Por que procrastinamos tanto?

Procrastinar é uma palavra muito usada no ambiente corporativo e contempla a irresistível vontade de adiar as tarefas até o último momento.

O hábito de procrastinar

Há quem diga que isso é parte da cultura nacional responsável por encher mercados e shoppings à beira do Natal, lotar bancos no último dia do mês e outras caricaturas bem próprias de quem deixa tudo para a última hora.

Em tempos de crise, como essa que vivemos, as emoções exacerbadas, a insegurança e o estresse acabam incentivando ainda mais esse comportamento porque isso tudo faz com que as pessoas evitam ao máximo tomar decisões e resolver problemas porque essas ações nos desgastam mentalmente por recrutar paciência e raciocínio.

Vilões da procrastinação de tarefas

A Triad Productivity Solutions soltou uma pesquisa mostrando que 97,4% dos entrevistados já procrastinaram tarefas em algum momento da vida. Os motivos desse adiamento ao limite são variados, mas há um vilão principal, a internet. Cerca de 62% das pessoas tem como principais motivos de distração e-mails, redes sociais e blogs, que competem ferozmente com as demandas em atraso.

A tecnologia trouxe muitas opções para agravar a já inata procrastinação. Mas as distrações tecnológicas não seriam tão irresistíveis se o trabalho fosse prazeroso. A insatisfação no emprego agrava essa procrastinação e pode sinalizar uma estafa definitiva do profissional naquela profissão ou naquele local de trabalho.

Uma das saídas que muitos profissionais acabam adotando para combater esse hábito é iniciar um trabalho de Life Coaching, que auxilia no planejamento de metas pessoais e profissionais mais reais e pode combater esse ciclo de frustrações que acaba levando à procrastinação.

Você tem dificuldades para acabar com esse hábito de procrastinar?
Deixe seu comentário e teremos prazer em ajudar.