Gestão de conflito organizacional

Podem ser encontradas várias definições de conflito. Apesar dos diferentes sentidos que o termo adquiriu, encontramos temas comuns na maioria de suas definições. Portanto, por definição, conflito é um processo que tem início, quando uma das partes percebe que a outra parte afeta, ou pode afetar, negativamente, algum acontecimento que a primeira considera importante.

O conflito em equipe no ambiente organizacional é a divergência entre duas ou mais partes, sobre como melhor alcançar as metas da organização.

Como agir quando há um conflito?

Uma vez que conhecidos e identificados, os conflitos precisam ser administrados ou geridos, para que se resolvam da forma mais eficiente e eficaz.

Quando se estiver administrando um conflito, é de suma importância que antes de tomar qualquer decisão se investiguem os fatos ocorridos, assim como as pessoas envolvidas, suas condutas, desempenho, entre outros. Tudo para que injustiças não sejam cometidas e o conflito tenha um final satisfatório para todos.

O papel do gestor na resolução do problema

Para isso, o gestor tem à sua disposição algumas importantes abordagens, sendo a estrutural, que é quando o conflito se forma das percepções criadas pelas condições de diferenciação, recursos limitados e escassos e de interdependência. E também a abordagem, que é quando o gestor procura reduzir conflitos através da modificação de processos, podendo ser realizada por pessoas envolvidas no conflito ou de fora, como uma terceira parte.

Mas, na verdade, não existe jeito certo ou errado para gerir conflitos, e cada um pode ser apropriado e efetivo dependendo da situação, do assunto a ser resolvido e das pessoas envolvidas. O importante é conhecer e servir-se das várias opções a nossa disposição para manejar conflitos e aprender a utilizar suas técnicas.