Escrito por Sulivan França - 06 de Dezembro de 2019

Em nossos acelerados e complexos dias atuais, todos parecem de algum modo querer conquistar resultados positivos em todas as áreas da vida. São desejos de sucesso no trabalho, satisfação na vida pessoal, relacionamentos prazerosos e uma boa dose de qualidade de vida. No entanto, pare para pensar, será que algo assim é realmente possível? Faça uma avaliação pessoal e perceba com sinceridade qual é o seu nível de satisfação com sua carreira ou em casa, nas suas relações e na forma como conduz sua saúde. 

E mais. Será que você está conseguindo atingir seus objetivos sem sacrificar outros setores da vida? Para ficar em um exemplo simples, mas de uma área importante: como anda seu equilíbrio emocional? No que se refere a esse assunto, saiba que existe um importante instrumento que pode auxiliá-lo na tarefa de analisar como você está se saindo em cada campo.

O nome dele? Roda da Vida. Já ouviu falar?

Trata-se de uma ferramenta bastante adequada para uso durante um processo de Coaching, por exemplo. Ao utilizá-la, com certeza você terá de forma rápida e eficaz uma visão geral e panorâmica dos pontos em que você está contente consigo mesmo e naquilo que ainda precisa melhorar. Vamos refletir sobre isso neste artigo.

Tá, mas o que é essa tal Roda da Vida, afinal? Pense em um meio simples, mas poderoso, de visualizar todas as áreas importantes da sua vida de uma só vez. Assim é a Roda da Vida, algo com frequência usado por coaches de vida e de carreira para dar a seus clientes uma visão ampla e integral de suas vidas.

Ao observar uma representação visual de todas as áreas da sua vida de uma só vez, esse instrumento auxilia a entender melhor quais áreas da vida de alguém estão florescendo e quais precisam de mais trabalho.


Coaching e a Roda da Vida

Quando estamos com uma rotina muito ocupada, ou temos toda a nossa energia direcionada para um projeto em especial, fica muito fácil se desequilibrar, ou seja, sem prestar suficiente atenção para algumas áreas importantes da vida. Embora todos precisamos de força e foco para fazer as coisas, ao levar isso ao extremo podemos acabar diante de grande frustração e intenso estresse. 

Pior, um cenário como esse é perfeito para o surgimento de doenças, sejam físicas, psicológicas ou ambas. Diante de um desafio desses é preciso ter uma visão "do alto" de nossa vida, a fim de que possamos trazer as coisas de volta ao equilíbrio. É exatamente nesse ponto que a Roda da Vida se mostra um excelente dispositivo. 

Estamos falando de algo muito utilizado por coaches, por ser capaz de apoiar o cliente ao possibilitar que ele considere cada área de sua vida e, assim, avalie o que está desequilibrado. Dessa forma, ajuda a identificar os setores que precisam de mais atenção. Esse auxílio é relevante por fornecer uma representação visual nítida da forma como a vida do indivíduo é atualmente, em comparação com a maneira como ele gostaria que fosse.

Recebe o nome de Roda da Vida porque cada área da vida é mapeada em um círculo, como os raios de uma roda. Na verdade, a ideia da Roda da Vida tem milhares de anos. É usada em ensinamentos budistas e originalmente representa as áreas do universo. 

Na década de 1960, o empreendedor e escritor norte-americano Paul J. Meyer (1928-2009), fundador do Instituto Success Motivation, escola voltada para o desenvolvimento pessoal, criou uma ferramenta usando o conceito da roda. Nesta versão, a Roda é uma representação visual de todas as áreas da vida em que a pessoa precisa definir metas, dispostas em raios. 


Perguntas que a Roda da Vida ajuda a responder

Muitas vezes, as pessoas não sabem nem mesmo por onde começar a tarefa de analisar os setores em que precisam melhorar em suas vidas. Algo vital para nosso desenvolvimento pessoal e para atingir nossos objetivos. Além disso, sem uma visão panorâmica fica impossível pensar em ações para aprimorar cada área. 

