada, ministrado por alguém que irá desafiá-lo, estimulá-lo e orientá-lo a continuar crescendo.

  • 04

    O processo de Coaching oferece um contexto seguro do qual os coachees podem identificar o que está funcionando e o que não está, experimentar novos comportamentos e aprender com suas experiências.

O PAPEL DO COACH

O coach apoia as pessoas na identificação de METAS específicas para que as alcancem mais rápida e facilmente.

Fornece ao coachee as ferramentas, as perspectivas e as estruturas necessárias para realizar mais, dentro de um processo de responsabilização. Realinha as crenças e estabelece um ponto sobre o qual o coachee deverá refletir.

Coaching é um processo sistemático, colaborativo, focado em soluções e orientado a resultados no qual o coach facilita a evolução do desempenho, do bem-estar, da aprendizagem dirigida à própria pessoa e do desenvolvimento particular de indivíduos, grupos e organizações que não apresentem problemas mentais clinicamente significativos ou níveis anormais de padecimento psicológicos.

NÚMEROS DO COACHING NO BRASIL E NO MUNDO

87.5%
Das pessoas que passam por um processo de Coaching relatam melhoria significativa em seus relacionamentos pessoais, profissionais e amorosos.

Fonte: Universidade de Stanford - EUA

92%
Das pessoas que se submeteram ao Coaching descrevem o processo como a melhor forma de obter mais foco.

Fonte: Universidade de Princeton - EUA

98.8%
Dos alunos SLAC® consideram o Coaching como o seu principal aprendizado de vida, trazendo diversos impactos positivos para a vida pessoal e profissional.

Fonte: Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Coaching - CPDC

79%
Das empresas americanas investem ou já investiram em Coaching para o desenvolvimento dos seus colaboradores.

Fonte: Universidade de Columbia - EUA

68%
Das empresas que declararam falência nos Estados Unidos nos últimos 10 anos nunca fizeram uso do processo de Coaching.

Fonte: Massachusetts Institute of Technology - MIT

83%
Dos líderes que passaram pelo processo de Coaching relatam a importância da metodologia, trazendo maiores resultados da sua gestão.

Fonte: BBC

94%
Dos profissionais que possuem formação em Coaching no seu currículo, se recolocam no mercado de trabalho em menos de 30 dias.

Fonte: The Washington Post

35%
Profissionais que têm em seu currículo a formação em Coaching recebem 35% a mais do que outros profissionais.

Fonte: Datafolha

Por que o trabalho de Coaching é importante?

O processo de Coaching passou por uma popularização intensa a partir dos anos de 1990. Atualmente, depois da consolidação do mercado, ele é percebido como um dos principais processos de desenvolvimento humano. Tem seu funcionamento centrado em três fundamentais características, e é visto como uma profissão com crescente relevância no presente e para o futuro:

Empatia:
coach (profissional) e coachee (cliente) tornam-se uma equipe com foco em objetivos, metas e necessidades do coachee com o objetivo de realizar muito mais do que este conseguiria fazer sozinho.

Estrutura:
com um coach, o coachee passa a ter mais ação, pensar grande e começa a trabalhar com foco na solução. Tudo isso graças ao acompanhamento periódico do coach, que proporciona maior aproveitamento de tempo em um processo evolutivo.

Atuação:
o coach (profissional) sabe como orientar seus coachees (clientes) a fazer mais, tomar melhores decisões, definir melhor seu foco e reestruturar sua vida profissional e pessoal visando à máxima produtividade.

Quem procura um processo de Coaching?

Empresários, gestores, líderes, executivos e profissionais em geral. São profissionais que têm pessoas sob sua liderança que precisam ser orientadas e estimuladas para melhorar sua performance profissional. Além de auxiliar seus liderados, esses profissionais utilizam o Coaching para seu próprio crescimento no trabalho.

Outras pessoas que também buscam um processo estruturado para alcançar metas e objetivos são aquelas que estão em transição de carreira ou em busca de um plano B para a sua vida, seja no âmbito pessoal ou profissional.

Qualquer pessoa que pretende maximizar seus resultados em qualquer área e que precisa organizar e recrutar esforços, bem como identificar carências e pontos cegos.

FUNDAMENTOS DO COACHING

Os principais fundamentos do Coaching foram idealizados e elaborados para permitir um melhor entendimento sobre as práticas e os tratamentos utilizados na profissão. Eles foram organizados em quatro grupos, conforme as particularidades existentes entre eles. No entanto, cada agrupamento e suas competências individuais não possuem peso, assim como não representam qualquer tipo de prioridade. Somente são fundamentais ou considerados muito importantes para o desempenho profissional competente de qualquer profissional de Coaching.

