E até onde você pode chegar? Alguma vez você parou para pensar nisso? Você sabe qual o seu potencial? Muitas vezes estamos no piloto automático e não damos atenção para a nossa potencialidade e capacidade de ser melhor. Nossa vida profissional acaba sendo uma rotina e na segunda-feira nós já estamos torcendo para chegar o final de semana.

E por que é importante falarmos de potencial? Porque isso não é estimulado nas escolas, não é discutido nos círculos sociais, existe uma cultura voltada para o “feijão com arroz” (faça o básico que é o suficiente) e não queremos correr riscos (sair da zona de conforto). Geralmente só se fala disso quando relacionado aos atletas e esquecemos que todos nós temos um grande potencial para atingir. E ele não está necessariamente ligado ao nosso trabalho. Temos sonhos e ambições que vão além da vida profissional. Mas acabamos caindo naquela velha história de que não precisamos competir e que todos têm um lugar na sombra. Será que isso é verdade?

Como falar de potencial pode ajudar você? Fazendo com que você perceba que não pode cair na armadilha de só reclamar do seu estado atual e sim usar as dificuldades para se aperfeiçoar e aprender com elas. E para alcançar o potencial máximo é necessário que você seja o melhor que pode ser. Se dedicar ao máximo e buscar ser mais produtivo. Definir objetivos e se esforçar de verdade para atingi-los, e quem sabe, até experimentar coisas novas.

Fazer um planejamento, ter foco, agir e não procrastinar são alguns passos básicos para sair de um estado de inércia e caminhar em direção ao seu potencial.

Winston Churchill falava que o esforço contínuo, e não a inteligência ou a força, é a chave para desbloquear o seu potencial.

Até onde você quer chegar?



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.

  0   0

André Torbey Pereira

Life Coach

Graduado em Administração pela Universidade Federal do Amazonas - UFAM. MBA em Engenharia da Qualidade pela Universidade do Amazonas - UEA. Pósgraduando em Auditoria e Perícia Econômico-Financeira pelo IPOG.