Como o autocontrole pode beneficiar a sua vida?

As vantagens de manter o autocontrole são inúmeras, porque a maioria dos sofrimentos das pessoas está relacionada à falta de controle, situações de mau-humor, ausência de paz e irritabilidade. Junto com o estresse surgem as doenças e as más palavras que desencadeiam negatividade no ambiente, por isso muitas pessoas estão doentes, encarceradas, separadas e desempregadas: devido à falta de controle.

Felício Bombonato, em seu livro “A lei do triunfo de Napoleon Hill” salienta a grande importância das pessoas aprenderem a praticar o autocontrole.

Os benefícios do autocontrole

Entre os benefícios do autocontrole, está a capacidade das pessoas dominarem as emoções e conseguirem evitar comportamentos impulsivos. Indivíduos com autocontrole usam a razão ao invés da emoção. O resultado é a tomada de decisão mais certeiras e responsáveis. As pessoas aprendem a lidar melhor com o estresse e as pressões, notabilizam-se pela marca da temperança e por serem mais equilibradas emocionalmente.

Quando um indivíduo exercita o autocontrole ele consegue ter domínio sobre suas respostas, impulsos e emoções extremas, atingindo seus objetivos sem a interferência de emoções negativas. Desse modo, a temperança o auxilia a moderar sentimentos sabotadores e controlar assertivamente seus impulsos para que analise bem suas escolhas, busque o equilíbrio e não tome decisões de maneira impensada.

Desenvolvendo a inteligência emocional

A pessoa reconhecida como autocontrolada deve saber ter inteligência emocional, ou seja, saber usar as emoções a seu favor. Contudo, se subaproveitar essa força e reprimir suas emoções ao invés de controlá-las, a pessoa pode ser vista como fria e calculista, que altera o próprio comportamento para manipular o ambiente e as pessoas, para alcançar seu objetivo.

O autocontrole deve ser exercitado diariamente no trabalho, em família, no trânsito e nas relações para que seja aplicado de maneira natural. A temperança deve ser usada positivamente, sem anular suas emoções e sentimentos, mas lidando com eles de forma madura e mostrando as pessoas ao redor como desenvolver o autocontrole de forma a disciplinar e equilibrar suas emoções.