Sou coach e agora?

Essa é uma pergunta feita pela maioria dos coaches que completam sua formação em coaching. O profissional deve entrar em ação colocando suas ideias em prática, tornando-se o agente de seu sucesso e exemplo para muitos que ainda estão por vir.

A carreira é gratificante em vários aspectos, principalmente no que tange as vantagens ligadas ao desenvolvimento pessoal. Ao ser responsável pelos resultados, distinções e em apoiar outras pessoas, o coach adquire um extenso aprendizado, construindo amizades e relações que podem durar por toda uma vida.

O lado financeiro também é atraente, os coaches ganham entre R$ 25 mil a R$ 200 mil por ano. Quanto mais for treinado e experiente, melhor será o seu faturamento.

Contudo, a gratificação humana supera o aspecto financeiro porque um coach se torna mestre na vida. Se esse profissional praticar e viver os conceitos da metodologia vai conseguir uma prática apurada durante suas sessões de coaching, cuidando de sua própria vida com maior assertividade e conformidade.

O trabalho do coach em empresas

Alguns coaches atuam somente com pessoas, outros usam seus conhecimentos dentro das empresas também para aprimoramento de processos. A profissão é cheia de oportunidades, muitas das quais ainda não reveladas. A maioria dos coaches tem um forte desejo de capacitar as pessoas e contribuir com o desenvolvimento individual delas.

O profissional dessa área também é bastante admirado porque o trabalho de aplicar o coaching em outra pessoa age diretamente na qualidade de vida delas. As habilidades adquiridas, o crescimento que experimenta e o grupo grande de pessoas que encontra, composto de colegas, clientes e amigos, é um cenário ideal para o coach se beneficiar de oportunidades de negócios, empreender e crescer.