Para investir no Business Coaching, basta ter ou desejar ter uma empresa.

Muita gente acha que o suporte de um especialista para melhorar o negócio se aplica apenas quando os resultados não vão bem.

Esse é um equívoco que começa a ser corrigido ao entender o que é Business Coaching e para que ele serve.

Porque mesmo nos bons momentos, quando a empresa apresenta desempenho e resultados satisfatórios, sempre é possível evoluir.

É também nesse cenário que entra o Coaching como metodologia de desenvolvimento, capaz de maximizar a performance e levar uma organização a conquistas extraordinárias.

Neste artigo, vamos falar do conceito, explicar seu funcionamento, aplicações, vantagens e muito mais.

Ao final da leitura, você estará convencido e preparado para ser também um coach de negócios.

O QUE É BUSINESS COACHING?

O Business Coaching é uma modalidade de Coaching que busca aumentar o desempenho e proporcionar impactos positivos para resultados das empresas e organizações no curto e médio prazo.

Também chamado de Coaching de Negócios, na tradução do inglês para o português, o processo inicia em uma imersão pelos pontos fortes e vulnerabilidades da empresa.

Isso acontece não por intervenção do coach, que é o profissional que conduz a metodologia, mas pelo coachee, que é o cliente que a contrata.

Ou seja, depende da prática do autoconhecimento, a partir da qual o responsável pela organização faz esse diagnóstico. E não existe ninguém melhor do que ele para identificar no que a empresa vem se destacando e no que ela pode evoluir.

Ao lado do gestor desde o início do processo, o coach o ajuda, então, a traçar um plano de ação, responsável por direcionar a empresa às suas metas e objetivos.

Esse é um ponto bastante característico do Business Coaching, assim como de todo o processo de Coaching.

Porque é preciso saber onde se deseja chegar para, então, descobrir o que hoje o aproxima ou o afasta desse destino.

É a partir daí que se pode desenvolver na empresa e em seu time de trabalho as competências e habilidades comportamentais necessárias para que os resultados sejam alcançados.

Mais à frente, vamos trazer exemplos e mais detalhes sobre a aplicação prática de um processo de Business Coaching.

DIFERENÇAS PARA O EXECUTIVE COACHING 

Ao pesquisar sobre Business Coaching, talvez você encontre algo também sobre o Executive Coaching, ou Coaching Executivo.

Cuidado para não tratar como um sinônimo, pois são processos distintos.

Cada vez mais, encontramos nichos específicos no Coaching para oferecer uma solução o mais personalizada possível para a dor do cliente.

No caso do Executive Coaching, estamos falando sobre um processo também relacionado a empresas, mas que foca no indivíduo e não no desempenho coletivo da organização.

Ou seja, busca desenvolver no gestor e em outros funcionários de alto desempenho as habilidades e competências necessárias para que ele possa conduzir sua carreira e a empresa às metas estabelecidas.

PARA QUE SERVE O BUSINESS COACHING

Como vimos anteriormente, o Business Coaching serve para que a empresa alcance metas e objetivos, não importa quais sejam eles.

Dessa forma, pode ser aplicado nos bons ou maus momentos da empresa.

Por exemplo, se a meta for vencer uma crise financeira e sobreviver, esse resultado pode ser alcançado ainda que a projeção do caixa indique o contrário.

Por outro lado, se a ideia é expandir mercado e abrir uma filial em outro estado, é possível traçar um plano para maximizar a performance e chegar a esse objetivo em um prazo viável.

Não importa o tamanho do sonho. Com o Business Coaching, a empresa qualifica a tomada de decisões e encontra uma fórmula para crescer e se desenvolver.

