Você já se perguntou se a empresa em que trabalha tem velocidade nas tomadas de decisões? Se as necessidades e expectativas dos stakeholders são atendidas de imediato?

Para entendermos melhor e encontrarmos as respostas corretas, vamos analisar o seguinte cenário:

Tudo começa com a cultura organizacional. É comum em empresas familiares, de médio e pequeno porte, que as decisões sejam tomadas pelo seu fundador ou gestor responsável. A centralização do poder é forte, subentendendo que somente o seu dono ou gestor responsável, sabe o que tem é necessário fazer. Em muitos casos, as informações não são disponibilizadas e que os processos não são descritos e padronizados, tornando assim uma dependência crucial para que o gestor, ou dono do negócio, esteja sempre de olho no que o profissional está fazendo.

Um dos pontos mais negativos deste sistema, é a dependência dos trabalhadores para tomadas de decisão. A solicitação parte da base, precisando passar pela hierarquia até chegar no tomador de decisão, para então aguardar a informação e prosseguir com a operação. Quando só tem uma pessoa que decide na organização, e a mesma está ausente, corre-se o risco do processo parar de funcionar.

Veja algumas dicas para aumentar a velocidade nas tomadas de decisões:

1. Defina a missão e visão do negócio: Tenha bem claro a resposta para estas 03 perguntas: “O que” fazemos?; Para “quem” fazemos?; “Onde” queremos chegar com o nosso negócio?. Após a conclusão de cada uma delas, comunique aos colaboradores;

2. Defina o organograma: Deixe claro os deveres, obrigações e responsabilidades de cada colaborador;

3. Descreva e padronize processos: Identifique os processos principais do negócio descrevendo e padronizando-os;

4. Treine e capacite os colaboradores: Faça um plano de capacitação de acordo com as necessidades da empresa, porém sempre alinhados com a visão da companhia;

5. Disponibilidade das informações: Disponha as informações em um sistema (quadro, painéis, manuais, planilhas, etc) de maneira que todos tenham acesso de acordo com sua função, prezando sempre a confidenciabilidade da divulgação;

6. Delegue mais: Após ter tomado as devidas precauções citadas acima, é necessário delegar para a equipe;

7. Cobre resultados: Trace metas e indicadores pré-estabelecidos.

A velocidade nas tomadas de decisões é fundamental para um mercado cada vez mais competitivo. As decisões tomadas na base fazem com que a organização sejas mais ágil e atenda seu público com rapidez.
Transforme sonhos em realidade



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.