Baixe o E-book
SONHOS EM REALIDADE Grátis

PROCESSO
DE COACHING

O processo de Coaching é uma metodologia de transformação e parceria entre coach (profissional) e o coachee (cliente) com foco no alcance de metas pessoais e/ou profissionais, no qual o cliente tem apoio profissional embasado em uma metodologia cientificamente comprovada e aprovada para a descoberta e crescimento.

As normas pelas quais o processo de Coaching é medido na SLAC® Coaching reforçam e apoiam o desenvolvimento do coach, levando em consideração habilidades de comunicação com o respaldo das principais áreas do desenvolvimento humano, tais como neurociência e psicologia positiva, acompanhadas de pioneiros estudos realizados na Universidade de Harvard que, hoje, servem como os principais pilares da metodologia.

O processo de certificação internacional em Coaching da SLAC® Coaching certifica profissionais que demonstram um entendimento perspicaz de seus clientes, de tal forma que permite um processo de apoio que, efetiva e comprovadamente, enfatiza as potencialidades de cada cliente.

A primeira parte do processo de certificação em Coaching consiste em oito dias de treinamento que, normalmente, é realizado das 9h às 19h, de quinta a domingo. Este é o ÚNICO curso oficial de Coaching, no Brasil, reconhecido através dos principais órgãos de Coaching do mundo.

O QUE
DEFINE
PSICOLOGIA
POSITIVA

A felicidade sob o olhar da ciência

Ao longo do tempo, a Psicologia preferiu dar maior espaço e visibilidade a pesquisas sobre as doenças mentais e a questões menos saudáveis das pessoas. Dessa forma, a Psicologia clássica priorizou os distúrbios e deixou de lado aspectos emocionais mais construtivos, tais como o prazer, o bem-estar, do ponto de vista psicológico, a paz ou a satisfação com a vida. Por consequência, a ciência acabou por ignorar todos os benefícios que esses sentimentos podem proporcionar para as pessoas.

Já a chamada Psicologia Positiva, por sua vez, trata de pontos teóricos e práticos para ampliar o otimismo, a motivação e a resiliência, fatores necessários para se desenvolver um estado de bem-estar psicológico. Considerado o pai da Psicologia Positiva, o psicólogo norte-americano Martin Seligman, autor de "Felicidade Autêntica" e "Florescer", utiliza em suas obras os termos felicidade e bem-estar de modo intercambiável. Tais conceitos tão abrangentes são utilizados para descrever os objetivos de todos os esforços da Psicologia Positiva, incluindo sentimentos positivos, como êxtase e conforto, por exemplo, e atividades positivas, a exemplo de absorção e dedicação.

Porém é importante reconhecer que felicidade e bem-estar às vezes se referem a sentimentos, mas também podem referir-se a atividades em que não há sentimento algum.

Assim, felicidade e bem-estar são os resultados desejáveis da Psicologia Positiva.

Emoções positivas mais ricas

De acordo com Psicologia Positiva, existem diferentes maneiras de enriquecer as nossas emoções positivas. Por isso, Seligman divide-as em três espécies: aquelas voltadas ao passado, ao futuro e ao presente. Satisfação, contentamento, orgulho e serenidade são exemplos de emoções orientadas para o passado; já otimismo, esperança, confiança e fé são emoções orientadas para o futuro.

As emoções positivas voltadas para o presente, por sua vez, dividem-se em duas categorias essencialmente diferentes: os prazeres e as gratificações. A Psicologia Positiva classifica os prazeres em físicos ou maiores. Os prazeres físicos são emoções positivas momentâneas que vêm por meio dos sentidos: cheiros, gostos, visões e sons agradáveis, uma boa movimentação do corpo, sensações sexuais.

Já os prazeres maiores, embora também sejam momentâneos, decorrem de eventos mais complicados que os sensoriais, e podem ser definidos pelos sentimentos que despertam: êxtase, emoção, alegria, encantamento, divertimento, entusiasmo, conforto, relaxamento e outros do gênero. Os prazeres do presente e as emoções positivas sobre o passado e o futuro são a base dos sentimentos subjetivos. O julgamento final é do próprio indivíduo, mas muitas pesquisas comprovam que esses estados de ânimo podem ser testados e rigorosamente avaliados.

