Atualmente há uma grande confusão sobre o que de fato faz um profissional do coaching e, comumente, as pessoas andam se intitulando “coach” sem base nenhuma para atuar na profissão.

Diante deste cenário vamos esclarecer o que diferencia um coach de um simples treinador.

Transforme sonhos em realidade

Um treinador utiliza de experiências passadas com base em estudos na área de atuação para treinar, ou seja, repassar as técnicas já vivenciadas na ânsia de que o liderado entenda os objetivos de aplicá-las para obter determinado resultado.

Já um coach é um profissional formado que utiliza a metodologia do coaching, a qual dispõe de ferramentas, que auxiliam o coachee (pessoa que passa pelo processo do coaching) a realizar coisas. O profissional coach em momento algum considera as experiências pessoais para auxiliar seu cliente, ao contrário disso, despido de qualquer julgamento, ele vai te apoiar para que descubra quais são os teus motivadores e de que maneira o cliente poderá potencializar as tuas ações com base nas próprias experiências.

O coach vai muito além da aplicação de ferramentas de assessment, ele precisa desenvolver várias habilidades desde a leitura corporal até a desenvoltura para uma escuta atenta, além de organizar de forma inteligente as informações. Ele apoia e, através de perguntas poderosas, faz refletir sobre algumas áreas da vida posicionando com um olhar atento o estado atual , levando a pensar qual é o estado desejado. O coachee faz uma imersão de autoconhecimento jamais vivenciada antes, o que resultará em um plano de ação com: Foco + Planejamento + ação = Melhores resultados que serão atingidos de forma mais rápida.

Uma sessão de coaching apesar de parecer terapia não tem nenhuma ligação. A terapia trabalha traumas e o passado. A sessão de coaching trabalha presente e futuro que através de novas consciências é capaz de derrubar algumas crenças limitantes quando elas aparecem o que permite que o coachee pare de se auto sabotar.

Neste contexto quais critérios devo levar em consideração ao contratar um coach?

Existem várias formas de saber se o coach é um bom profissional. Vou citar as duas que considero primordiais:

1)      Avalie a formação do profissional: se a escola de formação é uma instituição renomada, indicada e reconhecida.

2)      Pesquise o profissional: avalie como ele se comporta, qual o conhecimento em relação a gestão emocional e análise comportamental, conheça seu portfólio de produtos e serviços e por fim, converse com alguns coachees que passaram pelo processo de coaching, afinal ninguém melhor do que eles para te dizer se vale a pena ou não.  

Entenda as diferenças e contrate um bom coach para te apoiar na busca dos teus objetivos 
 

Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.