A educação é uma das áreas mais férteis para a implantação de metodologias como o coaching, principalmente porque o professor cumpre papel relevante na formação profissional. Atualmente, o mercado de trabalho é extremamente desafiador, os candidatos devem estar preparados para fornecer resultados cada vez mais surpreendentes, sem desperdício de energia ou de tempo.

Transforme sonhos em realidade

Com o coaching, receberão suporte de ferramentas focadas no desenvolvimento de competências, para extrair a melhor essência do profissional, revelando seu verdadeiro potencial e apoiando na execução das estratégias mais adequadas.

Coaching para Professores

Os professores vão encontrar no coaching uma variedade de recursos que vão se somar às habilidades já adquiridas na sua formação profissional, aperfeiçoamento e em outras oportunidades, o que lhes possibilitará uma carreira docente ainda melhor, com empatia e motivação.

O coaching dá suporte ao crescimento pessoal do indivíduo, fazendo-o adquirir engajamento e a compreensão de que ele é o único responsável por suas atitudes.

Um professor que aplica as ferramentas de coaching em sua atividade diária certamente consegue estimular nos alunos a vontade de aprender e a ter responsabilidade por seus atos. Os docentes aprendem a utilizar questões inteligentes para provocar um pensamento sistêmico nos alunos, motivando a busca por respostas e a descoberta de novos caminhos, ao invés de utilizar respostas triviais, já existentes.

Um professor com formação em coaching torna-se capaz de fazer o aluno identificar onde está o erro, estimulando o pensamento crítico e motivando melhor interação diante do conteúdo transmitido em sala de aula. O docente se torna especialista em relações pessoais, por compreender o quanto isso é importante para a qualidade de vida e obtenção de bons resultados.

Entenda a importância do pensamento positivo.

O professor também aprende a lidar individualmente com cada aluno e desenvolve uma espécie de assertividade, acionando sempre os pontos mentais adequados para que cada um se dedique aos estudos da melhor forma.

O Objetivo do Coaching

Um dos objetivos do coaching é fazer as pessoas entenderem que o ser humano é singular, possui uma individualidade e um tempo certo para seu desenvolvimento. Essa metodologia vai dar o  suporte para que essa evolução seja alcançada e contínua.

Entre os aspectos técnicos e metodológicos, é essencial que um professor conquista a confiança dos alunos, entendendo suas necessidades para saber onde deve readequar a forma de transmitir seu conteúdo. Nesse aspecto, a escuta atenta e estruturada é importante, devendo ser focado nas reais necessidades da sala.

O docente deve ter habilidade e concentração para entender o que o aluno diz, esforçando-se para compreender o contexto e fazer os apontamentos pertinentes ao aprendizado.

Durante as arguições, deve solicitar que a pessoa seja mais clara alguns pontos, inclusive para toda a sala poder entender e acompanhar seu raciocínio, provocando a interação e demonstrando que está interessado na assimilação do conteúdo por parte dos alunos.

Como estabelecer um plano de ação?

Desenvolvendo Inteligência Emocional

A inteligência emocional, uma das ferramentas mais poderosas para as relações pessoais, também deve ser bem assimilada pelos professores. Esse conceito está relacionado com a "inteligência social", onde uma pessoa emocionalmente inteligente tem capacidade de identificar as emoções com maior facilidade. Essa competência é responsável por grande parte do sucesso e pela habilidade de liderar pessoas.

De certa forma, o modo como os professores gerenciam as emoções próprias e das outras pessoas pode ser relevante para determinar sua felicidade e sucesso profissional.

Algumas características como motivação, autorregulação, empatia, habilidades sociais e autoconsciência são consideradas pré-requisitos de inteligência emocional. Na docência, é necessário ser autoconsciente, principalmente porque um professor deve conhecer suas capacidades e ter autonomia para dar suporte aos seus alunos.

Essa característica o torna dependente de sua inteligência emocional, principalmente porque conduzir pessoas ao aprendizado é uma tarefa complexa, requer controle, autoconfiança, visão de futuro e planejamento estratégico, ou seja, habilidades de inteligência emocional.