Como desenvolver a empatia?

A empatia é gerada em várias circunstâncias, como quando elogiamos uma pessoa por algum motivo verdadeiro e ela se orgulha. Também surge quando fazemos gentilezas para além da obrigação, por amizade ou consideração, ou compartilhamos interesses comuns, tanto de natureza social quanto profissional.

A prática da empatia é importante para a convivência saudável e harmoniosa entre as pessoas, sendo considerada a verdadeira inteligência emocional em uso, essencial para o sucesso nos relacionamentos.

Outras atitudes podem ser tomadas pelas pessoas para estimular a empatia de si próprias e de sua equipe. Ao ouvirmos e observarmos pessoas de diferentes perfis comportamentais ao nosso redor, aperfeiçoamos o nosso dom natural de criar afinidades. Por isso, o ideal é interagir sem pré-julgamentos com os colegas, estimulando diálogos que mostrem um real interesse em percebê-los nas suas capacidades e limitações. As qualidades devem ser enfatizadas.

Empatia, respeito e autocontrole

O respeito é fundamental. Quem tem empatia não precisa ser fã de ninguém, mas deve respeitar o próximo, assim como gosta de ser respeitado. Isso nos aproxima das outras pessoas e aumenta a possibilidade de gostarmos delas. Ser flexível e disponível para conversar é fundamental. Mais importante ainda é ouvir o outro, não apenas para falar o que deseja.

Outro aspecto importante é o autocontrole, colocando-se no lugar do outro para compreendê-lo e, dessa forma, ser capaz de lidar com pessoas mais explosivas, sem perder as estribeiras. Se for tratado com rispidez ou agressividade, imponha-se de maneira firme, mas com atitudes inteligentes, utilizando um tom de voz moderado para desestabilizar o provocador. Seu equilíbrio emocional agradece e você exercita a capacidade de afeição e interesse pelo próximo, tornando-se melhor como pessoa e profissionalmente.