O que é liderança de alta performance?

Para falarmos de liderança de alta performance é necessário estabelecer alguns conceitos básicos e diferenças entre liderança, gerenciamento e coaching.

Liderança é anunciar o futuro e convocar as pessoas para que façam esse futuro acontecer.

Gerenciamento é a coordenação de recursos e pessoas para o cumprimento de objetivos específicos, que farão o futuro anunciado acontecer.

Coaching é dar apoio às pessoas para que se dediquem e tenham entusiasmo na perseguição a seus objetivos.Portanto, para que se possa ter uma liderança de alta performance, é preciso que a ação esteja integrada com três pilares: liderança, gerenciamento e coaching.

O líder de alta performance, oposto ao que se vê hoje em dia em muitas empresas, tem um comportamento diferenciado, com atitudes para energizar os seus liderados.

O líder de alta performance

Esse líder faz os trabalhos de forma descontraída, deixa seus liderados fazerem escolhas com mais frequência, constantemente dá feedbacks construtivos, oferece medidas de desempenho desafiadoras, não ameaçadoras e sempre encoraja os liderados a fixar metas que sejam representativas para eles.

O líder de alta performance deve atuar como coach dos liderados, apoiá-los no estabelecimento de suas metas, disseminar os valores da organização, comemorar os resultados positivos, envolver todas as partes interessadas no negócio e evitar o foco no curto prazo.

Os novos papéis de um líder

É fundamental que os líderes assumam novos papéis como parceiros estratégicos da organização, transformadores de paradigmas e desenvolvedores de pessoas. Este diferencial irá contribuir para o desenvolvimento das competências dos liderados e isso será revertido em resultados de alta performance. Para adotar o alinhamento de profissionais para alcançar resultados importantes é fundamental ter transparência, compromisso e capacitação como pilares básicos.

O líder precisa apresentar clareza estratégica, estrutura organizacional, valores e princípios, compromisso na adoção de práticas de reconhecimento, de remuneração e de salubridade do clima organizacional.

A gestão do desempenho deve ser feita por feedbacks, treinamento e desenvolvimento das potencialidades. O vital é fazer com que as pessoas se sintam importantes, pois o maior trabalho da liderança é agregar valor e isto se dará por meio de programas e processos efetivos de desenvolvimento humano, visando construir excelência na liderança de pessoas para poder gerar melhores resultados para os negócios e para a equipe.