As grandes empresas investem muito na tentativa de aumentar o engajamento que seus funcionários possuem no trabalho.

Isso porque existem sinais de que em corporações onde as pessoas estão mais engajadas possuem melhores índices de produtividade e satisfação dos clientes.


Confira abaixo uma reportagem apresentada no Programa Foco & Gestão que fala sobre a conciliação entre trabalho e família.



Conheça os Cursos de Coaching da SLAC® Coaching e saiba como essa metodologia pode te apoiar no desenvolvimento de carreira.

Dados comportamentais e de satisfação pessoal

Algumas utilizam apenas dados comportamentais como uma medida geral de engajamento. Isso não oferece as respostas completas, pois muitas vezes são analisados alguns fatores.
Transforme sonhos em realidade

Por exemplo, a empresa observa o comportamento de determinado funcionário na parte de vendas, mas deixa de lado o seu comportamento nos relacionamentos interpessoais, o que pode ser um fator determinante em como ele afeta os demais a sua volta.

Outras empresas utilizam apenas dados de satisfação pessoal, tentando entender como estão seus funcionários através da avaliação de questionários, mais uma vez acabando por deixar de lado dados importantes nessa análise.

As empresas devem rever os pilares básicos de engajamento para seus funcionários através de seus líderes, pois esses servirão de exemplos a serem seguidos.

O papel do líder

Como líder, este deve estar aberto à conversação, ser receptivo e empático, sempre que possível, entrando em rapport com a equipe, respeitando suas individualidades, pois de nada vai adiantar ter uma equipe de estrelas, se o líder não os enxergar como tal.

Continuando com essa ideia, o líder deve trabalhar os pontos fracos de sua equipe, no intuito de melhorá-la, além de trabalhar os pontos fortes, fornecendo as ferramentas necessárias para o desenvolvimento de seus seguidores, sempre dando feedbacks individuais e coletivos.

E por fim, mas não menos importante, o líder deve identificar os talentos, sempre que possível, colocar as pessoas certas nos lugares certos, ou seja, envolver as pessoas em atividades ou funções em que possam utilizar seu real potencial e talento, direta o indiretamente.

Esse item por si só, pode gerar o engajamento necessário, sempre que a origem do desengajamento for total incompatibilidade entre suas habilidades e a atividade exercida.