Cada vez mais as pessoas buscam a evolução pessoal e profissional.

E tenho notado, durante esse percurso, que as crenças limitantes ainda são responsáveis por impedir o crescimento tão cobiçado.

Considerando essa dificuldade e o papel do Coaching na busca pelas metas e sonhos dos indivíduos, elaborei este artigo que explica mais a fundo o que são as crenças limitantes e, principalmente, apresentar algumas dicas de como vencê-las.

Se este é um assunto que interessa, espero que esse texto agrade e possa ser de grande contribuição.

O que são crenças limitantes?

Crença é a ação de crer. É relativa a algo em que um indivíduo acredita.

A crença está acima do conhecimento e da verdade. 

Isso porque uma pessoa que crê tem a convicção de algo mesmo sem provas e fatos. É como se fosse um saber próprio, que nem sempre consegue ser justificável.

Geralmente, essa confiança advém de aspectos culturais e é interiorizada a partir das crenças de pessoas ao nosso redor. 

Também são comuns após experiências traumáticas e marcantes.

Quando dizemos que uma crença é limitante, nos referimos aos credos que impedem a realização de alguma ação. São observados comportamentos sabotadores que, comumente, estão relacionados a medos.

Como as crenças limitantes atrasam metas e sonhos? 

Primeiramente, um indivíduo que tem uma crença limitante não tem a coragem necessária para enfrentar um desafio e ter resultados significativos. Ele prefere se acomodar à situação atual, ficar preso à zona de conforto e poder viver se questionando sobre o que poderia ser diferente se conseguisse arriscar. 

Mas, ao mesmo tempo, tem a convicção de que não é capaz de alcançar o  que deseja.

Nessa condição, uma pessoa com crenças limitantes desiste de perseguir as suas metas e sonhos. Ou, se decide buscá-los, apresenta atitudes controversas, capazes de provocar o próprio boicote.

A grande questão que envolve as crenças limitantes é justamente a dimensão que elas atingem e a forma que comprometem negativamente a satisfação e o sucesso de um indivíduo. 

Garanta agora o seu ingresso para o evento que vai mostrar o passo a passo para você transformar os seus sonhos em metas alcançáveis!

30 de novembro e 01 de Dezembro de 2019 - 9h às 18h
Centro de Convenções do Expo Center Norte

5 passos para enfrentar e vencer as crenças limitantes 

Agora que já abordei o que são as crenças limitantes e como elas podem atrapalhar as conquistas, vamos à prática.

Listo abaixo cinco passos que precisam ser praticados por quem quer dar a volta por cima e deixar os comportamentos sabotadores para trás.

1. Conhecer e identificar as crenças limitantes 

Os primeiros passos para vencer as crenças limitantes consistem em entender o que são e os atrasos que elas podem causar na vida dos indivíduos.

Uma vez que essa conscientização é realizada, há consistência para fazer uma autorreflexão e exercitar o autoconhecimento em busca das crenças existentes.

Identificá-las é um processo complicado e pode também ser doloroso para algumas pessoas. 

No entanto, é extremamente importante ter o senso de que as crenças limitantes são responsáveis por problemas maiores, como sensação de incompetência, frustração e insucesso.

Portanto, uma forma de reconhecê-las é dar atenção aos pensamentos que aparecem quando propósitos são traçados. Por exemplo: querer comprar um imóvel, mas acreditar que não tem capacidade de alcançar esse objetivo.

O fato de duvidar do potencial ou de não se ver como merecedor da conquista é uma crença limitante. 

E, se não for tratada, pode originar comportamentos que sabotam os desafios e as vitórias. 

2. Descobrir a origem das crenças limitantes 

Uma volta ao passado ajuda a encontrar as causas que levaram o indivíduo aos medos existentes e às crenças limitantes.

Mas deve-se ter um cuidado especial com essa prática, para não ficar remoendo os antigos acontecimentos. 

Algumas pessoas, ao recordar os episódios, costumam relembrar também o sofrimento. Isso faz com que arrependimentos e angústias prejudiquem o indivíduo na tentativa de se livrar das crenças limitantes.

É importante ter em mente que essa dinâmica é apenas parte de um processo que tem uma finalidade muito maior e benéfica.

Grande parte das pessoas encontra as causas das crenças limitantes na infância, com base em experiências traumáticas e constrangedoras. 

