Escrito por Sulivan França - 27 de Novembro de 2019

Certamente você já se deparou com estas palavrinhas: desenvolvimento pessoal e profissional. Ser uma pessoa bem sucedida, alguém capaz de tomar decisões assertivas no dia a dia, com uma vida pessoal repleta de conquistas. Será que isso é desenvolvimento pessoal? Muito embora para cada pessoa isso tenha um significado único, de modo geral, é muito importante para qualquer um ter bem definidos quais são os seus desejos, sonhos e valores. 

Até mesmo para estabelecer suas metas é essencial primeiro saber onde se quer chegar. Reflita sobre isso e leia este artigo.

Na vida profissional, podemos fazer avanços significativos todos os dias. Cada vez que nos deparamos com um novo desafio, temos a chance de aprimorar nossas habilidades e talentos. Trata-se de uma enorme fonte de aprendizado. Neste contexto, o desenvolvimento pessoal pode estar sempre ao nosso alcance. 

Quem deseja crescer em sua área profissional deve saber que para lidar com outras pessoas é necessário primeiro aprimorar o autoconhecimento. O maior passo rumo ao verdadeiro desenvolvimento pessoal é conhecer bem a si mesmo. Nossas virtudes e talentos, assim como nossos defeitos e limitações são ferramentas que podem nos indicar o caminho para o sucesso. 


Desenvolvimento pessoal, profissional e sucesso

Falamos sobre se conhecer bem, mas isso envolve definir outros conceitos importantes, capazes de nortear nossas ações e objetivos. Por exemplo, você já parou para pensar o que o termo “sucesso” significa para você? Em um interessante artigo, o palestrante e escritor norte-americano Christopher Connors fala sobre o valor desse tipo de definição para cada pessoa. São reflexões bastante válidas.

Na opinião de Connors, o sucesso deve sempre ser como cada pessoa o define. Ou seja, ele não é algo apenas definido em termos monetários. Também não é conquistado pela aceitação de outros. Para o palestrante, é imperativo que cada pessoa reserve um tempo para pensar sobre o que nesta vida lhe trará alegria, satisfação e significado.


Coaching e desenvolvimento pessoal

Após definir o que é sucesso para você, já é possível estabelecer seus objetivos, metas e tarefas para perseguir aquilo que deseja. São eles que vão demandar pequenos ou grandes esforços. Imaginar tudo isso permite dar início a um planejamento organizado. Como afirma Connors, “se você quer ser bom no que faz e atingir seu potencial máximo, encontrará tempo para definir o que significa sucesso para você”.

E aí entra em cena o plano de ação. A importância de escrever um plano é que você passa a visualizá-lo. E isso é fundamental, pois permite que tudo em você anseie por atingir o objetivo. A visualização do caminho e a imaginação agem internamente, ampliando sua motivação e determinação. 

O passo seguinte é aprender como traçar objetivos de forma clara e assertiva.

Nesse sentido, o Coaching se apresenta como um importante aliado, pois utiliza técnicas e ferramentas capazes de mudar o estado atual (presente) do indivíduo e levá-lo ao seu estado desejado (futuro).


O desenvolvimento pessoal e empregabilidade

Em meio as pesquisas que realizava para um livro, a consultora especializada em liderança Alexandra Levit entrevistou mais de 100 pessoas que, nas palavras delas próprias, trabalhavam no “emprego dos sonhos”. 

Em um artigo publicado no site voltado a carreiras Monster.com, Alexandra deu seis dicas para quem busca o desenvolvimento pessoal e quer iniciar um planejamento para conquistar a vaga que almeja. 

1) Aprenda sobre você

2) Não se intimide por falta de experiência

3) Facilite uma nova carreira, um passo de cada vez

4) Qualquer progresso é bom progresso

5) Comece cedo

6) Tenha expectativas realistas


Lição de casa 

Nas livrarias (físicas ou on-line), não faltam exemplos de obras sobre desenvolvimento pessoal. A seguir, indicamos algumas, entre clássicos e títulos mais recentes. 

