Alcançar rapidamente seus objetivos pode ser crucial em algumas doenças crônicas como Diabetes e Hipertensão.

Identificar hábitos e práticas alimentares inadequados apresentados por hipertensos e diabéticos tem sido tema recorrente na área da saúde e no âmbito da pesquisa. Entretanto o foco positivo visando o auto desenvolvimento do paciente na adesão ao tratamento e no desenvolvimento de hábitos adequados, podem ser uma importante estratégia de intervenção em saúde.

Diabetes é considerado problema de saúde pública prevalente, em ascendência, oneroso, do ponto vista social e econômico. Grande impacto na nas complicações cardíacas, cerebrovasculares, vasculares periféricas, oculares, renais, neuropáticas, e incapacidades diversas. Os principais fatores de risco são excesso de peso, sedentarismo, tabagismo e a alimentação inadequada. Aproximadamente dois terços dos episódios de complicações agudas do diabetes são desencadeados por eventos potencialmente evitáveis ou facilmente tratáveis precocemente, como infecção, tratamento inadequado do diabetes ou má adesão ao tratamento (Casteels, 2003; Gaglia, 2004; Kitabchi, 2001; Snorgaard, 1989).

Destaca-se que a mudança de hábitos alimentares é fundamental no controle da Diabetes e o processo de coaching pode ser um importante catalisador desta mudança.

Benefícios do processo de Coaching na adesão ao tratamento de Diabetes e no desenvolvimento de hábitos adequados:

O Coaching tem como principal objetivo desenvolver pessoas, levando-as rapidamente a resultados altamente positivos. O Coaching pode proporcionar de acordo com as necessidades de cada indivíduo uma série de benefícios, como:
- Estímulo ao autoconhecimento
- Identificação e transformação de obstáculos para o desenvolvimento de hábitos alimentares adequados
- Aprimoramento da autoestima e da autoconfiança aliada a meta de perda de peso

-Desenvolvimento da autoconfiança aliada a meta de eliminação do tabagismo
- Expansão do potencial criativo
- Estímulo intelectual
- Redução dos níveis de estresse
- Maior clareza para definir metas e traçar objetivos no tratamento da Diabetes
- Discernimento para tomada de decisões na escolha do alimento
- Redução de resistência aos exercícios físicos
- Satisfação pessoal e aumento no nível de determinação e vitalidade
- Melhoria na qualidade de vida

O coaching pode ser um importante aliado aos processos de adesão aos tratamentos de doenças, principalmente as crônicas, desconstruindo o olhar negativo da doença e reconstruindo com o foco positivo do coaching.  

Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor do post identificado abaixo.

  0   0

LUCIENE CARDOSO SCHERER

Farmacêutica, PhD, com Formação em Coaching pela Sociedade Latino Americana de Coaching (SLAC®) entidade licenciada pela Behavioral Coaching Institute (BCI). É professora das disciplinas de Coaching, Liderança Coaching e Coaching e Inteligência Emocional, no sistema SENAC/RS, coordenadora do pós Graduação em Gestão do Varejo Farmacêutico e em MBA em Gestão Hospitalar.