Com mais de 20 anos no mercado de trabalho, muitas ambições e metas definidas.

Uma gravidez inesperada e o difícil entendimento do processo de adaptabilidade. Definições de metas novas... Confusões internas... Aceitação... Redefinição de metas que estão em acordo com meu proposito de vida.

E você leitor tem uma meta?

Pensando na minha experiência de 20 anos no mercado de trabalho, sempre fui uma pessoa ativa, que buscava crescimento e aprimoramento por todas as áreas que passei. Uma carreira profissional em ascensão. Recentemente promovida a um cargo de gestão e confiança da empresa.

Tinha metas claras e bem definidas para o ano: executar meu planejamento estratégico do ano para ser reconhecida e galgar mais uma promoção, realizar um intercambio no 2° semestre para aprimorar o inglês, término do MBA e meu casamento em abril.

Tudo corria bem e semana a semana minhas metas eram cumpridas.

Logo após o meu casamento descobri que estava grávida e meu mundo literalmente parecia "de pernas para o ar". Dúvidas começaram a surgir, inseguranças, ansiedades, medos...

#Como contar a empresa minha gravidez neste momento?

#Como farei para terminar meu MBA?

#O que farei para com meu intercambio?

Duvidas, medos e mais inseguranças tomaram conta de mim. Eu que sempre fui uma pessoa planejada e com muita autoconfiança. Sabia exatamente cada passo que daria. Depois do acontecido me sentia frágil e sem saber como agir!

O que mudaria na vida profissional X pessoal? Muita coisa estava mudando!

No início da gestação tive algumas complicações, o que me fez ficar afastada da empresa e com isso fui me sentindo desinformada. Meus planejamentos foram sendo divididos pela área e não contariam mais comigo da mesma forma...

Comecei a viver um dia de cada vez sem objetivos palpáveis. Com isso mais insegurança, dúvidas e incertezas rondavam minha vida. Eu tinha a clareza de que, a falta de objetivos claros, confusão mental e insegurança nos tornam improdutivos como uma folha solta ao vento.

Em meio a tanta confusão decidi que era hora de parar com tudo e fazer uma reavaliação 360° em minha vida. Decidi que tinha que autoidentificar toda e qualquer emoção daquele momento, fazer um levantamento da minha vida e das expectativas que havia criado.

Para conseguir fazer uma autoanalise criteriosa das situações, utilizei uma técnica para me ajudar no processo, o saneamento mental. Trata-se de uma prática meditativa que ajuda no processo de autoconhecimento, reflexão e equilíbrio das emoções.

Interiorizei-me através da meditação, tomei o comando da minha vida e defini metas novas. Identifiquei que minhas metas redefinidas precisariam estar alinhadas com meus princípios e valores. Do contrario, estaria obtendo sucesso no equilíbrio da minha vida profissional e pessoal somente aos olhos dos outros.

Direcionei meus projetos profissionais dando todo o suporte necessário para minha equipe, eliminei pendencias que estavam martelando em meu subconsciente, com este realinhamento estou mais presente e curtindo cada passo da minha gestação.

Estar focada e conectada em minha vida como um todo, a cada dia que passa me sinto melhor e mais realizada. Desperdiçando menos energia em atividades ou ações que não estejam alinhadas com meus propósitos de vida.

Tenho praticado a meditação e reflexão diariamente. Minha meta agora e ter o meu filho e curtir cada momento que terei com ele.

#Um parto tranquilo

# Estar bem e equilibrada para poder amamentar e curtir os seis meses iniciais de sua vida com qualidade e dedicação.

# Estudar sempre que posso para reciclar meus conhecimentos

Descobri através do meu autoconhecimento que não importa qual a META. O que importa é ter uma meta e saber apreciar cada passo em direção a ela. Desenhando um sentindo para minha vida, trilhando caminhos sólidos com começo, meio e determinando o fim. Reinventando-se sempre!

E você tem uma META?

*Obs: Para aqueles que não conseguem meditar, fica uma dica: há sites que ensinam a arte da meditação.



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade da autora identificada abaixo.