1. Determinando os fundamentos
Em Coaching, o cumprimento de diretrizes éticas e padrões profissionais é algo essencial. Diante disso, também, torna-se importante tanto a compreensão de valores éticos e de parâmetros em Coaching quanto a sua capacidade de aplicação de forma apropriada em todas as situações que envolvam o coach e o cliente.

O coach deve compreender os padrões de conduta determinados pela SLAC® Coaching e apresentá-los em seus comportamentos no cotidiano da profissão. Para saber quais são eles, é necessário verificar, nesta apostila, o capítulo Código de Ética. O profissional também deve saber comunicar, de forma clara, as diferenças entre o trabalho do Coaching e outras profissões consideradas de apoio, como psicoterapia, consultoria, entre outras. O coach deve, ainda, orientar seus clientes sobre a necessidade de buscar outros profissionais de apoio, para tanto, percebendo quando isso é necessário e quais são os recursos disponíveis.

O profissional deve entender o cliente e argumentar de forma eficiente com ele os rumos e os padrões específicos do relacionamento de Coaching. Entre tais pontos estão a programação, o preço, a inclusão de outras pessoas, etc. É preciso que ambos cheguem a um acordo sobre o que é e o que não é apropriado neste relacionamento, assim como o que está e o que não está sendo oferecido, além das responsabilidades do coach e do cliente. O profissional deve determinar se existe uma correspondência entre o seu método de Coaching e as necessidades do cliente em potencial.
2. A criação de um relacionamento
O profissional de Coaching necessita estabelecer uma relação de intimidade e confiança com o cliente. Isso se traduz na habilidade do coach em criar uma atmosfera segura, que inspire apoio, respeito e confiança mútuos e de uma forma contínua.

Também, deve demonstrar uma autêntica preocupação pelo futuro e bem-estar do cliente, bem como mostrar, de forma contínua, características como ser sincero, íntegro e honesto. O coach precisa, ainda, estipular acordos claros e manter promessas, do mesmo modo que deve manifestar respeito pelo estilo de aprendizagem, pelos pensamentos e pelo jeito de ser do cliente.

Outra tarefa da profissão é a de fornecer suporte contínuo e encorajar o cliente a desenvolver novas ações e novos comportamentos, englobando os que impliquem riscos e medo do fracasso. O coach também deve pedir permissão ao cliente para trabalhar aspectos novos ou sensíveis no Coaching.

O coach precisa estar presente. Isso significa que o profissional deve demonstrar ter consciência integral, assim como estabelecer uma relação sincera e natural com o cliente. Deve adotar um estilo que inspire confiança, flexibilidade e abertura.

Durante todo o processo de Coaching, o profissional precisa se mostrar flexível, em conformidade com cada momento, e aplicado. Também, deve utilizar seus recursos intuitivos e depositar confiança no conhecimento interior de seu cliente. É importante que as coisas ocorram de forma natural nessa relação, sendo que é essencial que o coach esteja aberto para lidar com riscos ou até com o desconhecido.

Observar diversas formas de trabalhar com o cliente também é algo relevante na profissão. Diante desse desafio, o coach tem de ser capaz de escolher a cada instante aquilo que se mostrar mais eficiente. O humor, quando utilizado de modo produtivo, gera energia, mas também leveza, sendo uma excelente ferramenta.

Além disso, o profissional necessita ter confiança para alterar um ponto de vista e apostar em diferentes cenários para sua atuação. O coach deve, ainda, demonstrar ter autocontrole e ser seguro para lidar com emoções fortes. Nesse sentido, é importante não se deixar dominar ou envolver com os sentimentos do cliente.
3. Uma comunicação efetiva
Um coach deve sempre praticar a chamada escuta ativa. Trata-se da capacidade de manter o foco integral naquilo que o cliente está afirmando, mas, também, nas coisas que ele não está dizendo. Além disso, o profissional deve compreender o significado do que seu cliente lhe diz, considerando as circunstâncias que ele está buscando. É necessário, ainda, que o cliente receba apoio contínuo para se expressar durante todo o trabalho de Coaching.

Um ponto fundamental é que o profissional se mostre disponível e esteja presente para o cliente e para a agenda dele. O coach deve sempre ouvir as metas, os valores, as crenças e as preocupações de seu cliente, tanto do que é possível quanto do que não é possível. Também precisa distinguir as palavras, a linguagem corporal e o tom de voz. Outro aspecto importante é a tarefa de resumir, parafrasear e repetir aquilo que o cliente afirma como forma de garantir o entendimento e a clareza.

