Como conduzir uma sessão de coaching

O primeiro procedimento a ser levado em conta numa sessão de coaching é o preparo do ambiente. Ele deve ser suficientemente reservado para deixar o cliente confortável e confiante com seu coach.

O processo de confiança e empatia permite ir ao encontro do cliente na concepção que ele tem de mundo. Quando estabelecido, é uma espécie de dança na qual as duas pessoas espelham seu comportamento verbal e não verbal.

Técnicas utilizadas

Para esse processo ser estabelecido durante a sessão, existem algumas técnicas, como ajustar a respiração para o mesmo ritmo da respiração da outra pessoa, ajustar seu corpo para combinar com a postura do corpo do outro. Pode imitar gestos com elegância e sutileza, levantar as sobrancelhas, apertar os lábios, adequar a tonalidade da voz.

O coach pode detectar predicados usados pela outra pessoa e usá-los na própria linguagem, além de utilizar a fala com discrição e usar frases e expressões usadas pela outra pessoa, igualando-se ao estilo de falar dela.

Com acompanhamento e suporte, facilmente o coach conseguirá estabelecer a confiança e empatia do cliente. Esse processo é a maneira eficaz de se aproximar de um resultado em comum, basta prestar atenção na outra pessoa e ser flexível o suficiente no comportamento para responder ao que se vê, ouve e sente em relação ao outro. Basta acompanhar e apoiar.

Deixe o cliente falar

Muitas vezes é preciso deixar o cliente divagar por vários assuntos, para conseguir compreender o cerne da questão a ser trabalhada. Também é necessário respeitar os silêncios, pois eles permitirão ao cliente pensar e são estímulos para que ele continue a verbalizar.

Durante a sessão, o coach precisa focar em alguns pontos específicos, como, por exemplo, ceder 80% do tempo para que o coachee fale e os outros 20% para apresentar perguntas poderosas, que cause movimento e conscientização.