Confira exemplos de aplicações da metodologia em organizações:

  • - Construir um plano estratégico com foco na longevidade do negócio

    - Estabelecer metas viáveis e tangíveis, além de meios para alcançá-las

    - Definir como melhor utilizar as habilidades de cada colaborador

    - Investir em treinamentos e capacitações com maior assertividade

    - Fomentar resultados positivos consistentes e duradouros

    - Encontrar novas soluções para velhos problemas

    - Qualificar os processos de comunicação, tanto interna quanto externa

    - Construir ou modificar a cultura organizacional

    - Incentivar relacionamentos saudáveis entre os colaboradores e gestores

    - Atrair e reter talentos, além de formar líderes

    - Gerenciar o tempo e outros recursos materiais e humanos de forma eficaz

    - Eliminar da rotina crenças limitantes e comportamentos sabotadores que prejudicam a performance.

Para que os resultados aconteçam, cabe lembrar que o coach de negócios não conduz as ações, tampouco fornece dicas e diz ao gestor o que ele deve fazer, como deve orientar a sua equipe ou que mudanças estruturais devem ser feitas.

O que esse profissional faz é fornecer as técnicas e ferramentas necessárias para garantir a qualificação na tomada de decisão para o sucesso da companhia.

Ele participa de todo o processo, da definição de metas, do reconhecimento de virtudes e vulnerabilidade e do estabelecimento de ações. Também acompanha o desenvolvimento dos envolvidos e fornece feedbacks assertivos.

Mas quem assume o protagonismo é o coachee. E talvez seja essa a característica do processo que mais satisfação gera a quem o contrata, porque sabe, no fim das contas, que foi o responsável pelo sucesso alcançado.

COMO FUNCIONA O COACHING PARA NEGÓCIOS?

Ao compreender o que é Business Coaching e para que serve o processo, você já teve importantes pistas sobre o funcionamento da metodologia.

Mas vamos avançar para que nenhuma dúvida reste.

Em primeiro lugar, cabe dizer que o Coaching é um processo que ocorre por meio de sessões.

Elas podem ser semanais ou quinzenais, por exemplo, tendo duração de aproximadamente seis meses. Não é um pacote fechado, pois depende da necessidade específica do coachee.

Nas primeiras sessões, ocorre o autoconhecimento e a definição de metas.

Ainda que elas pareçam claras na mente do coachee, é importante realizar uma autoavaliação para identificar se são mesmo tangíveis e viáveis.

Ao reconhecer os pontos fortes a explorar e as vulnerabilidades a corrigir, resta estabelecer um plano de ação para isso.

Em todas as fases, o coach de negócios atua como um facilitador.

Você talvez lembre que falamos antes sobre a indicação de técnicas e ferramentas ao coachee.

Como exemplos, podemos citar as Metas SMART (para definição de objetivos específicos, que possam ser alcançados em um prazo real), a Análise SWOT (o principal instrumento de autoconhecimento para empresas) e o Modelo GROW (que pode servir de base para o plano de ação).

É dessa forma, mostrando ao coachee como fazer (e não dizendo a ele o que fazer) que o processo de Business Coaching acontece e leva a resultados consistentes.


QUEM PRECISA DE BUSINESS COACHING?

As pessoas normalmente chegam até um coach de negócio com as seguintes demandas: inspiração e/ou desespero.

Inspiradas, elas querem um coach de negócios para ajudá-las a fazer melhor.

Desesperadas, as pessoas, muitas vezes, querem um coach de negócios para ajudar a tirá-las de uma crise, um atoleiro.

O ponto de partida em Business Coaching é, geralmente, uma questão de negócios.

O cliente pode querer aumentar as vendas, promover um melhor trabalho em equipe, aumentar a produtividade, reduzir a rotatividade de funcionários ou melhorar a qualidade de seus produtos ou serviços.

Mas o relacionamento de Coaching, uma vez iniciado, invariavelmente, vai além da necessidade inicial percebida ou apontada.

"Corrigir os meus negócios" gradualmente e naturalmente evolui para "corrigir-me".

Um cliente potencial para uma falência empresarial pode, por exemplo, descobrir através do Coaching que ele tem um problema com a procrastinação, com habilidades interpessoais ou com o medo do fracasso.