A vida agradável é uma que consiga alcançar as emoções positivas em relação ao presente, ao passado e ao futuro.

Poder das gratificações

Outra classe de emoções positivas em torno do presente são as gratificações. Ao contrário dos prazeres, porém, não são sentimentos, mas atividades que gostamos de fazer, como ler, viajar, dançar, conversar, jogar futebol ou xadrez, por exemplo. As gratificações absorvem completamente; bloqueiam a consciência; bloqueiam a emoção, exceto em retrospecto; e criam a experiência de fluxo, o chamado flow, um estado em que o tempo para e a pessoa fica completamente à vontade.

As gratificações não podem ser alcançadas nem intensificadas, permanentemente, sem que se desenvolvam forças e virtudes pessoais. A felicidade, que é o objetivo da Psicologia Positiva, não se resume a alcançar estados subjetivos momentâneos. Felicidade também inclui a ideia de uma vida autêntica.

Este não é um julgamento subjetivo, e autenticidade descreve o ato de obter gratificação e emoção positiva por meio do exercício das próprias forças pessoais, que são caminhos naturais e permanentes para a gratificação. As gratificações são o caminho para uma vida boa.

Em resumo, o conceito de vida boa é a utilização das suas forças pessoais para obter gratificação abundante nos principais setores da vida.

O que é felicidade?

Pela Psicologia Positiva, a lição que se tira das discussões sobre "O que é felicidade?" é que ela vem por muitos caminhos. Desse modo, torna-se indispensável desdobrar as virtudes e forças pessoais pelos principais setores da vida: amor, trabalho, criação de filhos e busca de um propósito. Portanto, isso implica em fazer das experiências do passado, do presente e do futuro as melhores possíveis; da descoberta das forças pessoais; e de sua utilização em todas as iniciativas que você considerar que valem a pena.

É bom frisar que um indivíduo "feliz" não precisa experimentar todas ou a maior parte das gratificações ou emoções positivas.

Uma vida significativa acrescenta mais um componente à vida boa: o engajamento das suas forças pessoais a algo maior. Portanto, além de tratar da felicidade, a Psicologia Positiva pretende ser uma introdução à vida significativa.

A vida significativa: utilização das suas virtudes e forças pessoais a serviço de algo muito maior.

Uma vida plena, nesse sentido, consiste em experimentar emoções positivas sobre o passado e o futuro, saboreando os sentimentos positivos que vêm dos prazeres, buscando gratificação abundante no exercício das forças pessoais e aproveitando essas forças a serviço de algo maior, para obter significado.

Felicidade Autêntica e Bem-Estar

A Psicologia Positiva propõe as teorias da Felicidade Autêntica e do Bem-Estar, que tratam de diferentes aspectos ligados às emoções positivas e de como ampliá-las, multiplicá-las e fortalecê-las. A Teoria da Felicidade Autêntica é constituída a partir de cinco pontos: emoção positiva, entrega, sentido, sucessos e relações com os outros. Em que entrega significa viver o momento presente; sentido se refere às idiossincrasias da vida; e sucesso diz respeito às pessoas que buscam se destacar em suas áreas.

Enquanto a Teoria da Felicidade Autêntica analisa como seria possível mensurar aspectos psicológicos das pessoas, por meio da satisfação com a vida, a Teoria do Bem-Estar, por sua vez, trata de como aumentar a emoção positiva, ou seja, as relações positivas e a autorrealização.

Desse modo, a Psicologia Positiva propõe técnicas para aumentar o bem-estar e diminuir fatores ligados à depressão. Entre essas práticas está o fortalecimento da gratidão, que é possível de ser exercitado, por exemplo, quando escrevemos uma carta para agradecer a uma pessoa importante em nossa vida. Outra estratégia sugerida é a de focalizar nas coisas boas que acontecem. Um modo de fazer isso é registrar três pontos que transcorreram bem ao longo de um dia, analisando as razões de terem ocorrido dessa maneira.

