Cotidianamente acordamos, vamos para o trabalho, sim, diversas vezes sem sequer tomar um café da manhã, afinal o dia é curto, não é mesmo? Durante o trabalho fazemos o que deve ser feito, por vezes fazemos aquilo que não seria nossa obrigação, mas para manter o bom convívio social, acabamos realizando tarefas de outras pessoas. Chegamos em casa e encontramos nossa família, por vezes já todos dormem, ou então chegamos cansados que perguntamos automaticamente como todos estão, sem sequer ouvir a resposta atentamente, não é verdade?

A realidade do parágrafo acima é conhecida em especial por quem mora nas grandes capitais de nosso país, mas em outras cidades um pouco menores não há tanta discrepância também. O fato é que todos nós não só queremos mais tempo com a família, mais tempo para descansar ou ter sequer uma hora a mais de sono, mas precisamos disso para vivermos melhor. Porém entra uma grande dúvida, que leva as pessoas às sessões de terapia ou de coaching, que é a divisão entre mudar de profissão, trabalhar menos e ganhar menos, ou seguir no estado atual.

Qualidade de vida é basicamente mantermos uma vida saudável, com níveis de estresse em patamares baixos e claro, recebermos tão bem quanto se trabalhássemos muito. Isso é impossível? Para algumas profissões pode ser, mas para uma boa parcela, NÃO! É algo totalmente possível, basta planejamento. Planejamento é algo que você realmente deve ter se quiser ganhar em qualidade de vida, ou seja, se quiser trabalhar e ainda assim ter tempo para família, amigos, hobbies e outras atividades. Não basta somente planejar, é claro! Existe o passo mais importante, a coragem para colocar em prática o que fora planejado.

A qualidade de vida é justamente melhorar tanto seu trabalho e entregar um produto/serviço com tanta qualidade que as pessoas pagam até mais caro, mas possuem um serviço diferenciado. A diferença entre um advogado que ganha R$ 1.000,00/mês e outro que ganha R$ 10.000,00 não é que aquele que ganha 10 vezes mais trabalha também 10 vezes mais, mas o serviço que ele entrega é mais qualificado e com alguns diferenciais que o mercado visualiza e paga esse preço. Ou seja, podemos dizer a melhoria na qualidade de vida está intimamente ligada à qualidade do produto/serviço que você entrega e às decisões que você toma!

Você quer ter mais tempo para a sua família, para fazer atividades de lazer e passar mais tempo com os amigos?

O que te prende nessa vida atual?

Imagine você dentro de alguns anos, se visualizando no espelho, que tipo de pensamento você terá sobre a sua caminhada? 
Transforme sonhos em realidade



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.

  0   0

Gustavo Sousa da Costa

Life Coach

Bacharel em Direito pela Universidade Católica de Pelotas/RS; Especializando em Direito Ambiental pela Universidade Federal de Pelotas/RS com foco na área de meio ambiente do trabalho; Coach pela Sociedade Latino Americana de Coaching(SLAC); Já atuou no cenário acadêmico como líder estudantil sendo presidente do Diretório Acadêmico Alberto Rufino (Direito-UCPel).