Você certamente conhece ou já conheceu alguém que está insatisfeito com sua carreira, que não sabe exatamente o que quer fazer, que não está plenamente realizado com a carreira ou profissão que exerce, que não é reconhecido, que não tem o retorno que gostaria em sua profissão ou que está em busca de recolocação profissional. Essas pessoas geralmente tem um forte desejo de mudança ou mesmo vivem reclamando, mas não conseguem mudar sua situação por, muitas vezes, não saberem por onde começar. 
O coaching de carreira pode apoiar esses profissionais a identificar a melhor escolha para se sentirem mais realizados e confiantes. Pois através desse processo, o coachee (cliente) poderá tomar uma melhor decisão para a sua carreira de forma estruturada. Trata-se de um trabalho de autoconhecimento, revisão de escolhas, gestão de carreira, auxilio na tomada de decisão, definição e planejamento de metas, dentre outros aspectos. Pode ir além, através do apoio de estratégias para elaboração de currículo, entrevistas e expansão de networking.
Através do processo de coaching, o profissional é capaz de desenvolver competências para o alcance de seus objetivos. Além de ser levado a lidar com suas crenças limitantes, sendo capaz de realizar atividades que antes julgava impossíveis.
O ponto de atenção é que o processo de coaching não é terapia ou consultoria. O seu grande foco está em buscar, no próprio coachee, as respostas para as suas perguntas de maneira estruturada e planejada e por esse motivo seu foco está no futuro pretendido e não no passado.
Devido ao cenário de grande competitividade o coaching de carreira tem sido uma excelente opção de desenvolvimento e auxilio na definição de metas claras e escolhas bem-sucedidas. Por isso, tem sido cada vez mais crescente a busca pelo profissional coach.


Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade da autora identificada abaixo.