Uma terceira prática é o chamado exercício de forças pessoais. Trata-se de identificar quais são os seus pontos fortes e, a partir desse autoconhecimento, buscar novos modos de utilização e frequência. Um exemplo: alguém que identifique em si a criatividade como uma força pessoal pode optar por reservar duas horas à noite para começar a trabalhar em um roteiro. Com isso, a tendência é ampliar a sensação de bem-estar que vem da utilização dessa fortaleza, além de inúmeros resultados positivos relacionados.

O CONCEITO DO GROW

O Modelo GROW é uma das ferramentas mais usadas pelos processos de Coaching mais eficientes do mundo, tanto para maximizar o desempenho das pessoas em objetivos pessoais e de carreira quanto para empresas potencializarem seus resultados.

A ferramenta destaca, estimula e maximiza o potencial interno das pessoas por meio de uma sequência de perguntas estruturadas para criar uma conversa esclarecedora e objetiva entre o coach e o coachee de forma a identificar metas, instrumentos para ação, situação atual e opções para atingir as metas.

A proposta do GROW é despertar a consciência do coachee sobre sua vida atual e seus objetivos, bem como a ponte para ligar uma situação a outra. Além disso, destaca a responsabilidade do aluno sobre êxitos possíveis, tirando-o da zona de conforto e incentivando ao comportamento proativo. O método é objetivo e com resultados imediatos.

Image ilustrativa
Image ilustrativa

A sequência de perguntas estruturadas é a base para o treinamento contínuo e progressivo que ajuda a desbloquear o verdadeiro potencial do coachee, atuando diretamente sobre sua confiança e motivação, levando a benefícios em curto e longo prazo.

Em mais de quatro décadas de uso, o modelo GROW é comprovadamente uma das melhores ferramentas para estimular a produtividade, melhorar a comunicação e, consequentemente, as demais relações interpessoais. Quando aplicado ao cotidiano das empresas, o resultado objetivo é um ambiente de trabalho mais eficiente e satisfatório para seus integrantes, atuando, portanto, sobre os aspectos micro do desempenho (estimulando o indivíduo em suas particularidades) e macro (o conjunto de esforços que reflete nos resultados da organização).

O modelo GROW para estruturar diálogos

Existem algumas ferramentas que auxiliam o trabalho do profissional para uma Escuta Estruturada mais eficiente e que contribuem para o trabalho do profissional. É o caso da técnica de estrutura de diálogo em Coaching, metodologia que contempla sete fases para dar suporte ao coach no desenvolvimento das sessões. São elas:

Estado Atual
Meta
Realidade
Opção
O que fazer
Revisão
Plano de Ação

Essa estrutura é adaptada do modelo GROW, elaborado por Sir John Whitmore, que mostra o coach não como um especialista na vida do cliente, mas sim como um facilitador, um profissional que apoia o coachee na escolha das melhores opções, sem oferecer conselhos ou opiniões que interfiram na direção.

O modelo GROW é uma abordagem reconhecida e comprovada, uma forma do cliente traçar um plano de voo: primeiro o coach começa com um mapa e apoia o cliente a decidir para onde ir (Meta) e determinar onde se encontra atualmente (Realidade). Em seguida, podem ser exploradas várias maneiras de fazer a viagem (Opções) e, na etapa final, o coach e o cliente estabelecem a vontade dele (Querer), assim, garantindo que o coachee fique empenhado em fazer a viagem em busca de seus objetivos, preparado para as condições e os obstáculos encontrados ao longo do caminho.

