Por que se planejar e autoconhecer?
Acho que como eu muitas pessoas tem sentido que "falta tempo" para fazer tudo o que gostaríamos, ou o que temos como responsabilidade fazer.

Dentro de projetos de produção, melhoria contínua e ou de criação, buscamos nos organizar, definir tarefas e responsabilidades, mas nem sempre conduzimos esses processos da melhor forma. É o que chamamos de planejamento inadequado.

Um planejamento bem realizado representa mais da metade do sucesso de um projeto, e olha, isso não só é aplicado no nosso trabalho, mas nos nossos projetos pessoais também.

Muitas pessoas evitam parar e refletir sobre o que é mais importante nesse momento, mesmo que seja de forma ampla.

Importante é perguntar a nós mesmos qual o papel que temos, onde queremos chegar, quais são as prioridades nesse momento, e como estamos nos sentindo, da mesma forma quando iniciamos um projeto de Melhoria Contínua no nosso trabalho, medimos como estamos, o que o cliente espera de nós e definimos para onde queremos ir.

Quando aprendemos metodologias como o Lean Manufacturing e o Seis Sigma nas nossas vidas profissionais não levamos os conceitos para fazer melhoria na nossa vida pessoal, mas devíamos, e isso nos tornaria profissionais mais felizes e produtivos.

As ferramentas que utilizamos em processos de coaching tem como princípio o autoconhecimento, o "as is" de como estamos e uma meta, que é para onde queremos ir, entendo nossas qualidades e habilidades e aproveitando esses recursos para chegar onde queremos.

Quando planejamos, tomamos pela mão nossa vida, demos o primeiro passo para buscar a sensação de paz e plenitude.

Os passos seguintes, como nos projetos da nossa vida corporativa serão a priorização, análise e identificação de pontos fortes, aplicação de nossas decisões e fazer delas nossa rotina, ciclo muito parecido com o DMAIC, que aplicamos na metodologia Seis Sigma.

E fica aqui lançada a ideia, vamos para ela?



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.