Pense e Enriqueça - Napoleon Hill (1937)

Hill (1883-1970), que foi assessor de dois presidentes dos EUA, investigou a vida de diversos milionários de sua época, como Thomas Edison, Henry Ford e Theodore Roosevelt. Com isso, decidiu escrever com o objetivo de entender o que esses homens tinham em comum. Para saber mais, acesse este link.


Em Busca de Sentido - Viktor Frankl (1946)

Neurologista e psiquiatra austríaco, Viktor Frankl (1905-1997) relata suas experiências como prisioneiro em campos de concentração nazistas, incluindo Auschwitz, durante a 2ª Guerra Mundial. Ele também descreve seu método terapêutico, que envolvia a identificação de um objetivo na vida para se sentir positivo. Para saber mais, acesse este link.


Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas - Dale Carnegie (1948)

Carnegie (1888-1955) dava aulas para adultos à noite e os ensinava a falar em público. Porém, ao perceber que seus alunos também tinham carências para lidar com seus relacionamentos, teve a ideia de criar uma espécie de manual para auxiliá-los nisso. Para saber mais, acesse este link.


Os Sete Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes - Stephen Covey (1989)

Mestre em administração por Harvard, Covey (1932-2012) propôs sete princípios que, segundo ele, quando praticados habitualmente contribuem de modo significativo o para a evolução pessoal e profissional do indivíduo. Para saber mais, acesse este link


As 48 Leis do Poder - Robert Greene (1998)

Greene mostra como algumas pessoas aprendem a manipular os outros e as situações a fim de alcançar seus objetivos. Trata-se de um guia prático para quem quer poder ou quer se armar contra o poder. Para saber mais, acesse este link


O Poder do Agora - Eckhart Tolle (2002)

O autor reflete como passamos a maior parte do tempo pensando no passado ou planejando o futuro. Ignoramos o presente. Mas, segundo Tolle, se queremos mudar nossas vidas, precisamos começar agora. Para saber mais, acesse este link.


Mindset - Carol Dweck (2007)

Professora de psicologia em Stanford, Dweck desenvolveu após décadas de pesquisa o conceito de que a atitude mental com que alguém encara a vida, seu mindset, é crucial para o sucesso. Dweck defende que o êxito pode ser alcançado pelo modo como lidamos com os objetivos. Para saber mais, acesse este link.


Rápido e Devagar: Duas Formas de Pensar - Daniel Kahneman (2011)

Ganhador do Nobel de Economia de 2002, Kahneman apresenta uma visão inovadora e inquietante sobre como a mente funciona e como as decisões são tomadas. Ele explica as duas formas como se desenvolvem o pensamento humano: uma é rápida, intuitiva e emocional; a outra, lenta, deliberativa e lógica. Para saber mais, acesse este link


O Poder do Hábito - Charles Duhigg (2012)

Repórter do New York Times, Duhigg propõe que o sucesso vem da compreensão de como os hábitos funcionam, e como é possível transformá-los. Durante dois anos, uma jovem mudou quase tudo em sua vida. Parou de fumar, correu uma maratona e foi promovida. Neurologistas descobriram que os padrões no cérebro dela mudaram de modo fundamental. Para saber mais, acesse este link.


Foco - Daniel Goleman (2014)

Jornalista de Ciências, Goleman também é autor do best-seller Inteligência Emocional (1995). Em Foco, ele defende que a atenção funciona de forma muito parecida com um músculo: se não o utilizamos, fica atrofiado; se o exercitamos, se desenvolve e se fortalece. Goleman argumenta que precisamos aprender a aprimorar nosso foco se quisermos prosperar no mundo complexo em que vivemos. Para saber mais, acesse este link.

E-book Comportamento

E-BOOK GRATUITO

Descubra como transformar sonhos em realidade utilizando a metodologia coaching na sua vida!