Todas são ameaças paralisantes, que prejudicam o desempenho individual e podem se refletir no coletivo.

Às vezes, os clientes percebem que seus interesses e habilidades não correspondem com as exigências de suas posições empresariais atuais e eles, muitas vezes, decidem fazer uma mudança de carreira.

No fim das contas, como afirmamos no início do artigo, basta ter ou desejar ter uma empresa para precisar de Business Coaching.

A IMPORTÂNCIA DO COACH DE NEGÓCIOS

Por que os líderes empresariais têm ou precisam ter um coach de negócio?

Porque simplesmente não têm amigos e colegas de profissão para conversar, por, normalmente, serem pessoas solitárias em suas decisões.

Bons coaches podem encorajar seus clientes a aprofundar essas relações e construir um sistema de apoio confiável e sustentável.

Mas, em todos os sistemas de apoio e alternativas, precisamos considerar pontos fortes e fracos.

Nos negócios, quem é solidário com os principais gestores? Os gestores não podem ser vulneráveis com seus patrões ou com os seus subordinados sobre as questões mais sensíveis e estratégicas da organização.

Amigos vão ouvir e dar ajuda quando puderem, mas não são treinados para identificar as questões mais significativas, sensíveis e estratégicas por trás do comportamento de cada gestor.

E quando eles têm necessidades próprias, querem receber ajuda, mas não dá ou não é possível naquele momento específico?

Os cônjuges podem ser bons ouvintes, mas é problemático trazer assessoria empresarial em profundidade no meio de um casamento - e isso com frequência acontece.

Na grande maioria dos casos, o final nós já sabemos. Além de uma dissolução empresarial, muitas vezes, a consequência também é uma dissolução matrimonial.

A empresa e sua vida profissional precisam de ajuda? Fuja do improviso.

Recorrer a um coach de negócios é buscar o profissional que melhor entende das necessidades do gestor e da sua empresa para aquele momento.

PRINCIPAIS VANTAGENS DO COACHING NEGÓCIOS 

Investir em um processo de Business Coaching significa recorrer a uma metodologia cientificamente comprovada para levar o coachee a resultados extraordinários e consistentes.

Mas essa não é única vantagem do processo. É apenas uma visão macro dele.

Abaixo, separamos alguns dos mais marcantes benefícios para empresas que apostam no método.

  • - Aumento da capacidade de definir metas e objetivos

    - Proximidade com o alcance de resultados desejados

    - Maior foco, disciplina, comprometimento, engajamento e motivação

    - Melhora na gestão do tempo e priorização de tarefas

    - Fim das crenças limitantes e comportamentos sabotadores no ambiente corporativo

    - Desenvolvimento de mentalidade estratégica e visão sistêmica

    - Maior facilidade para identificar talentos e habilidades no grupo

    - Qualificação das comunicações e dos relacionamentos interpessoais

    - Melhores resultados financeiros e de desempenho/produtividade

    - Desenvolvimento de competências e habilidades para além do dia a dia da empresa

    - Incremento na realização pessoal e profissional, com qualidade de vida.

QUE TAL SER UM COACH DE NEGÓCIOS?

Como vimos até aqui, não faltam razões para transformar a sua realidade a partir de um processo de Business Coaching.

E se dissermos que você pode não apenas ser o condutor dessa mudança, como também impactar diretamente outras pessoas e empresas?

Em vez de contratar um coach, você tem a possibilidade de ser esse profissional.

Nunca pensou a respeito?

Mas antes de descobrir o que é preciso para se tornar um coach de negócios, cabe destacar que, nesse papel, você não vai atuar como um consultor.

Esse é um equívoco comum, mas facilmente eliminado. Basta entender o que faz um coach e qual o seu método de trabalho.

A DIFERENÇA ENTRE COACH E CONSULTOR DE EMPRESAS

A atuação de consultores de empresas em muitas organizações já é uma prática que acontece há bastante tempo.

