O coaching como ferramenta para gestores

Os gerentes possuem habilidade para o que fazem, mas em muitos casos tem deficiências relacionadas a aspectos comportamentais, ou seja, entendem pouco do comportamento humano. Mas as empresas precisam de líderes, que se distingam de gestores por terem domínio de comportamento e habilidade para inspirar as pessoas a trabalhar e a desenvolver seu potencial.

Esses gestores precisam entender como os funcionários pensam e o que esperam da empresa. Por isso, o coaching é essencial como ferramenta de gestão de pessoas, já que o coach apoia os funcionários na busca pelo foco pessoal e profissional, colaborando para a construção de um ambiente harmônico no trabalho. Conhecê-los melhor e descobrir seus potenciais é uma alternativa para direcionar suas atividades, aumentar a motivação e permitir novas possibilidades na carreira.

Os resultados do processo de coaching

O coaching atua no processo de gestão, dando suporte aos funcionários de uma empresa no que diz respeito a encontrar o foco no âmbito profissional e pessoal em suas vidas, gerando excelentes resultados para as organizações corporativas.

Isso é importante porque os investimentos em tecnologia ou estrutura, embora aumentem a produtividade, não são suficientes caso os funcionários não contribuam da forma esperada. O empenho abaixo do esperado pode ter várias causas, como falta de expectativas com crescimento dentro da empresa, salários baixos ou mesmo problemas na vida pessoal.

Funcionários não são números

Vale salientar que a responsabilidade de administrar empresas ou departamentos vai muito além da necessidade burocrática, do foco na saúde financeira ou no bom andamento dos setores. Na boa gestão, os funcionários são peças-chave para a engrenagem, precisam ser compreendidos e motivados.

O coaching possibilita que as pessoas se tornem mais fortes e produtivas por meio de metodologias que abordam diversos aspectos como visão e missão pessoal e da organização, descoberta pessoal e realização do potencial.