Os psicólogos são conhecedores profícuos do comportamento humano, com elevada capacidade de ouvir as pessoas, fazer análises sem impor julgamentos. Eles ajudam os indivíduos entenderem a si próprios ou a compreender algum aspecto que lhes tirem a tranquilidade.

O coaching complementa a psicologia, já que conta com ferramentas capazes de apoiar as pessoas numa verdadeira transformação, num auto resgate onde elas podem recuperar a saúde mental. Isso é necessário porque, quando um indivíduo está desorientado precisa retornar para o seu estado de equilíbrio, recomeçar a viver e o coaching dá o suporte necessário para que ele retorne ao normal.

Ferramentas do Coaching para Psicólogos

Quando as ferramentas do coaching são utilizadas adequadamente por psicólogos, esses profissionais tornam-se capazes de oferecer o suporte ideal para seus clientes se reencontrarem. O ser humano é complexo, repleto de questões internas aguardando para ser desvendadas e solucionadas e a psicologia precisa de preparo tanto para compreender a mente do paciente como para tirá-lo de uma condição conflituosa e deixa-lo num estado equilibrado.

O psicólogo que complementar sua formação fazendo um curso de coaching pode adquirir saberes e técnicas de uma metodologia mundialmente reconhecida na esfera do desenvolvimento humano.

O Psicólogo e o Coach

O conhecimento do coaching permitirá ao psicólogo avaliar a evolução do paciente por outra ótica, de maneira ágil e potente. No entanto, é preciso separar a atuação enquanto psicólogo e coach e não misturá-las, pois cada um dos cargos trabalha com ferramentas e técnicas diferentes.

Transforme sonhos em realidade

O psicólogo tem as habilidades necessárias para ajudar o paciente a atingir um estado de consciência sobre a própria vida, que somadas as metodologias do coaching essa tarefa fica ainda mais interessante e prático.

O coaching conta com um arsenal de ferramentas, como análise de perfil comportamental, escuta atenta e estruturada, desenvolvimento de inteligência emocional e plano de ação, que dão meios eficientes para os psicólogos cuidarem dos pacientes.

Análise de Perfil Comportamental

A análise de perfil comportamental é utilizada para descobrir o potencial profissional de uma pessoa, apoiando a elevação da sua produtividade para alcançar resultados.

Normalmente é usada através da metodologia DiSC, que possibilita mapear as tendências de comportamento do indivíduo. Com isso, pode-se identificar seu perfil profissional e a função ideal para cada pessoa, apoiando na organização da equipe de trabalho para a atuação em alta performance.

Na psicologia, essa análise possibilita que a pessoa tenha melhor conexão com seu perfil e o ambiente do qual faz parte. Dessa forma entenderá se está ou não fazendo o melhor uso das suas capacidades e onde precisa melhorar, para atingir seus objetivos pessoais e profissionais. A avaliação DiSC é rápida, o resultado é obtido instantaneamente oferecendo aproximadamente 50 informações sobre o indivíduo e várias outras com cruzamento de dados.

Escuta Atenta x Escuta Estruturada

A escuta atenta e estruturada são voltadas para as técnicas de comunicação interpessoal, importantes no cotidiano dos psicólogos, coaches, e na junção das duas atividades. A escuta atenta requer que a pessoa aceite o interlocutor e seu comprometimento, ou seja, é a capacidade de uma pessoa ter total concentração no que a outra diz.

Por meio do processo de escuta atenta que o interlocutor entende as informações passadas extra-verbalmente, através das expressões físicas que compõem o conteúdo passado pela outra pessoa.

Às vezes o interlocutor tenta esconder algo, mas sua expressão não deixa que ele omita e isso pode ser perceptível na escuta atenta. Já a escuta estruturada é uma forma de ouvir de maneira organizada. Ela encoraja a outra pessoa a falar, dar mais detalhamento ao que se ouve e a estratificar o que se escuta num diálogo.

Demonstre Interesse nos Diálogos

Para deixar a pessoa com mais espontaneidade numa conversa, é necessário mostrar interesse no diálogo, manifestando evidências verbalizadas ou não verbais, como gestos com a cabeça, expressões faciais, sorrisos, entre outros gestos. Quando não compreende o que o outro diz, você deve se mostrar atencioso e pedir que ele clarifique alguns pontos, de modo que ouça com vontade o que ele diz. Ouvir o real significado de uma conversa é escutar de maneira inteligente.