Tenho uma filha de 2 anos que está neste momento apaixonada por uma super-heroína infantil, a Lady Bug, e após ouvir algumas vezes a música tema desta personagem, comecei a observar o refrão e me lembrei do que havia lido no livro Out Liers – Fora de Série.

Percebi, então, que esses conceitos e fundamentos (tais como sucesso, maestria, conquistas, vitórias) nos são apresentados e induzidos desde nossa tenra infância, mas por distração de nossas mentes infantis e por distração dos pais que, mesmo na presença dos filhos, estão focados em outras coisas, deixamos passar estas oportunidades de conhecimento e só na fase adulta nos damos conta disso.

A música da personagem a que me refiro tem o seguinte refrão: “Sou Lady Bug, sempre a melhor e contra o inimigo eu vou lutar. Sou Lady Bug, sempre com sorte e a força do amor vai nos salvar!”

Vejam que a personagem não afirma que o poder, o conhecimento ou a competência dela irá salvá-los. Ela conta com a sorte e com o amor! Podemos relacionar isso com as pesquisas feitas sobre a vida de pessoas famosas que atingiram alto nível de sucesso e maestria conforme apresentado no livro citado acima.

Primeiramente, falemos do amor. Vocês devem estar se perguntando: Aonde o amor entra nisso? É simples. Vocês conseguem imaginar alguém alcançando a maestria em algo pelo qual não sentem um profundo sentimento de ligação íntima como o amor, ou seja, realizando e praticando algo pelo qual não se identificam, não gostam?

Fica claro que amar o que se faz é um dos recursos fundamentais para se atingir altos níveis de sucesso. Não seria este o sentimento motivador e impulsionador dos super-heróis (o amor em fazer o bem, em cuidar do outro, o amor pela humanidade)?

E o amor nos leva à segunda habilidade que devemos ter: a repetição.

Como seria possível repetir, sem desistência diante dos obstáculos, por inúmeras e incansáveis vezes para se tornar um mestre naquilo que se faz? Através do amor pelo que se faz, sim, é possível transpor barreiras e superar obstáculos. Mas experimente repetir por 10 mil horas, durante muitos anos, algo que você não goste de fazer, pelo qual não sinta um sentimento de conexão e pertencimento?

Dificilmente você conseguiria chegar a um alto nível de sucesso. Então já vimos que o amor pelo que se faz e a repetição incansável são recursos fundamentais para o sucesso. E o que mais seria necessário para se atingir a maestria?

Voltando à super-heroína Lady Bug, ela usa a expressão ¨sempre com sorte¨. Podemos entender então que ela não conta só com seus poderes, conhecimentos e habilidades, mas também com fatores externos, que ela chamou de sorte.

Buscando o histórico da vida de personalidades que realizaram grandes feitos e realizações e alcançaram a maestria em suas áreas de atuação, verificamos sempre algum momento, algum ponto do percurso onde uma oportunidade (sorte) cruza seus caminhos.

Este é o ponto: é exatamente a percepção e o lançar mão desta oportunidade que fez toda a diferença no destino destas pessoas. E como perceber a oportunidade ou sorte passando em nosso destino?

Transforme sonhos em realidade

É aí que entra o desenvolvimento de habilidades e competências que nos permitam ter um conhecimento mais profundo de nós mesmos e dos outros. Com isso, passamos a ver o mundo e suas tendências com mais realidade e então aquilo que antes seria apenas algo corriqueiro ou às vezes até um problema, passa a ser visto como oportunidade (sorte) e então, abraçando esta oportunidade, nos aproximamos da maestria.



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.