Como começar o processo de coaching

Aprender habilidades de coaching é uma tarefa relativamente fácil e, no ambiente de um workshop, a maioria das pessoas pode conseguir certo nível de proficiência em poucos dias.

Os problemas surgem quando as pessoas retornam ao seu local de trabalho, onde o negócio, a cultura dominante e as expectativas de colegas, chefe e subordinados tendem a minar as boas intenções apresentadas no fim do workshop. Embora as habilidades sejam realmente importantes, um coach ainda inexperiente, mas que seja uma boa pessoa, é muito melhor que alguém que não sabia fazer nada do coaching.

Não tenho certeza se é possível ser um “mau” coach se a pessoa tem boas intenções: um “jogo interno” sólido resulta em um “jogo externo” também sólido.

Começar como gerente de linha

As opções apresentadas a seguir não são as únicas formas de começar o coaching dos seguidores, trata-se simplesmente de métodos comprovados pelos participantes dos programas da School of Coaching. Muitos deles podem ser usados em conjunto.

Durante a avaliação ou revisão de desempenho

O processo de coaching começa na avaliação ou revisão de desempenho. Não só o gerente de linha estará usando suas habilidades de coaching para definir e acordar os objetivos e medidas de sucesso, como também os resultados desses eventos incluirão um conjunto de objetivos para o player tentar alcançar, a maioria dos quais se encaixará aos objetivos do coaching.

A base para um coaching contínuo, em reuniões particulares mensais, é então estabelecida. Além disso, muitas pessoas com as quais trabalhei têm um assunto na pauta das reuniões mensais que diz respeito ao relacionamento direto com os subordinados.

Com a construção da confiança ou interação pessoas, questões subjacentes que têm impacto no desempenho são trazidas para essas reuniões, como a autoconfiança ou outros relacionamentos. Você pode ter começado a entender com isso que acredito que a realização de reuniões particulares mensais com subordinados não é apenas uma questão de “prática ideal”, mas sim de importância crítica. Esse método tem uma vantagem sobre muitos outros, já que o player do futuro já terá experimentado o coaching na reunião e terá uma ideia de onde está pisando.

Paralelo entre tarefas, projetos ou programas de mudança

Introduzir o coaching para ajudar indivíduos ou equipes a completar tarefas importantes ou projetos, bem como o processo de uma iniciativa de mudança, é, indiscutivelmente, o caminho de maior sucesso para a implantação do coaching. Torna claro que o coaching não é uma nova moda na organização. Na verdade, coloca o coaching no seu contexto adequado: desempenho e aprendizagem. Ao mesmo tempo que uma nova tarefa é oferecida ao indivíduo ou à equipe, o gerente de linha pode oferecer suporte por meio de coaching.


Esse texto possui informações extraídas do livro Coaching Eficaz de Myles Downey, editora Cengage Learning, 2010.