Vou contar algo que estou percebendo e que tem trazido resultados fantásticos aos meus coachees. Por diversas vezes me deparo com coachees que chegam na sessão e começam a falar de maneira que se torna um desabafo, chega a durar em média uns 20 minutos. Como sou muito boa ouvinte, escuto tudo, cada movimento facial, corporal, percebo a respiração, a oscilação da voz, cada detalhe durante todo o tempo. Faço isso silenciosamente, sem interromper, apenas demonstrando meu interesse no que estou ouvindo. Percebo que o fato de deixar meu coachee falar tudo o que deseja, mesmo que às vezes divague um pouco, organiza melhor as ideias chegando a boas conclusões e muitos insights.

Ao contrário do que aprendi, percebo que deixar meu coachee falar o que deseja sem interromper para conduzir a sessão o tempo inteiro para a meta, o autoconhecimento é mais eficaz, pois ele tem a possibilidade durante a sessão de estar falando com um profissional neutro que o apoiará durante todo o processo. O processo de coaching é um passo por vez, acelerar com perguntas e ferramentas é um caminho que pode levar o coachee a exaustão e desistir do processo. Cada um tem o seu tempo, respeitar isso é um diferencial para o sucesso do processo e alcance da meta. Percebi que o rapport fica bem forte nestes momentos e a confiança aumenta muito.

Conduzindo o processo desta maneira, consigo absorver e sinalizar muitas informações importantes e dirigir a sessão de maneira mais assertiva. O fato de deixar meu coachee livre para falar bastante, sem interrupção, sem censuras, sem ansiedade, coaching ou qualquer julgamento, faz com que ele tenha um sentimento de segurança e realmente apoiado. Em seguida, a sessão fica mais rica em detalhes de informação, aparecem facilmente as crenças, os valores, medos, emoções, pontos fortes, pontos cegos entre muitos outros. Com essa riqueza de informação consigo direcionar a ferramenta que irá ser bem eficaz, as perguntas poderosas tornam-se mais impactantes.

Lembro que certa vez com uma coachee que adorava falar, me contou uma passagem em sua vida e me falou sobre um ponto específico que nunca havia me falado. Percebi que sua voz e respiração se alteraram bastante e que ali estava um forte valor para eu trabalhar. Bingo, acertei na mosca, com um simples enquadramento peguei ela e isso fez a diferença para ela começar a desenrolar e caminhar com toda sua força interior para frente. Assim como ela, tenho muitos clientes falantes, e é exatamente disso que estou falando. Escutar mesmo, deixar eles falarem o quanto desejar e no momento exato fazer o que o coach deve fazer; apoiar, desafiar, enquadrar, perguntar, dançar a música do coachee. O desempenho é bem maior, o resultado bem mais positivo.

Vejo que cada pessoa é única, cada sessão de coaching é uma grande surpresa e ser flexível ao ponto de estar aberta a mudanças e adequações, faz com que o profissional coach forme uma sólida parceira com seu coachee.

Ao me libertar das regras de todo o processo foquei na peça mais importante, meu coachee, único e exclusivo, comecei a perceber o quanto posso realmente ser útil e fazer a diferença como profissional coach. Deixá-lo colocar suas ideias no lugar, da maneira que ele desejar é o sucesso para desenvolver um processo de coaching assertivo.

O coach quando entende que a meta do coachee é alcançar o que deseja e a meta do coach é fazer o coachee se desenvolver para alcançar sua meta, tem mais possibilidade de olhar para seu coachee como um ser humano que precisa de seu próprio tempo para se autoconhecer e autodesenvolver.

Escutar é deixar o coachee falar o quanto ele deseja, o segredo é escutar tudo e tirar proveito da riqueza de informações que ele está disponibilizando. Muitas vezes, as perguntas mais poderosas acontecem nos 20 minutos finais da sessão, que são espetaculares por promover um eficaz plano de ação e insigths para tomadas de decisão e mudanças de comportamentos.

Minhas contribuições neste artigo são para os coaches que estão dispostos a promover mudanças assertivas na vida de cada coachee. Uma única sessão de coaching pode ser a diferença, o ponto de start para o seu coachee, por esse motivo fique atento a tudo o que ele está disposto a falar para você e que nunca falou para ninguém. Pense nisso.

Acredite, foque e realize.



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade da autora identificada abaixo.

  0   0

DANIELA GUARALDO DE MELLO FERREIRA

Master Coach

Daniela Guaraldo de Mello Ferreira Master Coach, Palestrante, Escritora e Treinadora, formada em Administração de Empresas, Pós-Graduada em Marketing pela Fundação Armando Álvares Penteado, Coach certificada pela ICC (Internacional Coaching Comunnity) e ICI (Internacional Association of Coaching Institutes, Leader Coach certificada pela Corporate CoachU (USA), MBA em Coaching e Gestão Empresarial