COMO FUNCIONA A COMUNICAÇÃO DO COACHING

Algumas dicas valiosas para melhorar a sua performance e desenvolver com eficácia a sua consulta com o cliente:

icone

Esteja envolvido, focalizado e motivado com a situação do seu cliente.

icone

Observe atentamente o cliente (tudo o que ele demonstra de forma verbal e não verbal).

icone

Deixe o seu cliente falar as frases até o fim, seguindo atentamente o seu raciocínio.

icone

Respeite os silêncios dos clientes e aproveite para pensar.

icone

Deixe o cliente vagar por vários assuntos caso isso aconteça. Isso pode ser fundamental para conseguir compreender o cerne da questão a ser trabalhada.

icone

Mantenha uma atitude positiva e com foco na solução.

icone

Observe expressões, referências e palavras positivas que o próprio cliente utiliza para tirar proveito delas ao comunicar-se com ele e gerar empatia.

icone

Usar das mesmas expressões do cliente permite, ainda, que se crie um sentido específico para as palavras, sempre pautado no entendimento dele.

icone

Esteja com o foco na agenda do cliente e não na sua própria agenda.

icone

Compreenda as preocupações, os objetivos, os valores e as crenças do cliente, sobre o que ele pensa que é possível e não é possível.

icone

Faça um resumo, reformule e reitere o que o cliente diz de forma que ele tenha certeza que está sendo compreendido.

icone

Use as mesmas palavras que o coachee para mostrar que está atento, porém sem repetir expressões inteiras para não parecer mera imitação ou bajulação.

icone

Encoraje, aceite, explore e dê reforço positivo para que o cliente exprima as suas emoções, percepções, preocupações, crenças, sugestões, os seus sentimentos, etc.

icone

Integre e promova a construção do raciocínio a partir das ideias e sugestões do cliente.

icone

Ajude o cliente a chegar à essência da questão, assim, evitando descrições infindáveis.

O que não fazer durante um processo de Comunicação:

icone

Desviar a sua atenção para assuntos não relacionados com a situação em pauta.

icone

Mostrar-se distraído e pouco interessado.

icone

Pensar que é capaz de antecipar aquilo que o cliente vai dizer ou que já conhece o desfecho da situação que ele está relatando.

icone

Fazer juízo de valor em relação ao que está ouvindo.

icone

Transmitir postura, gestos ou expressões que inibam a expressividade do coachee.

icone

Anotar revelações delicadas do cliente sem a devida discrição diante dele. Isso pode inibi-lo.

icone

Olhar para o relógio sem a devida discrição para ver o tempo que falta para terminar a sessão. Uma dica é ter um relógio colocado num ponto estratégico da sala, ou conseguir olhar para o relógio do cliente.

Papel essencial no processo de Coaching: rapport

Conhecido na literatura do campo da Psicologia como rapport. Essa palavra é original na língua francesa, remete a sincronização, harmonia, afinidade, concordância. O termo foi adotado por psicólogos americanos para batizar uma técnica de comportamento: a capacidade de criar conexão com outra pessoa, para compartilhar interesses e sentimentos em comum, seja para trabalhar, conversar, amar, constituir família ou realizar grandes planos.

Uma pessoa boa na criação de rapport tem as aptidões necessárias para se relacionar com facilidade, ou seja, reúne empatia, autenticidade, honestidade, identificação, é feliz consigo mesma e não julga os outros. Como o rapport é uma espécie de catalisador da colaboração, quem possuir capacidade de criar rapport é um comunicador competente, porque é por meio dessa conexão que se abrem novos campos e possibilidades.

Benefícios da técnica

Com o rapport, o indivíduo pode se colocar no lugar da outra pessoa com quem conversa ou se relaciona, relaxando, gerando empatia. O interlocutor se sente seguro, observando que o outro pensa como ele e então se sente mais tranquilo para aprofundar a conversa e o relacionamento. Quando essa atmosfera de confiança mútua se estabelece, você ganha um parceiro para uma boa amizade, sociedade, amor, militância ou empreendimento.

É importante ressaltar que o rapport não deve ser usado para manipular pessoas e tirar vantagem. Se o outro perceber que você tem esse fim, jamais se sentirá à vontade e seguro ao seu lado, o resultado será oposto. Como o rapport é uma espécie de catalisador da colaboração, quem possuir capacidade de criá-lo é um comunicador competente, porque é por meio dessa conexão que se abrem novos campos e novas possibilidades.

