Passei dois anos analisando as técnicas do coaching e verificando se valeria a pena realizar a certificação e qual instituição me certificar. Pois por ser uma área nova no país e que não tem regulação devida, muitos se aproveitam dessa área para vender serviços comprometedores e de baixa qualidade. Com pouco tempo de pesquisa verifiquei que haviam três instituições de nome no país para se certificar, mas apenas uma traria o reconhecimento e metodologia que ansiava, a Sociedade Latino Americana de Coaching. Então, finalmente depois de dois anos, decidi realizar o curso de Professional Coach e Analista Comportamental.

O coach, diferente da consultoria, não aconselha o cliente no caminho a seguir, não sinaliza os erros e os acertos, ele apoia através de técnicas poderosas de ciências como a Psicologia, Sociologia, Neurociências, Programação Neurolinguística, e técnicas da Administração de Empresas no qual o cliente se autoconhece e se autodesenvolve para realizar a meta ou metas que ele mesmo traçou. Porém esse autoconhecimento e autodesenvolvimento vai muito além da sua meta, pois as ferramentas utilizadas como o Disc, Roda da Vida, Necessidade/Valores entre outras, mexem profundamente com a essência do ser humano e suas potencialidades, por isso só devem ser utilizadas por profissionais devidamente qualificados e habilitados. Não é a toa que grandes empresários, atletas e profissionais de alto desempenho procuram coaches para levá-los aos mais elevados níveis de resultado.

Agora possuo um arsenal ainda mais poderoso de ferramentas para utilizar nas consultorias, e no desenvolvimento de gestão de pessoas. Fora uma nova profissão de coach para atender clientes que desejam o máximo de performance e resultado através de ciclo de sessões. Coaching não é moda, é uma metodologia moderna e poderosa que pode levar o ser humano a níveis elevados de desenvolvimento e resultado.



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.

  0   0

Rodrigo Fortunato de Oliveira Alves

Life Coach