Linguagem corporal no dia a dia

Linguagem corporal utilizada no dia a dia é anterior à linguagem verbal na história humana, representando ainda hoje uma das mais importantes formas de comunicação entre as pessoas.

Pode ser definida como a forma de criar uma comunicação não verbal, permitindo que o corpo se expresse por meio de gestos, expressões faciais e posturas.Esse tipo de linguagem não é exclusividade dos seres humanos, faz parte também do reino animal, pois você consegue determinar, por exemplo, as emoções de um cachorro por sua postura e atitudes, sem que haja a necessidade de latido.

A linguagem corporal pode ser entendida e compreendida, a partir do momento em que a pessoa compreende todos os comportamentos de postura, como as posições dos braços, das pernas e da cabeça, e as expressões faciais seguidas dos gestos, que podem transmitir os mais diversos sentimentos e emoções.

A importância da linguagem corporal

Uma pessoa que não tem contato visual com sua interlocutora, por exemplo, pode estar dizendo que não está interessada na conversa. Ou uma pessoa que se mantém de braços cruzados enquanto conversa, apresenta-se numa postura defensiva, revelando insegurança.

Outro tipo de mensagem da linguagem corporal é a distância entre as pessoas que conversam, podendo indicar tanto a aproximação como a tensão existente entre ambas.

A postura adequada

A postura não só pode mudar a opinião que certas pessoas têm sobre outras, como também influenciar a visão que tem sobre si mesma. O que pode ser uma ferramenta poderosa ou não, dependendo da maneira como é utilizada.

Uma postura adequada pode abrir portas e contribuir para o desenvolvimento do indivíduo, enquanto que uma postura inadequada pode até mesmo prejudicar uma amizade ou um romance.

Leia também: Oratória: vencendo o medo de falar em público

Linguagem corporal e vendas

É importando no dia a dia saber identificar tais comportamentos, principalmente para profissionais de venda ou líderes, que tem objetivos dependentes de outras pessoas, e também é preciso não confundir a linguagem corporal com a linguagem gestual, que é mais objetiva, apresentando em cada gesto, um significado próprio, estabelecido geralmente pela convivência entre as pessoas.

Na linguagem corporal, os gestos e posturas são mais subjetivos, podendo revelar instintivamente uma atitude mental ou física, e assim independem da cultura e do conhecimento de uma pessoa.

Leia também: O que é programação neurolinguística?