A questão é que querer não é suficiente para atingirmos nenhuma meta, por mais que saibamos a real importância e necessidade de alcançar esse resultado. O querer é apenas o primeiro passo na busca do objetivo. Mas querer não significa ter. Querer e não ter acaba criando mais querer. Querer torna-se então um hábito que só leva a ele mesmo. Por exemplo, podemos querer muito ter uma vida saudável. Muitas pessoas ao nosso redor também querem isso, mas poucas conseguem. É preciso avançar nos níveis do querer para realizarmos nossos sonhos e conquistar o que realmente desejamos, mais do que apenas querer algo.

Em segundo lugar é preciso escolher ter o que você quer. A escolha tem uma energia muito forte e gera a responsabilidade de criar a nossa própria realidade. Quando queremos ter uma vida saudável, escolhemos opções que nos aproximam dessa condição. Sabendo que desejamos alcançar esse resultado, nos responsabilizamos pelas escolhas que fazemos. A palavra escolha vem do latim decidere, que quer dizer “eliminar todas as outras alternativas”.

Em terceiro, é preciso nos comprometer e nos dedicar sem restrições. “Quero ter uma vida saudável. Escolho ter uma vida saudável. Me comprometo em ter uma vida saudável. ” Para alcançarmos qualquer meta é preciso 100% de doação e fazer tudo o que for preciso para atingir o resultado dentro do tempo estabelecido. Isso significa dedicação incondicional. Muitas pessoas que desistem de suas metas tem um limite do que estão dispostas a fazer e ao que aceitam sacrificar, e acabam impondo a si mesmo uma série de condições ao que realmente estão dispostas a realizar para obterem sucesso.

Se me comprometo a ter uma vida saudável, certamente terei que me sacrificar muito até alcançar meu objetivo e depois um pouco menos. Mantendo o foco no que realmente quero ter como resultado, aceitarei o ônus das minhas escolhas mais facilmente. Atingir uma meta não é algo fácil, exige foco, coragem, conhecimento, 100% de dedicação, atitude e não desistir jamais. Se não estivermos verdadeiramente determinados a alcançar tal meta, dificilmente conseguiremos o resultado que esperamos.

Uma pessoa saudável está disposta a praticar exercícios físicos e a moderar suas refeições. Está disposta a recusar convites para sair com os amigos e garantir uma refeição balanceada em casa. Está disposta também a sacrificar seus desejos por comida, pois entende que suas escolhas são essenciais para o seu sucesso. Isso é comprometimento incondicional. Essa pessoa não é comprometida apenas quando o dia no trabalho foi bom ou quando está extremamente motivada para ir à academia. O comprometimento incondicional não depende das condições de vida da pessoa, e sim da responsabilidade que ela assume sobre suas ações e suas metas.

Portanto, querer apenas não é suficiente para alcançarmos nossos objetivos e obtermos o sucesso que desejamos. O querer é essencial para darmos o primeiro passo, mas sem a escolha, ele é vazio e sem propósito. Querer e fazer escolhas requerem comprometimento, garantindo que nossas atitudes nos aproximem de nossas metas. Esse sim é um ciclo poderoso que nos apoiará no alcance do sucesso pessoal e profissional.



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade da autora identificada abaixo.

  0   0

Marcela Harrisberger

Life Coach

Life Coach credenciada pela SLAC, é formada em Jornalismo e pós graduada em Gestão de Pessoas pela FAAP e em Psicopedagogia. Possui vasta experiência como gestora de equipes e atualmente presta consultoria em desenvolvimento profissional. Realizou diversos cursos no exterior, entre eles treinamentos específicos para equipes pedagógicas na África do Sul na Inglaterra.