Às vezes, por falta de apoio dos pais e colegas ou, simplesmente, por seguirem os aconselhamentos e diretrizes que lhes foram dados.

Independentemente das razões, descobrir as raízes das crenças limitantes é o que possibilitará entender os impedimentos atuais e buscar a mudança e a evolução desejadas.

3. Aceitar que as crenças existem e assumir a necessidade da mudança 

Todos os seres humanos possuem crenças limitantes. Isso não é exclusivo a um determinado grupo, por exemplo.

Além disso, as crenças são diversas e podem estar relacionadas a assuntos distintos.

Um erro bastante comum dos indivíduos é se diminuir e achar que é menos do que alguém, por ter medos e concepções diferentes dos outros.

Na realidade, a postura que precisa ser assumida é oposta a esse pensamento. 

Deve-se, sim, aceitar as crenças existentes e compreender que elas representam as características pessoais e as vivências anteriores.

O que não deve ser feito é se conformar com elas. Afinal, se algo é prejudicial e impede o crescimento, precisa ser corrigido.

Portanto, é fundamental, além de reconhecer as crenças, acreditar em si mesmo e na capacidade de promover as mudanças necessárias. 

4. Trocar as crenças limitantes por crenças fortalecedoras 

Livrar-se de crenças limitantes é um processo que exige empenho e pode levar tempo. Até porque, muitas delas acompanham os indivíduos desde crianças.

Uma técnica poderosa para vencer essas convicções que atrapalham a evolução pessoal consiste em realizar substituições.

No Coaching, costumamos usar a escrita como ferramenta para diversas ações. E, neste caso, também pode ser utilizada.

Deve-se anotar em um papel as crenças limitantes identificadas e ao lado delas criar novas crenças, chamadas de fortalecedoras.

Por exemplo: trocar a crença "as coisas sempre dão errado comigo" por "tudo o que eu fizer dará certo". Ou "não tenho habilidade para desempenhar essa tarefa" por "eu tenho diversas habilidades que podem me ajudar a realizar essa tarefa".

Aos poucos, esse exercício ajuda uma crença fortalecedora a se tornar um hábito.

5. Ajustar o mindset e transformar as crenças fortalecedoras em hábito 

Substituir crenças limitantes por crenças fortalecedoras é um importante movimento para aqueles que pretendem vencer os comportamentos sabotadores.

Apesar de ser um método muito eficaz, outros fatores precisam ser considerados para que novas crenças sejam formadas e, definitivamente, virem hábitos.

Pode-se dizer que realizar uma nova configuração mental, ou ajustar o mindset, é imprescindível.

A mente deve ser condicionada a acreditar nessa nova realidade, ou seja, visualizar o que se deseja alcançar e fazer com que o cérebro trabalhe para que os resultados sejam atingidos.

Se necessária, ainda é válida uma mudança de ambiente, de grupos de convívio, de rotina e de atividades.

Promova a mudança que você precisa com o Coaching 

Como destaquei no começo deste artigo, as crenças limitantes fazem parte do processo de transformação e desenvolvimento dos indivíduos.

O problema é que elas assumem uma grande relevância, sendo capazes de impedir o crescimento, seja ele pessoal ou profissional.

As dicas mencionadas acima ajudam a lidar com as crenças, mas, para vencê-las de uma vez por todas, uma mudança sólida e duradoura precisa ocorrer.

Nesse contexto, o Coaching é uma metodologia muito eficaz. 

Exercitar o autoconhecimento e despertar novos insights pode ser mais difícil quando há a decisão de fazer isso sozinho.

É importante contar com o apoio de técnicas, ferramentas e profissionais especializados na condução de comportamentos que minimizem as vulnerabilidades, como as crenças limitantes.

Além disso, o Coaching pode auxiliar no desenvolvimento de outros aspectos importantes que colaboram com o alcance de metas, objetivos e sonhos.

Conclusão

Então, após ler este artigo, como se sente em relação às crenças limitantes? 

Fica o convite para que possa exercitar o autoconhecimento e a mudança necessária para alcançar as realizações que tanto deseja.

Nessa hora, tenha o Coaching como a metodologia ideal para o seu crescimento, o que você acha de MUDAR SEUS RESULTADOS de uma vez por todas e aprender a deixar para atrás tudo que te limita? 

Vamos nessa?