Que o coaching é um processo transformador, uma metodologia diferenciada, que traz resultados extremamente positivos, não temos nenhuma dúvida aqui. O que também temos certeza é de que a metodologia afeta todas as áreas da vida do coachee, a forma como ele vê o mundo, a maneira como se relaciona, os comportamentos, hábitos e atitudes.
 
Daí a necessidade de se tratar a questão da responsabilidade do coach para além do processo, do cuidado que se deve ter, da estratégia e da abordagem, pois como uma ferramenta poderosa que é, e com o nível de envolvimento e entrega do coachee, há de se ter uma atenção até que ponto ele está tendo resultados benéficos na sua vida pessoal e profissional, identificando perdas e ganhos, capacidade de correr riscos calculados, e a habilidade do coachee distinguir iniciativa de impulsividade e persistência de teimosia,  entre outras coisas.
 
Como o processo de coaching se trata de algo com relativo grau de profundidade na vida do ser humano, temos que ter ciência do quanto as perguntas e ferramentas utilizadas pelo coach podem jogar para cima ou para baixo um ser humano, psicologicamente falando. Por isso, é fundamental o estudo dos comportamentos e características do cliente, seu perfil, e ainda um aprimoramento constante e contínuo do profissional em outras áreas do conhecimento, como psicologia e PNL. Conhecimento é poder, e fazer o bom uso dele é nosso constante desafio.
 
Compreender a mente humana, suas teorias e conceitos, entre outras coisas, embasam a prática do processo e garantem sua eficácia, minimizando os riscos do coachee se sair bem no processo e se sair muito mal na vida ao seu entorno.
Transforme sonhos em realidade
 
Alinhar metas, praticar, motivar, apoiar fazem parte do processo sim, e essa dinâmica é fundamental para os resultados. Para a frente, sempre, visão de futuro, mas sem desconsiderar que temos ali um ser humano com forças e fraquezas, limitações e possibilidades. E que na vida dele existem outras pessoas e situações envolvidas.
 
O coach deve estar atento, perceptivo, presente e ser sabedor da tamanha responsabilidade que tem na vida do coachee, pois sua proximidade o torna uma referência, e queremos ser influências positivas, sempre.



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.