Frequentemente, empresas contratam consultores para propor soluções, seja para negócios que não estão indo bem ou até mesmo para potencializar outros que acreditam que podem melhorar.

Já os profissionais que trabalham com Coaching de Negócios são relativamente novos nesse mercado.

E é importante dizer que as duas profissões têm abordagens muito diferentes.

Consultores de empresas são solucionadores de problemas. Sua mensagem subjacente é: "Eu vou lhe dizer o que há de errado com o seu negócio e como corrigi-lo".

Os coaches de negócio são os desenvolvedores de pessoas. Eles não dizem aos seus clientes o que fazer, mas eles fazem perguntas.

Sua mensagem é: "Você é inteligente. Serei um instrumento para ajudá-lo a olhar para dentro de si mesmo. Então, você poderá não só resolver esse problema, mas também aumentar a sua capacidade de gerenciar com sucesso todas as áreas da sua vida".

Os consultores de empresas, normalmente, trabalham com foco em maximizar a rentabilidade da organização.

Já os coaches de negócio têm foco na maximização do potencial humano que, por consequência, se reflete de forma significativa na maximização da rentabilidade e dos resultados das organizações em todos os âmbitos.

Mas as diferenças entre as duas profissões não acabam aí.88

Podemos dizer que os consultores de empresas ajudam seus clientes a obterem sucesso em seus trabalhos.

Enquanto isso, os coaches de negócio ajudam seus clientes a obterem sucesso em suas vidas.

Ou seja, é um processo que rompe os muros da empresa e se expande para onde desejar o coachee (cliente do Coaching).

E uma boa forma de entender isso é com uma analogia:

Os consultores de empresas ajudam seus clientes a pescar, para que eles possam comer uma refeição. Já os coaches de negócio ajudam os seus clientes a aprender a pescar, assim, eles nunca passarão fome.

COMO É A FORMAÇÃO EM COACHING? 

Para se tornar um coach de negócios completo, há várias formações que podem ser do seu interesse.

Neste tópico, vamos falar sobre as principais delas.

O fato mais interessante ao buscar um curso de Coaching são as possibilidades que se abrem a partir daí.

Você pode fazer esse investimento em causa própria, por exemplo, se habilitando a usar técnicas e ferramentas para realizar suas metas pessoais ou profissionais.

Também pode se qualificar para levar a empresa aos resultados desejados, como é próprio da metodologia de Business Coaching.

Mas por que não transformar também a vida de outras pessoas? Essa é uma das possibilidades ao se formar em Coaching.

Na SLAC® Coaching, há diferentes certificações com reconhecimento internacional e em nível avançado, que é para aquele que deseja expandir sua atuação como coach.

Vamos ver algumas delas?

Team Coaching

O curso PTCC® Professional Team Coach Certification tem tudo a ver com a sua busca por melhores resultados para a empresa.

A formação qualifica o coach a desenvolver times de alta performance, elevar o desempenho, alcançar metas, promover o engajamento no ambiente corporativo e qualificar a tomada de decisão.

É tudo aquilo que ele precisa para conduzir uma empresa ao sucesso, seja a sua ou a de futuros clientes.

Executive Coaching

Você se lembra de quando explicamos as diferenças entre Business e Executive Coaching?

Então, para focar no indivíduo e na maximização da sua performance, a formação ideal é a  PECC® - Professional Executive Coach Certification

O coach executivo atua em empresas para estruturar um modelo de competências, focado no desenvolvimento dos colaboradores, em atendimento aos interesses e objetivos da organização.

Ou seja, qualifica os resultados coletivos a partir da abordagem individual.

Leader Coach

O que as empresas de sucesso têm em comum? Muita coisa, certamente.

Entre elas, é inegável a presença de um líder assertivo e inspirador.

Você quer ser esse profissional para conduzir seu time a resultados extraordinários?

Quer se tornar capaz de desenvolver novos líderes e até de ajudar outras empresas a atingirem o máximo potencial?

