São muitos os motivos que levam as pessoas a contratarem um processo de Life Coaching, e entre eles podemos destacar o desejo de melhorar algo na carreira, tomar decisões importantes, encontrar o equilíbrio entre vida profissional e pessoal, aprimorar o relacionamento amoroso, e muitos outros motivos. 

Porém, é notório que em todos os casos há uma insatisfação com o estado atual e é exatamente esta insatisfação que gera o desejo de mudar algo em si ou no seu ambiente, para então alcançar o estado desejado.

É nosso trabalho como coaches apoiar nossos clientes, gerando estímulos e insights, no intuito de aproximá-lo de sua meta. Para isso, utilizamos com muita frequência uma ferramenta denominada Perdas e Ganhos que possibilita ao cliente obter mais clareza sobre os efeitos que tais mudanças podem ocasionar.

Apesar de ser uma ferramenta de fácil aplicação, no qual o coachee argumenta sobre as variáveis positivas e negativas que implicam a transição do estado atual para o estado desejado, é preciso estar atento a um detalhe que faz toda a diferença para que possamos de fato gerar movimentos significativos e duradouros em nossos clientes. 

Devemos estar atentos para não nos concentrarmos somente nos Ganhos e acabarmos por negligenciar o fator Perdas, uma vez que a relevância dos argumentos encontrados nessa vertente pode influenciar fortemente o coachee, desmotivando e provocando a estagnação.

Durante as sessões que realizo em processos de Life Coaching, observo que lidar com as Perdas sob uma perspectiva diferente, com um olhar atento para encontrar possibilidades, faz total diferença nos resultados alcançados com a ferramenta. Com os questionamentos, provoco o coachee a enxergar um mundo de probabilidades, onde cada Perda é ressignificada e compreendida como uma nova oportunidade.

Nossos coachees mesmo que motivados a realizar as mudanças necessárias para atingir um objetivo podem, em determinados momentos, sentir medo do desconhecido, pois é compreensível que se sintam confortáveis dentro da zona de segurança que o estado atual oferece. Por este motivo, é tão relevante para o sucesso do processo de Life Coaching trabalhar a ferramenta Perdas e Ganhos, de forma a ampliar as expectativas positivas de nossos clientes.

Lembre-se que é preciso ter coragem e confiança para utilizar de possíveis Perdas como alavancas no processo de transição e tais forças só serão adquiridas se o coachee obtiver muita clareza sobre os benefícios da mudança.

Contudo, cabe a nós coaches conduzir a ferramenta, assim como todo o processo, questionando qualquer informação que possa paralisar nossos clientes e guiá-lo de maneira que ele mesmo possa identificar as oportunidades escondidas dentro de cada problema.

Transforme sonhos em realidade


Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.