Programação Neurolinguística (PNL) é uma potente ferramenta de trabalho para profissionais do comportamento humano, que podem incorporá-la com sucesso em atendimentos individuais ou trabalhos em grupo.

Com ela, os coaches podem apoiar seus clientes a utilizarem o cérebro para alcançar qualquer resultado e obter excelência em qualquer campo de interesse.

Vale lembrar que, ao fazer um curso de coaching, o profissional não acessará os conhecimentos sobre PNL. Isso porque as técnicas são distintas. Porém, um coach pode se aperfeiçoar fazendo cursos de PNL.

Como funciona a PNL?

A PNL produz padrões de pensamentos emocionais, comportamentais e comunicacionais que se apresentam de forma consciente ou inconsciente no dia a dia. Com base nisso, é possível intervir nesses dados de modo a obter respostas emocionais ou comportamentais positivas, alterando padrões que limitem o crescimento pessoal ou profissional do indivíduo.

A pessoa pode mudar o que quer em sua vida, de forma rápida e sem grandes esforços. Com rapidez nos resultados, a PNL age sobre as estruturas ou registros inconscientes e específicos baseados nas mudanças desejadas, economizando-se tempo e dinheiro.

Atualmente, esse processo é um dos mais eficientes para processos de mudanças breves e objetivas em questões emocionalmente complexas, como depressão, vícios, fobias, pânico, insegurança e timidez, além de questões mais simples como dificuldade de estudar ou resistência para praticar exercícios.

A importância do pensamento positivo

É possível atingir os objetivos diários evitando frustrações e mal-estar.

Quando a pessoa acordar pela manhã ela deve se perguntar se está disposta a dar o melhor de si para garantir um bom dia e ter suas próprias respostas. É preciso visualizar coisas positivas e determinar a felicidade como um objetivo, sentar-se por cinco minutos e fazer uma lista de como alcançá-la no dia.