Ainda, como forma de se conseguir uma comunicação efetiva, o coach deve aceitar, incentivar e reforçar a expressão de emoções, percepções, preocupações e crenças vindas do cliente. Também é válido que ele busque uma integração e construção a partir de sugestões e ideias do cliente. O profissional deve procurar compreender a essência da comunicação do cliente e apoiá-lo para chegar diretamente ao ponto, em vez de se envolver em histórias longas e descritivas. É igualmente importante que o coach permita que o cliente se expresse sem que haja julgamentos.

O chamado questionamento instigante é outro aspecto a ser perseguido pelo coach. Trata-se da capacidade de elaborar perguntas que indiquem todas as informações necessárias para o máximo benefício no relacionamento do processo de Coaching e para o cliente. Para isso, o profissional deve buscar questões que demonstrem uma escuta e um entendimento ativos do ponto de vista do cliente.

O coach também precisa fazer perguntas desafiadoras, que sejam um convite para a descoberta, inspiração ou ação. É necessário que sejam feitos questionamentos abertos, capazes de gerar possibilidades ou aprendizados novos. Por fim, o profissional pode utilizar questões que façam com que o cliente se movimente em direção ao que almeja. E evitar perguntas que apenas façam com que o cliente fique se justificando, de modo inseguro.

Uma comunicação direta também deve ser buscada. O coach precisa se expressar com eficiência durante o processo. Para isso, é fundamental utilizar uma linguagem que estabeleça o impacto positivo máximo em seu cliente. Falar com clareza, de forma direta e articulada, nos momentos de dar um retorno (feedback), ajuda muito. Ao se comunicar, o profissional tem de apoiar o cliente a compreender, a partir de outros ângulos, o que ele deseja ou aquilo que possa estar em dúvida.

No Coaching, é necessário que sejam afirmados de forma clara quais são os objetivos, o cronograma de encontros, as técnicas, os exercícios e o propósito do processo. É vital, ainda, que o coach utilize sempre uma linguagem apropriada e respeitosa com o cliente. Portanto, são inadmissíveis, por exemplo, falas machistas, racistas ou até mesmo o uso de jargões e a ausência de técnica. Por sua vez, o uso de metáforas ou analogias para ajudar a ilustrar um ponto ou criar imagens verbais é recurso válido.
4. Facilitar o aprendizado e os resultados
No processo de Coaching, criar conscientização é algo valioso. Para isso, deve-se buscar a integração e a avaliação, de modo preciso, de fontes de informação variadas. Também é necessário procurar interpretações que apoiem a conscientização do cliente, para que, assim, ele consiga alcançar os resultados estabelecidos. O coach precisa ir além do que lhe é dito ao fazer a avaliação das preocupações do cliente. Ele não deve se deixar levar pela simples descrição feita pelo cliente.

Para se aprofundar, o profissional terá de investigar a fim de obter uma compreensão maior, assim como mais clareza e conscientização. Em paralelo, o coach tem de identificar para o cliente as preocupações ocultas, os modos típicos e imutáveis de perceber a si mesmo e o mundo. Será necessário, para isso, verificar as diferenças entre fatos e suas interpretações, assim como diferenças entre pensamentos, atitudes e emoções.

Uma tarefa relevante consiste em apoiar o cliente a descobrir novos pensamentos, novas percepções e novos sentimentos que fortaleçam as capacidades de realizar ações e atingir o que, para ele, é importante. O coach também precisa comunicar visões mais amplas ao cliente e incentivar o compromisso de mudar suas perspectivas, assim como buscar novas opções para ação.

É importante que o profissional auxilie o cliente a observar os diferentes pontos inter-relacionados que causem impacto nele e em seus comportamentos, como, por exemplo, pensamentos ou sentimentos. Também é preciso apresentar insights para os clientes de forma que se mostrem úteis e significativos.

O profissional tem, também, de identificar pontos fortes e áreas para aprendizado e crescimento, ou seja, aquilo que é mais importante para tratar durante o Coaching. Outro ponto é pedir para que o cliente estabeleça uma distinção entre temas triviais e significativos ou comportamentos recorrentes e situacionais, quando for verificada uma separação entre o que está sendo feito e o que está sendo dito.

Também é necessário que sejam desenvolvidas ações. Trata-se da capacidade de criar, em parceria com o cliente, momentos para a aprendizagem contínua durante o Coaching. Isso deve ainda se estender a situações de vida e de trabalho. Essa tarefa consiste em praticar novas ações que levem aos resultados estipulados no Coaching de uma forma eficaz.

