Escrito por Sulivan França - 12 de Dezembro de 2019

Quem inicia sua vida profissional precisa ter consciência de que planejar sua carreira deve ser o primeiro passo. Se no passado isso já era importante, de alguns anos para cá, com as recentes mudanças no mercado de trabalho, tornou-se primordial. Mas como estabelecer um projeto nesta área, pensando no longo prazo, quando tudo parece se alterar de forma cada vez mais acelerada e radical? Justamente por isso, vale a pena conhecer algumas dicas para estabelecer um plano de ação e buscar construir uma história vitoriosa. 

E se ter um plano de carreira profissional é essencial, saber onde você quer chegar profissionalmente é o primeiro passo. Na verdade, para qualquer o indivíduo precisa saber o que é necessário para alcançar o que deseja. 

Para algumas pessoas isso pode significar dinheiro, enquanto para outras pode ser reconhecimento. Ou sucesso. Ou trabalhar com aquilo que seja identificado como o seu propósito ou a sua vocação. Seja qual for o motivo, planejamento estratégico e disciplina podem ajudá-lo no caminho.

Enfim, a partir do alvo determinado deverá ser elaborada a estratégia para atingi-lo. Em um artigo publicado no site da revista Fast Company, especializada em negócios e inovação, profissionais norte-americanos bem estabelecidos em diversas áreas compartilharam as lições aprendidas em anos de atividade.

A proposta foi: se você tivesse a oportunidade de voltar no tempo, o que você diria para sua versão em início de atividade profissional? Veja os nove conselhos e procure segui-los no seu planejamento também para alcançar seus objetivos pessoais. 


1. Avalie as oportunidades de crescimento com cuidado

Algumas vezes uma oportunidade profissional pode significar aumento salarial ou até mudança de cidade. Mas, antes de aceitar, muitas vezes por empolgação, é preciso ver se isso é adequado para você e sua condição. No papel, algumas situações que parecem chances de crescimento podem se mostrar desvantajosas. Mudar de cidade, por exemplo, pode significar aumento no custo de vida. 

Logo, um acréscimo no salário pode ser consumido pela nova realidade e você terminará o mês com menos dinheiro do que antes. Outro ponto a ser considerado é o novo cenário. Muitas vezes, trocar de ambiente representar deixar um ambiente mais acolhedor e que valoriza seu crescimento por foco em resultados. É importante avaliar cuidadosamente as oportunidades em relação às suas habilidades, valores e custo pessoal.


2. Comece a economizar o mais rápido possível

A maioria dos jovens ouve tal conselho, mas pensa: "ah, ainda tenho tempo". Com isso a pessoa considera começar a economizar apenas quando passar a ganhar mais ou terminar de pagar por algo que queira. 

Especialistas, no entanto, recomendam que se economize de 10% a 15% de cada salário. Parece pouco, mas pode significar um excelente negócio em 10 ou 15 anos. Se ainda não faz isso, nunca é tarde para começar. 


3. Reconheça quando não está diante de uma boa combinação

Por vezes, mesmo aos 20 e poucos anos é possível perceber em um curto espaço de tempo quando um emprego não é o lugar certo para nós. Porém, talvez por insegurança, insistimos e permanecemos no mesmo lugar. Mas se um trabalho realmente não está dando certo, algumas vezes devemos encontrar algo novo e mudar. Experiências casuais tornam a vida emocionante e nos levam a novas oportunidades.

Claro, se você se sentir preso, a solução não é simplesmente sair do emprego e encontrar outro. Aguente mais um pouco e pesquise o que você realmente quer fazer.


4. As primeiras impressões são importantes

Muitas vezes, no início da vida profissional, não nos damos conta da importância de alguns detalhes, como se vestir de forma adequada em cada ambiente. No entanto, essa e outras questões que a primeira vista podem ser classificadas como meras formalidades por muita gente fazem a diferença, ao gerar impacto direto naqueles que nos cercam e demonstrar uma consciência profissional, importante para quem está começando. 


5. Fique atento ao trajeto

Por vezes, erramos ao imaginar que um emprego irá nos deixar ricos. Assim, trabalhamos em várias situações ruins. No entanto, muitas experiências profissionais servem a um propósito em nossa jornada para fazer o que realmente desejamos. Portanto, se você se sentir frustrado com sua situação profissional, a solução não é simplesmente sair do emprego e encontrar outro. 

Especialistas recomendam que você persista um pouco mais onde está, enquanto pesquisa o que realmente quer fazer. Depois de identificar a situação dos seus sonhos, comece a trabalhar em direção a isso, ao mesmo tempo em que financia esse trajeto por meio do seu emprego existente.


6. Não há problema em seguir seu instinto

Quando somos jovens muitas vezes não temos confiança em nós mesmos e acabamos influenciados pelo senso comum ou por pessoas que supomos são mais inteligentes por terem mais experiência profissional. No entanto, devemos aprender a confiar em nossos instintos, porque, por vezes, eles podem se mostrar ser mais valiosos do que um diploma ou anos de experiência.


7. Evite movimentos errados

Um erro é permitir que um empregador decida nossa direção. Algumas vezes, gostamos da empresa em que estamos, mas há poucas posições para uma possível promoção. Em vez de dar o salto para procurar um trabalho mais gratificante em outro lugar, esprememos nossos talentos em uma das posições.

Depois de algum tempo, no entanto percebemos que tomamos a decisão errada e que poderíamos ter poupado a nós e à empresa tempo e dinheiro se tivéssemos sido honestos conosco. Uma promoção pode gerar renda maior, mas também pode significar mais estresse e preocupação em ter sucesso em um próximo nível.


8. Não se subestime

Algumas vezes, nos colocamos para baixo e presumimos que no mercado de trabalho há candidatos muito melhores do que nós. Com isso, nos convencemos a ficar satisfeito em conseguir qualquer emprego no início. Mas ao nos limitarmos, acabamos aceitando salários mais baixos e trabalhando muito mais que os demais. 


9. Busque qualidade de vida

Algumas vezes, perseguimos dinheiro e títulos por achar que isso é prova de sucesso. Com o tempo, podemos ter ganhos de renda e um trabalho mais gratificante. No entanto, tudo isso vem acompanhado de estresse e preocupação com a manutenção e expansão desse sucesso. 

Do ponto de vista estratégico, às vezes aceitar uma posição em uma empresa menor, mais perto de casa, por exemplo, pode significar mais qualidade de vida. Os ganhos podem ser mais modestos, mas uma empresa menor tende a ter menos estresse, o que deve ser colocado na balança. 

Agora é com você. Veja quais desses conselhos de aplicam a sua realidade. A dica é sempre buscar avaliar o seu momento e se preparar para os próximos passos. Planejar é o pontapé inicial para uma carreira de sucesso. 

E-book Carreira

E-BOOK GRATUITO

Descubra como transformar sonhos em realidade utilizando a metodologia coaching na sua vida!