O Coaching surgiu na minha vida de uma forma bem peculiar, na verdade nunca fui um coachee, nem mesmo a minha curiosidade foi suficiente para a aproximação com este processo, pelo menos de uma forma mais impactante.

Em busca do autoconhecimento e do autocontrole, lendo Daniel Goleman, conheci a Inteligência Emocional, e esta, por conseqüência, me levou ao MBA Executivo em Desenvolvimento Humano e Psicologia Positiva. Esse não é o começo, mas parte da história que me levaria ao coaching.

O aprendizado é algo tão fantástico que uma coisa vai ligando a outra e o saber vira uma estrada sem fim, tanto é que cursando o MBA tive contato com alguns coaches, o contato por si só não foi decisivo também, mas claro, ascendeu aquela luzinha da curiosidade e necessidade de aprofundamento do saber: O que éde fato o Coaching? Quem são os coaches e os coachees?

Pesquisa daqui, pergunta a outro lá, como é, como não é, e numa determinada busca aquela instituição não inspirou muito, a outra idem; e dá-lhe Google, e dá-lhe robozinhos e seus sistemas binários trabalhando para me lembrar todos os dias e em todos os sites que eu entrava, que eu já tinha pesquisado sobre Coaching. Eles são infalíveis, não desgrudam da gente.

Depois de uma boa pesquisa cheguei à SLAC. Senti-me seguro na escolha, tudo certo para começar a minha formação e uma segunda decisão já tomada:  Serei um Coach Perfeito. Naquele momento optei por isto.

Decidido isto, eis que me encontro em uma sala colocando em prática o meu projeto, e vale o registro: na sala me deparo com um Master Coach que fez a diferença, sei que ele de algum modo acabaria impactando a minha escolha, mas o Erick Rubinelli impactou de forma positiva, sim, como eu esperava, foi cativante. A empatia é essencial na minha vida.

Novos saberes, novos conceitos. Processos. Nomenclaturas. Matrizes. MBA. Família. Trabalho. E como todo ser humano em meio a tudo isso: os problemas, mas, quem não os têm? Na verdade avalio que o pequeno turbilhão é administrável.

Informações chegam aos montes, numa sequência bem administrada e na mesma sala de aula vem um questionamento e respondido na lata: Coaching tem obrigação de saber de tudo? Não precisa saber de tudo, só tens que saber Coaching! Mas, Erick... Saber Coaching. E se.... Basta saber coaching. Fala sério, todos os Masters Coaches são tão precisos assim? Nota: O Erick disse que passou por algo semelhante com o Sulivan, isso é um acalanto para um novato, sem dúvida.

Eu escolhi o coaching, ou ele me escolheu, isso é um detalhe, mas desde a decisão eu já vislumbrava o meu futuro como coach e fiquei deslumbrado com a possibilidade de ser um coach perfeito. O termo meia boca para alguém com altos níveis de criticidade, definitivamente não rola.

Continuo lendo, pesquisando, aceito convites nas redes sociais, isso tudo é muito rápido, bastou adicionar um coach, nossa, apareceram vários, rápidos, né?

Para fechar este artigo, confesso que sim, sou um tanto perfeccionista, e já fui muito mais, mas trago ainda uns resquícios, nasgos, coisinhas incrustadas em meu ser, luto para fortalecer meus pontos fortes, lido bem com a possibilidade de buscar a perfectibilidade, que é a busca do aperfeiçoamento, e assim vou anulando o perfeccionismo. Estou ciente de que não sou e nem serei o coach perfeito.

Pessoas perfeitas não existem e coaches não são imunes a imperfeição, e se ela me é peculiar, centrar na perfectibilidade é minha meta.

Buscar o aperfeiçoamento, autoconhecimento, autocontrole, DISC, MBTI, descobrir e trabalhar os Pontos Fortes, ser uma pessoa melhor a cada dia, pois, desejo levar o Coaching da forma simples como me foi passado, lembrar que não preciso saber de tudo, nem ser perfeito, só devo saber e levar o Coaching adiante e com o compromisso de levá-lo e apresentá-lo na sua mais pura essência e com todas as minhas imperfeições (administradas, obviamente).

Em tempo, sou Coach, sou SLAC.

Meu nome é Clednei Vergara Mendonça

Trabalho com comunicação (radiodifusão) desde 1990

Tecnólogo em MKT (Unip ? SP)

Transforme sonhos em realidade

Pós graduado em Primeira Gestão de Negócios com Ênfase em MKT (ESPM ? SP)

Graduando em MBA Executivo em Desenvolvimento Humano & Psicologia Positiva (IPOG ? Fortaleza)