Outra das missões do coach é buscar ideias e auxiliar o cliente a definir atitudes que permitam que ele pratique e aprofunde-se em novos aprendizados. Ele também deve ajudar o cliente na tarefa de manter o foco e analisar oportunidades e preocupações que sejam relevantes aos objetivos estabelecidos no Coaching. O profissional precisa inclusive envolver o cliente de forma que ele explore ideias e soluções alternativas a fim de avaliar opções e tomar decisões relacionadas.

O coach tem de promover experiências e autodescoberta no cliente quando ele aplicar o que foi discutido e aprendido nas sessões em seu trabalho ou em sua vida. Comemorar os sucessos do cliente, assim como a capacidade de crescimento futuro, também, está entre as responsabilidades do profissional de Coaching. É preciso desafiar as suposições e os pontos de vista do cliente para provocar novas ideias e encontrar outras possibilidades para ação.

Outra função do coach é defender ou levar adiante pontos de vista que sejam coerentes com as metas do cliente e envolvê-lo de modo a considerá-los. Colaborar para que ocorram iniciativas por parte do cliente durante a sessão de Coaching e fornecer apoio imediato são igualmente incumbências da profissão. Deve-se ainda encorajar esforços e desafios, mas também um ritmo de aprendizado que se mostre confortável.

O planejamento e a definição de metas são pontos do trabalho do coach. É a capacidade de elaborar e manter um planejamento de Coaching que seja eficaz com o cliente. É necessário consolidar os dados coletados, determinar um plano de Coaching e desenvolver objetivos com o cliente que abordem preocupações e áreas para aprendizagem e desenvolvimento.

O profissional também tem de criar um plano com resultados que sejam alcançáveis, mensuráveis e com prazos de cumprimento. É fundamental que sejam feitos ajustes nos planos, de acordo com o que for permitido pelo processo de Coaching e pelas mudanças na situação. Também é uma função do coach apoiar o cliente a identificar e ter acesso a diferentes recursos de aprendizado, como, por exemplo, livros ou outros profissionais. Deve-se, ainda, identificar e estabelecer como um alvo as primeiras metas que sejam mais importantes para o cliente.

A gestão dos progressos e a responsabilização integram o trabalho do coach. Trata-se da capacidade de manter o foco naquilo que é relevante para o cliente e de deixar com ele a responsabilidade de realizar a ação. Para isso, o profissional terá de requisitar claramente do cliente atividades que o movam no sentido dos objetivos estabelecidos. Também, deve-se demonstrar acompanhamento por meio de perguntas feitas ao cliente sobre as ações com as quais ele se comprometeu durante as sessões anteriores.

É incumbência do coach reconhecer o cliente pelo que ele realizou, não concretizou, aprendeu ou conscientizou-se desde as sessões anteriores de Coaching. Ele também é responsável por preparar, organizar e reavaliar, de forma eficiente, com o cliente, as informações obtidas durante as sessões. O profissional deve ainda manter a continuidade entre as sessões com o cliente, com foco no plano e nos resultados do Coaching, nas rotas de ação estabelecidas e nos pontos para as próximas sessões.

O coach tem de manter o foco no plano de Coaching, mas também precisa ser flexível e estar aberto a comportamentos e ações de ajuste com base no processo de Coaching e mudanças de direção durante as sessões. Deve ser capaz de se mover no sentido do objetivo que o cliente busca e definir um contexto para o que está sendo discutido e para onde o cliente deseja chegar.

Promover a autodisciplina do cliente é mais uma atividade do coach, que também deve mantê-lo responsabilizado pelo que ele afirma que fará, pelos resultados de uma ação que ele pretende realizar ou por um plano específico com prazos relacionados. O profissional tem, ainda, de desenvolver a capacidade do cliente para tomada de decisões a fim de tratar preocupações relevantes e para desenvolver a si mesmo. É preciso, também, confrontar, de forma positiva, o cliente com o fato de que ele não realizou as ações estabelecidas.
5. O que é Coaching de performance?
O Coaching por se tratar de um processo de autodesenvolvimento e autoconhecimento pode ser aplicado em todas as áreas da vida das pessoas, sejam elas de cunho pessoal ou profissional. Além disso, também é utilizado para melhorar a qualidade de vida e relacionamentos.

O processo de Coaching desenvolve no indivíduo os comportamentos necessários para que ele atinja seus sonhos e objetivos da vida. Imagine que você tem como propósito potencializar seu desempenho no trabalho e, para que isso seja possível, sabe que precisa se desenvolver internamente, adotando comportamentos que atualmente você não tem e que te levem para um patamar maior na sua vida.

