Para manter uma relação de confiança com o cliente, é preciso esforço para ser percebido como empresa de credibilidade.

O cliente precisa de evidências que comprovem a qualidade do produto ou serviço que oferece no mercado, ainda que não os tenha consumido. Por isso é recomendável elaborar um portfólio com trabalhos realizados, número de consumidores atendidos, empresas relevantes, tempo de mercado, carteira de clientes, entre outros indícios de credibilidade.

Associar a empresa a parceiros prestigiados, como associações de classe, institutos de defesa do consumidor e órgãos regulamentadores podem dar boa reputação.

Atenda aos Interesses do Cliente

Por meio dos vínculos com associações, o mercado percebe as marcas comprometidas com os mesmos interesses daqueles ao qual a empresa se associou.

Os testemunhos espontâneos de clientes também são importantes para a credibilidade, seja de corporações ou de consumidores finais. Os contatos da empresa também podem ser disponibilizados como canais eficientes de contato e resolução de demandas.

Telefones, e-mails, redes sociais, guichê de informações e SACs são exemplos dessa gama de possibilidades, embora mais importante que o número de canais de contato seja a presteza em atender os interesses do cliente com o máximo de agilidade.

Trabalhando a Confiança

O foco na prestação de serviços continua sendo o principal elemento de percepção do cliente no contato com a oferta.

Transforme sonhos em realidade

Desde a cordialidade da secretária à agilidade da equipe de vendas, incluindo a solicitude do departamento financeiro, tudo deve ser realizado com o máximo de cuidado. Trabalhar a confiança do cliente pode ser um poderoso gatilho para gerar confiança num nível maior.