Hoje vamos falar um pouquinho das adversidades, essas “pequenas vilãs” que povoam o universo da experiência humana causando desconfortos e desequilíbrios, sofrimentos e perturbações para o nosso dia a dia. Se elas trazem tantas dificuldades e encrencas para a nossa vida, então, por que será que elas existem?

Como você costuma agir diante de uma adversidade? Elas te paralisam ou te desafiam?

Diferentemente do que pensamos, as aflições que enfrentamos em nosso dia não são obras do destino ou da imposição Divina. Na maioria da vezes, elas são criadas por nós mesmos, são frutos dos nossos desatinos, hábitos e pensamentos negativos, dos sentimentos ruins que cultivamos e das crenças limitantes que alimentamos. 

Elas se originam, principalmente, em razão da nossa falta de disponibilidade e coragem de lutar pelas coisas que desejamos ter, ou por quem gostaríamos de ser. Elas surgem em decorrência da nossa escassez de convicção, da ausência de conhecimento dos valores que guiam nossas vidas, e, especialmente, da tendência de desejarmos que as coisas aconteçam do dia pra a noite, da colheita sem o esforço da sementeira.

Às vezes precisamos de um empurrãozinho, de um sacolejo da “Senhora do destino” para que possamos acordar e refletir sobre o que estamos fazendo em nossas vidas. É por esse motivo que as adversidades são necessárias e fundamentais para o nosso processo de desenvolvimento pessoal, profissional e espiritual.

Anthony Robbins no livro “Desperte o seu gigante interior”, nos diz que “as experiências aparentemente ruins ou dolorosas às vezes são as mais importantes. Quando as pessoas vencem, tendem a festejar, e quando falham, tendem a refletir, e começam a fazer novas distinções, que aumentarão a qualidade de suas vidas. Devemos nos empenhar em aprender com nossos erros em vez de nos afligirmos, ou estaremos destinados a cometer os mesmos erros no futuro.”

Então, precisamos começar a encarar as adversidades como nossos grandes mestres
Transforme sonhos em realidade

Se pararmos para pensar, elas são na verdade, excelentes oportunidades de aprendizado quando retiramos algo de positivo das experiências vivenciadas; nos dando a chance de fazermos novas escolhas, de trilharmos outros caminhos e de trazermos novos significados para a nossa vida!

Como sabemos, elas são inevitáveis no decorrer da nossa caminhada, e para que possamos superá-las, é fundamental que busquemos aprender a desenvolver habilidades e competências para crescermos através delas, corrigindo os desacertos e traçando novas rotas.

Viver reclamando, fazendo-se de vítima do mundo não vai resolver o problema. Portanto, foque na solução e corra atrás dos recursos úteis e necessários para fazer delas uma conquista, um trampolim para o sucesso!



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.