Retenção de talentos: como fazer?

Retenção de talentos é o nome dado à ação de manter os bons funcionários nas organizações, evitando que os mesmos saiam por inúmeros motivos e acabem indo trabalhar em empresas concorrentes.

Gestores de grandes organizações sabem que as pessoas são peças fundamentais para o desenvolvimento positivo da empresa. Porém, conquistar o comprometimento de colaboradores e equipes é uma tarefa árdua e bastante complicada, pois repassar os valores, objetivos e a cultura da empresa são atividades que consomem tempo e recursos no treinamento de seus funcionários, mas acabam perdendo-os para outras organizações.

Quando se usa o termo retenção de talentos fala-se também de valorização, reconhecimento, alcance de objetivos e de estratégia de sucesso. O talento em entender o comportamento humano é fundamental no processo de desenvolvimento organizacional, mesmo que a empresa dissemine boas práticas através de políticas que facilitem o processo de produtividade ou de otimização, o bom líder de equipe, tem sempre que usar inúmeras habilidades para conseguir alavancar seus processos e assim manter seus funcionários trabalhando de forma coesa e eficiente.

Compreenda o talento dos seus colaboradores

É necessário compreender que lidar com pessoas não é administrar apenas o quantitativo nem o quanto se espera que a sua organização seja eficiente em números.

Grande parte das organizações que se colocam em posições de fracasso são aquelas que entendem que o competitivo trata-se do alcance de metas e lucros e que criam imposições e regras um tanto quanto incongruentes, desanimando e por fim perdendo talentos humanos.

Ainda existem muitos gestores que não perceberam que oportunidades de crescimento, reconhecimento e recompensa, promoções, planos de remuneração diferenciados e autonomia para exposição de novas ideias representam em alta escala o ideal fluxograma de equilíbrio para as perspectivas da organização e de seus colaboradores.