[Empreendedores Sucesso é ausência]

 Empreendedores pensam totalmente diferente quando o quesito é liberdade financeira ou metodologias para empreender. É um caminho ideológico oposto ao cultural aprendido na educação doméstica e escolar. Um Empreendedor não ganha salário, ele faz dinheiro. Isto, por mais que, haja retirada de pró-labore, o risco sempre estar no ombro dele.

E o que o título tem sentido com respeito, credibilidade e Sucesso? Estes dias estive com um gestor de uma determinada empresa. Ele me relatou desafios de gerir setores comercial e produção. Comentou-me a forte presença do proprietário e sócios dentro do estabelecimento. Sabe aquele ditado: “ O gado só engorda com o Olho do dono”. Hoje em dia, essa afirmação contém uma metade de verdade. Quando falamos de um chefe faz sentido. Em se tratando de um líder não. Qual a probabilidade de um funcionário cumprir uma meta exigida acostumado com um Patrão dentro da Empresa? Claro, os mais compromissados fariam o dever de casa. A maioria grande probabilidade que não. É assim que chegamos a lógica do medo e saímos do conceito de respeito.

Imagine aquele pai que delega ao filho comprar pão todos os dias às 17:00h. O pai trabalha o dia inteiro. O filho estuda pela manhã e à tarde faz as tarefas escolares. Ele é o primogênito. Quando chega à noite, o pai durante o jantar percebe que o pão está em sua presença para saboreá-lo. Orgulho do pai e satisfação do filho. Assim funciona a nova Gestão Empreendedora. Há um delegar consciente e uma subordinação responsável. A chance de metas cumpridas na ausência do Gestor aumenta significativamente. Isso é liderança. O respeito por aquele que admira servindo, pois em algum momento foi servido em pedidos e ações.

É bom lembrar que ausência, aqui, não quer dizer sumir no mapa aparecendo ao sabor do desejo. Agir desta forma é carimbar o passaporte da falência. É a não presença com prazos a serem cumpridos e delegados. Aquele material pedido no dia anterior para ser entregue o resultado dois dias depois. Nasce a eficiência somado a eficácia. Muitos Empreendedores conseguem a primeira, mas passam longe da segunda. Vice-versa também é válido. Raramente as duas coisas são conseguidas em pouco tempo de gestão.

Portanto, Empreendedor nasceu para gerir ideias levando a ações a serem concretizadas. O Empreendedor deve ater-se a sua criatividade em solucionar desafios, delegar metas, buscar lucros para a Empresa. É aquele que acredita na equipe com resultados positivos concretos fazendo do Sucesso Empresarial ser uma porta escancarada para todos que participam do projeto a ser executado.

Forte Abraço!

Éder Ramos