Diante disso, a Roda da Vida é uma excelente ferramenta para formular as perguntas que você precisa responder na hora de montar as estratégias necessárias para mudar o que o incomoda. Com ela, cada ponto recebe atenção especial. O diagrama da Roda pode ter diversas subdivisões, mas a mais recorrente a divide em quatro áreas e 12 subsetores. São elas:


Qualidade de Vida

Descubra o seu nível de satisfação quando o assunto é a sua criatividade, hobbies e diversão, sua plenitude e felicidade e também sua espiritualidade.


Pessoal

Você tem dado a atenção merecida na sua vida pessoal? Descubra seu nível de satisfação na sua saúde e disposição, no seu desenvolvimento intelectual e no seu equilíbrio emocional.


Relacionamentos

Entenda seu grau de satisfação nos seus relacionamentos sociais, amorosos e familiares. Esse será um passo muito importante para você compreender o que precisa ser mudado.


Profissional

Sua vida profissional está do jeito que você imaginou? Descubra o seu nível de satisfação em sua contribuição social, seus recursos financeiros e a sua realização e propósito.


Ao avaliar cada um desses pontos, por meio da Roda da Vida, tem-se a chance de ter uma visão ampla do quanto você está satisfeito ou não com cada área. Um panorama geral de como você tem levado a sua vida. Mesmo com a correria do dia a dia em que focamos nossa energia em algo que, por muitas vezes, não nos leva ao caminho esperado, precisamos analisar se as nossas ações realmente condizem com aquilo que acreditamos, queremos e buscamos.

Ao utilizar a Roda da Vida, é possível descobrir o nível de contentamento nas principais áreas da vida e ver como podemos atingir um grau maior de satisfação. Pode ser o primeiro passo para uma jornada rumo à vida extraordinária que desejamos e merecemos. Trata-se de uma eficaz forma de ver integralmente nossa vida, permitindo rever rotas e reconsiderar estratégias. Algo que é essencial para qualquer planejamento que deseja ser bem-sucedido.


Como usar a Roda da Vida para definir metas?

O primeiro passo é começar a pensar nos objetivos que você deseja alcançar em cada categoria da Roda da Vida. Lembre-se de que, para que as metas funcionem, elas devem ser:


Por escrito

As pessoas que anotam seus objetivos regularmente têm substancialmente mais êxito do que as que não o fazem. Portanto, coloque no papel ou digite no computador aquilo que você precisar fazer.


Específico e mensurável

Para que as metas funcionem, é preciso se concentrar exatamente no que você deseja realizar. Dizer que quer perder peso não é suficiente, pois é muito abstrato. Em vez disso, diga: "Gostaria de perder dez quilos". É específico e inclui uma quantidade exata (mensurável).


Em um limite de tempo

Depois de definir sua meta, você precisa de um prazo. É a melhor maneira de evitar a procrastinação. E então, quebre esse objetivo até as atividades diárias. Por exemplo, se você gostaria de perder 10 quilos até 1º de dezembro, quantas vezes precisa se exercitar por semana? Qual será a sua ingestão calórica todos os dias? Ao preparar sua estratégia, em breve ficará claro se seus objetivos são alcançáveis.


Deve ser sua

Nada faz com que você falhe em um objetivo mais rapidamente do que fazer com os de outra pessoa. Se você quer perder 10 quilos, ótimo! Mas se, na verdade, é alguém que o está pressionando a fazer isso, você provavelmente está a um passo de abusar do churrasco ou daquela sobremesa que colocará tudo a perder.


Conclusão

Neste artigo, abordamos o que é e como funciona a Roda da Vida. Você conheceu uma ferramenta simples e muito útil para entender o seu atual grau de contentamento em cada uma das áreas da vida. Ela ajuda a compreender o caminho até a sua satisfação plena, tanto no âmbito pessoal quanto profissional. Nessa jornada, lembre que o Coaching é a metodologia ideal para o desenvolvimento das habilidades necessárias, um processo que leva a resultados extraordinários.

E-book Comportamento

E-BOOK GRATUITO

Descubra como transformar sonhos em realidade utilizando a metodologia coaching na sua vida!