Sempre gostei de apoiar pessoas e vê-las alcançar seus sonhos... Ouvir de meus amigos e colegas de trabalho que eu era boa em motivá-los era rotineiro... Aliado a isso, vivia um momento de buscas incessantes por atividades que me trouxessem prazer. Quando soube que poderia fazer da minha vocação uma profissão, comecei a pesquisar qual poderia ser a melhor instituição para minha preparação e lançamento no mercado. Foi quando conheci a SLAC, e ainda que com algumas dúvidas e receios decidi me inscrever.

Quando adentrei a sala de treinamento logo no primeiro dia já tive certeza que estar ali era um acerto. Uma sensação de pertencimento àquele lugar de trainne de coaching me tomou, como há tempos não mais sentia...

Sempre fui muito intuitiva. Sendo enfermeira de formação, e docente de coração, lembrei-me rapidamente da primeira vez que entrei em sala de aula para lecionar e do meu primeiro atendimento como enfermeira na Saúde Mental (A área que me apaixonou), momentos similares em motivação que haviam feito meu coração disparar positivamente. Foi quando, ao final da apresentação dos meus colegas e da nossa trainer, e da explicação sobre o que era a metodologia coaching, aquelas luzinhas que brilham em torno do que nos chama e nos motiva começaram a piscar em minha mente, me mostrado estar no caminho certo. Minhas dúvidas sobre essa escolha esvaíram-se ali.

A cada nova aula nos era proposto a experimentação das ferramentas e estratégias do coaching para poder melhor explorá-las e também nos apoiar em nosso autoconhecimento. De repente, de trainees virávamos verdadeiros coachees...

Entreguei-me de tal forma ao processo que hoje posso afirmar que aquela Marina que adentrou a sala no primeiro dia não existe mais... em essência e valores ela é a mesma sonhadora de olhos brilhantes, com os pés no chão de sempre, ... Porém o salto dado em autodescobertas, de fortalezas e fraquezas, e a desmistificação de crenças que estavam arraigadas na minha alma impedindo o meu desenvolvimento, fez com que fosse possível, ao finalizar o curso, poder bater no peito e dizer: A coach Marina se tornou maior que a Marina que sonhava em ser coach...

O processo de formação de coaching na SLAC não apenas alimenta o trainee com saberes e práticas, mas sim, mata sua sede com reflexões e empoderamento de seus próprios potenciais, tornando-o assim um Coach preparado e motivado a levar dessa água para os seus novos clientes.



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade da autora identificada abaixo.

  0   0

Marina Garcia Cardoso de Aquino

Life Coach

Coach formada pela SLAC. Enfermeira, graduada pela UFBA – Universidade Federal da Bahia;Especialista em Docência em Educação Profissional Técnica na área da Saúde, ENSP/Fiocruz e em Enfermagem do trabalho; Mestrado Profissional em Saúde Coletiva com área de concentração em gestão de sistemas de saúde- ISC/UFBA. Experiência na Área de Saúde Mental.