Se isso não aconteceu com você, tenho certeza que conhece alguém que já tenha passado por esta experiência, que além de desgastante às vezes acaba atrapalhando mais do que ajudando, criando traumas. É por essas e outras que muitos dizem: "os livros de autoajuda não servem pra nada!”.

Isto ocorre porque somos arquitetos do nosso destino, desta forma nossa percepção associada a bagagem emocional irá criar a nossa realidade, determinando assim o que escolhemos e é nesse momento que decidimos o nosso futuro.

Agora imagine a seguinte situação: digamos que a vida fosse igual a um videogame, onde você vai vivendo uma experiência de vida e lá na frente, se você tomar uma decisão que não achar adequada, simplesmente reinicia do ponto de partida podendo refazer o trajeto, tomando uma decisão diferente naquele ponto para ver no que vai dar, se for boa, segue em frente, se for ruim, reinicia e vai para outra decisão até o resultado ficar do seu gosto. Ai neste ponto você salva a sua vida e reinicia o processo daí em diante. Seria ótimo, né?

E o que isto tem a ver com os livros de autoajuda ? Estas obras normalmente vem recheadas de histórias de superação, ancoradas em uma metodologia simples e prática para obtê-la, que se resumem em enfrentar o problema com pensamento e atitudes positivas e se você seguir a risca vai conseguir. Quase todos dizem a mesma coisa: você precisa encontrar sua paixão, seu propósito ou sua missão.

Porém acredito que você já tenha lido vários destes livros, aprendido diversas visões sobre determinado assunto, se identificado, aberto a cabeça para o novo aprendizado, descoberto diversas técnicas e, depois de tanto conhecimento absorvido, nada aconteceu. Você achou que tinha encontrado a chave para a felicidade e o sucesso, mas nada mudou. Sua rotina está igual, os problemas não se resolveram e você não se sente nem um pouco melhor.

Mas então estes livros não funcionam? Neste caso tem duas explicações, a primeira é que quando estamos com a autoestima baixa, nossa reação imediata é a de rejeitar a alegação positiva, e até mesmo se sentir fracassado por não conseguir adotar a postura positiva. A outra é que não acreditamos que aquele método vá resolver nosso problema. Nestes dois casos simplesmente não praticamos o que o livro sugere (por mais simples que seja).

Se você se sente frustrado ao tentar aplicar os conselhos de autoajuda, tenho que te dizer uma coisa: esta na hora da ação! Para isso basta dar estes 4 passos:
- Mude seu mindset, comece a investir no que realmente vale a pena. A mudança sempre vem de dentro, tome atitudes. É muito comum querer colocar a culpa nos outros e não observar nossos erros e omissões.
- Conheça o seu tempo na vida, saiba que erros e acertos fazem parte do processo de evolução. O importante é o aprendizado que você vai ter.

- Leia os livros com papel e caneta na mão. Não grife ou sublinhe, porque provavelmente não irá reler depois, você precisa escrever e deixar registrado o que for importante em lugar visível. Faça uma lista daquilo que acredita que pode funcionar para você, que parece ser uma possível solução para o seu problema. Escreva em poucas palavras, não precisa passar de uma linha. Leve a lista com você ou consulte-a com frequência, sempre verificando se está cumprindo os itens.

- Entenda que a abordagem de autoajuda nada mais é do que um exemplo e uma proposta de um possível caminho. Como a história do jogo de videogame, muitas vezes o que esta no livro pode representar um caminho que você saberá o que irá encontrar se o seguir. Mas cuidado! Nem sempre aquela situação será ideal para você, procure fazer adaptações a sua realidade.
Transforme sonhos em realidade

Saiba que o primeiro passo é querer. Pessoas com autoestima alta se sentem bem quando expostas a afirmação positiva. Neste caso são potencializadas com o livro de autoajuda colocando em prática o método e obtendo resultados.

Os livros são uma fonte inesgotável de conhecimento e você de realizações, então basta você acreditar em seu potencial, se organizar e persistir, que certamente irá alcançar tudo que deseja, afinal de contas todos viemos para vencer no jogo da vida!



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.

  0   0

Marcelo Gaspar Pinto

Executive Coach

Especialista em metas – Palestrante, Life & Executive Coach, Analista DISC®. Médico desde 1994, e empresário. Atualmente ministro palestras com foco na realização de Metas, coach, sendo pós graduando em Gestão em finanças e auditoria na Fundação Getúlio Vargas.