A inteligência emocional pode ser definida como a capacidade que um ser humano tem de identificar e lidar com as emoções. A competência emocional, por sua vez, é a capacidade de expressar as emoções para o mundo exterior e saber como construir relacionamentos positivos.

Uma pessoa pode ter inteligência e não ser competente, ou seja, ela tem conhecimento sobre determinado assunto, mas não sabe como utilizá-lo apropriadamente. Quando se trata das emoções, uma pessoa com inteligência emocional pode não saber como se comportar emocionalmente.

Conhecendo Melhor suas Emoções

Os sentimentos e emoções geram os comportamentos que influenciam a vida pessoal e profissional. A pessoa que tem competências emocionais desenvolvidas torna-se capaz de lidar melhor com suas emoções, levando a comportamentos mais equilibrados nas diversas situações do dia-a-dia.

Dessa forma, a competência emocional de um indivíduo reflete diretamente na qualidade de suas relações interpessoais, no seu desempenho profissional e no seu diferencial competitivo.

Leia também: Benefícios da Inteligência Emocional

A Importância do Autoconhecimento

O autoconhecimento possibilita aprofundar o conhecimento de si mesmo e, no âmbito profissional, dá ao indivíduo um maior domínio das suas emoções e assim, mais condições de potencializar suas habilidades de liderança, negociação, resolução de conflitos e gestão de pessoas.

Cada emoção traz uma reação e um comportamento, e cada pessoa tem uma forma única de reagir emocionalmente, que varia conforme a situação e a história de vida individual. Uma pessoa pode paralisar em uma situação de medo, por exemplo, enquanto outra pode reagir fugindo.

Transforme sonhos em realidade

As respostas emocionais nem sempre são adequadas para a situação e, muitas vezes, são até prejudiciais para a pessoa. Por isso, saber reconhecer as emoções e como elas influenciam em suas ações é fundamental para ter consciência do que é ideal em termos de comportamento.

Por meio da autoconsciência, é possível aprender a lidar também com as emoções das outras pessoas, respeitando as emoções alheias e respondendo corretamente a elas.