Então, a formação que você procura é a de PLCC® Professional Leader Coach Certification.

Master Coach

Depois de experimentar os benefícios do Coaching e promover resultados consistentes em empresas, é natural que você deseje ir além.

Desenvolver novos coaches é o objetivo da formação PMCC® - Professional Master Coach Certification.

Ou seja, você pode não apenas montar um time de alto desempenho, como tornar novos colaboradores coaches e fazer o mesmo em outras empresas.

Business Coaching

A SLAC tem ainda um Programa de Certificação Internacional em Business Coaching, que compreende a mais completa formação de coach executivo e de negócios em um só curso.

Ele é indicado para gestores, coaches e consultores.

E o resultado você já sabe: eles se habilitam a dar o suporte que as empresas precisam para concretizar metas e objetivos.

COMO SER UM COACH DE SUCESSO?

A grande demanda e a aceitação ao Business Coaching acontecem porque ele preenche uma necessidade real.

Como resultado, a profissão de coach está crescendo rapidamente e ganhando reconhecimento.

Isso porque o processo produz resultados excepcionais e mensuráveis.

Os coaches de negócio bem-sucedidos constroem suas práticas quase inteiramente através de referências, de cases que vão colecionando ao longo de suas carreiras.

A relação entre coach e cliente é projetada para acontecer a longo prazo, porque ninguém atinge o objetivo de maximizar o potencial pleno.

Mas, depois alguns meses, dois fatores podem levar alguns clientes para começar a pensar em mudar a frequência de seu relacionamento de Coaching:


- A maior autonomia do coache


-O desejo do coachee de expandir horizontes


Vamos explicar melhor.

Os clientes que tiveram um crescimento significativo podem querer começar a funcionar de forma mais independente.

Nesse caso, eles podem propor ao seu coach reduzir a frequência de suas sessões, ou até agendar sessões futuras, de forma que elas atendam a questões pontuais, a necessidades específicas, as quais podemos chamar de "Coaching Express".

Outros clientes podem querer começar um relacionamento com um novo coach, para que possam expandir as suas capacidades através do contato com alguém que tenha habilidades e experiências diferentes.

Também adquirir experiências diferentes pode ou não ser uma meta estipulada dentro da própria sessão de Coaching.

Os coaches precisam ter o entendimento de que seus clientes devem e podem ser e desenvolver o melhor de si mesmos.

O ciúme, a competitividade e a possessividade não têm lugar em uma relação de Coaching.

É por isso que, para ser um coach de sucesso, muitas vezes, é eficaz e prazeroso submeter os seus clientes para outros coaches.

E, quando o coach sabe da qualidade de seu trabalho, ao invés de gerar "perdas", isso gera "ganhos" e se torna um passo positivo no crescimento do coach.

Na verdade, a experiência mostra que os coachees são a principal fonte de referências para um coach.

Quando os clientes passam para a próxima fase de seu desenvolvimento, os coaches naturalmente podem ter uma sensação de perda.

Mas essa sensação deve ser ofuscada pela alegria e satisfação de ter sido parte do processo de crescimento e realização do cliente.

Assim, o coach tende a se sentir como um pai orgulhoso, como se estivesse vendo uma criança ir para a faculdade ou se casar.

CONCLUSÃO 

Vimos neste artigo o que é Business Coaching, para que serve, como funciona e os benefícios que o processo oferece.

Essa é mais uma das abordagens possíveis ao Coaching, uma metodologia que conta com embasamento científico e foca na maximização da performance.

Depois de acompanhar este guia completo, você está pronto para dar o próximo passo.

O que acha de transformar a sua vida e alcançar os resultados que tanto almeja para você e sua empresa?

Visite o site da SLAC® e conheça mais sobre as nossas formações.

Se restou alguma dúvida, entre em contato conosco.


E-book Coaching

E-BOOK GRATUITO

Descubra como transformar sonhos em realidade utilizando a metodologia coaching na sua vida!