Ao criar rapport com alguém, tudo o que você compartilhar com essa pessoa fluirá melhor. O verdadeiro rapport não pode ser forçado e, às vezes, depara-se com pessoas que parecem não querer criá-lo conosco, nesse caso, é melhor decidir até que ponto convém investir energia no relacionamento.

O QUE NÃO É COACHING

Muitas pessoas confundem o Coaching com outros métodos, achando que tudo é a mesma coisa, por isso é sempre válido lembrar a diferença entre consultoria, terapia, treinamento, aconselhamento e mentoring.

Quantas vezes você participou de treinamentos de um, dois ou três dias que lhe deixaram a sensação momentânea de que você seria capaz de resolver todas as suas questões, mas que, com o passar dos dias, aquela sensação positiva se tornou seu pior pesadelo?

Muitas empresas de treinamento de Coaching utilizam estímulos em suas formações, que consistem em imagens e músicas, com volume excessivo, que geram um alto impacto nas pessoas, mas sem se preocuparem com o real desenvolvimento de quem investe em seus treinamentos.

Image ilustrativa
Image ilustrativa

As dinâmicas, muitas vezes absurdas, e os exercícios fazem com que as pessoas ingressam em um estado de catarse, ou seja, um estado de consciência alterada, em que entram num processo emocional e, a partir disso, começam a achar que têm superpoderes.

Isso é totalmente prejudicial às suas vidas em longo prazo, pois, com o passar dos dias, imersas nesse treinamento, voltam-se à dura realidade, na qual não foram desenvolvidas para lidarem com as situações cotidianas.

Estímulos como esse fazem com que a pessoa entre em uma situação extremamente perigosa e autodestrutiva, pois quanto mais ela sentir que aquela sensação momentânea passou, mais vai procurar outras formas de suprir novamente essa necessidade, assim, voltando-se a outros estímulos disfarçados de treinamentos.

Entenda a
diferença de
Coaching e
demais
processos:

CONSULTORIA:

É o ato de um cliente fornecer, dar, solicitar e pedir pareceres, opiniões ou estudos a um especialista contratado para que este auxilie, apoie e oriente o trabalho.

TERAPIA:

Meio ou método utilizado para tratar determinada doença ou estado patológico, para isso, utilizando questões do passado da pessoa.

TREINAMENTO:

Ação de ensinar alguém a realizar determinada tarefa ou chegar ao resultado esperado.

ACONSELHAMENTO:

É o ato de tentar persuadir ou convencer uma pessoa a fazer algo. Recomendar alguém a fazer algo.

MENTORING:

É feito por um profissional que tem muita experiência em sua área de atuação e que é designado a aconselhar alguém que esteja iniciando em uma determinada área.

Nessa mistura de técnicas que o mercado traz, muitas pessoas acabam se iludindo com falsas promessas de falsos profissionais.

- Sulivan França

O PROCESSO DE CERTIFICAÇÃO INTERNACIONAL

Possuímos e certificamos o mais avançado programa de desenvolvimento de coaches do Brasil e do cone sul-americano, reconhecido pela grande indústria mundial como a Elite do Coaching.

Após as horas de treinamento, durante oito dias de monitoramento, apoio e feedback diário sobre o seu desempenho, você estará apto a ATUAR como coach e se tornará membro da SLAC® Coaching, passando a fazer parte da Elite do Coaching no Brasil e com o privilégio de usufruir do título de Professional Coach Certification. Com este título você garante mais credibilidade e know-how de anos de metodologia reconhecida, podendo desfrutar de todos os benefícios por nós oferecidos.

Antes, durante e após nosso programa de formação e certificação internacional, nossos membros ampliam seus conhecimentos e aprendizagem com foco no ambiente corporativo e organizacional, garantindo a continuidade de seu sucesso profissional como coach membro.

Tutoria vitalícia, este é um diferencial oferecido pela SLAC® Coaching - Sociedade Latino Americana de Coaching, única organização no mundo a oferecer apoio e aprendizagem continuada a seus membros.