E é neste exato ponto que o Coaching de performance entra! O Coaching de performance, mais conhecido como Coaching de Carreira, trabalha nas pessoas o autodesenvolvimento e o autoconhecimento. O coach, em uma relação de parceria, irá te apoiar a identificar os comportamentos necessários para você ser capaz de atuar em alta performance, conquistando todos os objetivos traçados.

Mas o processo de Coaching exige alguns quesitos-chave para trazer os resultados esperados pelas pessoas e, são eles: foco, comprometimento, disciplina e desejo de sair da zona de conforto e do estado atual para chegar ao estado desejado!

Resultados concretos dependem das ações que as pessoas tomam para conquistarem seus objetivos. O Coaching de performance traz a pessoa para o caminho do desenvolvimento e sucesso, independente do que sucesso signifique para ela.

As habilidades que você aprende podem ser aplicadas para o seu crescimento pessoal e empresarial. Não obstante, o Coaching de performance traz uma série de benefícios, como, por exemplo:

- Olhar empreendedor para abrir novos negócios
- Foco na solução de problemas
- Planejamento de ações de forma mais eficaz
- Conscientização do que precisa ser feito
- Motivação para traçar caminhos maiores

O profissional que opta por passar pelo processo de Coaching para conquistar alta performance passa a ter acesso aos vários métodos de Coaching para que construa uma vida promissora!

Não obstante, potencializa suas competências e habilidades como liderança, gestão e comunicação.

O Coaching de performance apoia uma gestão mais efetiva e com rápido desempenho, o que promove o desenvolvimento individual, gerando resultados mais assertivos para o aumento de produtividade, motivação, senso de urgência e muito mais!

6. O que é uma sessão de Coaching?
As pessoas passam por diversas situações no decorrer da vida, o que acaba lhes causando certo incômodo e a sensação de que algo precisa mudar. Partindo dessa percepção de que algo precisa ser feito, elas procuram por profissionais capacitados que possam lhes apoiar.

Os profissionais de Coaching, também conhecidos como coaches, desenvolvem com seus clientes (os coachees) uma relação de parceria, no qual o ponto central é a realização da meta desses clientes.

O processo de Coaching é uma porta de entrada para fazer com que o coachee saia de sua zona de conforto, promova o seu autoconhecimento e dê opções para que a sua meta seja realizada.

Cada sessão de Coaching é extremamente importante, pois o coach, através de perguntas e ferramentas específicas e cientificamente comprovadas, faz com que o cliente acesse seu potencial interno, compreenda o que precisa fazer para alcançar sua meta e adote um plano de ação que precisa ser realizado até a próxima sessão.

As sessões de Coaching são feitas geralmente em encontros semanais que duram entre 1 a 2 horas. A quantidade de sessões a serem realizadas dependerá de cada cliente.

Tudo o que é trazido durante a sessão é confidencial, seguindo o Código de Ética do profissional de Coaching.

Durante o processo de Coaching, a pessoa passa a identificar toda sua potencialidade, o que precisa desenvolver, como as suas crenças prejudicam a realização das suas metas e como tornar essas crenças em fortalecedoras.

Com as sessões de Coaching, o indivíduo começa a ver sua vida como uma constante transformação, onde tudo o que deseja pode ser realizado a partir de mudanças significativas em sua vida, seus comportamentos e sua forma de lidar com as situações do dia a dia.

Muitas pessoas confundem uma sessão de Coaching com uma sessão com um psicólogo, porém as duas têm diferenças. O Coaching tem sempre o foco no presente (o que você pode fazer hoje) e no futuro (o que você vai fazer amanhã), desenvolvendo no indivíduo comportamentos que o faça realizar sua meta, seja ela de cunho pessoal,de carreira ou profissional. O coach se torna um parceiro do seu cliente, não dando parecer ou qualquer outro tipo de diagnóstico. Cabe ao profissional entender se o seu coachee está pronto para continuar em uma sessão de Coaching ou se ele precisa procurar outro profissional, como um psicólogo, para que suas questões do passado sejam resolvidas.

DESCUBRA COMO TRANSFORMAR SONHOS EM REALIDADE UTILIZANDO A METODOLOGIA COACHING NA SUA VIDA!

- E-book gratuito -

Horário

De Seg. a Sex.
9:00 - 18:00

Telefone

0800 885 5604

A lógica pode levar de um ponto A a um ponto B. A imaginação pode levar a qualquer lugar

WhatsApp