Hoje, possuímos o que há de mais avançado em programa de formação internacional de coaches, com a maior carga horária do Brasil!

Ao todo são mais de 600 horas de treinamento que abrange diversas áreas, como: Life Coaching, Executive Coaching, Leader Coach, Team Coach, Master Coach e MBA em Coaching reconhecidos pelo MEC, órgão máximo da educação no Brasil.

Com um custo-benefício excelente, você terá acesso a ferramentas e metodologia mais dinâmicas e atualizadas da atualidade, tudo isso para garantir um desenvolvimento em Coaching, que sobretudo possui resultados comprovados e que cada vez mais é pré-requisito para a contratação de coaches no mercado nacional e internacional.

Apresentar-se como um coach formado e credenciado pela SLAC® Coaching lhe garante um respaldo ascendente no cenário nacional e que, cada vez mais, é sinônimo de qualidade e credibilidade, tanto para grandes organizações como para a mídia nacional.

Certificação Internacional reconhecida e aprovada pelos principais órgãos de Coaching do mundo!

Image da sala de aula

VOCÊ FARÁ SUA FORMAÇÃO COM OS MELHORES!

Nosso grupo de Master Coach Trainers possui formação e experiência comprovada através de grandes cases conhecidos nacionalmente. Mais do que conhecimento técnico, eles possuem experiência comprovada de sucesso com atuação em grandes empresas, como: Toyota, Serasa Experian, Sabesp e Mitsubishi, entre outras. Com essa ampla bagagem de conhecimento, irão compartilhar com você os segredos necessários para se tornar um excelente coach.

Reconhecidos nacional e internacionalmente como autoridades em Coaching na excelência e performance humana, atuaram como executivos de sucesso em empresas multinacionais.

QUALIDADE COMPROVADA!

A SLAC® Coaching é a empresa de Coaching que mais forma profissionais nesta área, a única com cases que comprovam a eficácia de sua metodologia.

Por mais de uma década, estamos empenhados em disseminar e esclarecer quais são os conceitos, técnicas, ferramentas e best practice em Coaching, estas são capazes de contribuir para a evolução das pessoas, negócios e/ou organizações através de um sistema de ganha-ganha.

Ao adicionar em seu currículo o título de coach membro da SLAC® Coaching - Sociedade Latino Americana de Coaching, acompanhado do título de PCC® - Professional Coach Certification, você ganhará credibilidade, respeito e admiração no meio corporativo.

Image da sala de aula
Image da sala de aula

RECONHECIMENTO, RESPEITO E ADMIRAÇÃO PROFISSIONAL

A SLAC® Coaching é o único centro de excelência em Coaching na América Latina, referência para a mídia e a grande indústria nacional e multinacional. Todos os nossos membros possuem uma metodologia que garante a excelência em seus atendimentos em sessões de Coaching e também uma qualificação técnica e profissional que abrange e solidifica sua respeitada credencial de coach membro SLAC® Coaching, tornando, assim, reconhecidos os trabalhos e resultados oferecidos e alcançados com seus clientes, sejam pessoas ou organizações.

PROGRAMA COACHING PARA COACHES!

Quando tornar-se um coach membro da SLAC® Coaching, você passa a trocar conhecimentos, serviços e boas práticas com outros coaches através do nosso programa interno de Coaching para Coaches, que garante a todos os nossos alunos um desenvolvimento e apoio com a experiência de outros membros, você estará conectado a maior rede de coaches da América Latina. Este benefício garante a você uma ampla rede de networking.

Image da sala de aula

DESCUBRA COMO TRANSFORMAR SONHOS EM REALIDADE UTILIZANDO A METODOLOGIA COACHING NA SUA VIDA!

- E-book gratuito -

Horário

De Seg. a Sex.
9:00 - 18:00

Telefone

0800 885 5604

A lógica pode levar de um ponto A a um ponto B. A imaginação pode levar a qualquer lugar

WhatsApp