E essa semana, como está sua torcida pelo Brasil na Copa?


Já lavou e passou sua camisa da Seleção? Já acrescentou na sua assinatura de TV a cabo aqueles canais de esportes? Já investiu em um televisor novo? Já estocou pacotes de pipoca? Já colocou para gelar aquela meia dúzia de cervejas? E a carne para o churrasco, já comprou? Sua opinião sobre a escalação de jogadores já está sendo debatida nos seus grupos? E o planejamento para os jogos, já organizou onde e com quem irá assistir?


Agora questiono: você está dando a mesma prioridade, atenção, dedicação e planejamento aos seus objetivos quanto à Copa do Mundo?


Segundo a divulgação da FIFA, a Copa de 2014 teve 1,01 bilhão de expectadores, somente na final. Será que existem números próximos de pessoas que concretizarão seus sonhos nesse mesmo ano?


Assim, proponho-lhe a refletir: quais ações está tomando para alcançar suas metas? Como está agindo hoje para remover seus obstáculos? Enfim, está vestindo a camisa dos seus objetivos com tanta paixão quanto a da Seleção?


Não quero com isso menosprezar os apaixonados por futebol, que entendem cada lance, faltas cometidas e jogadores escalados. A ideia aqui é mostrar que eles podem utilizar dessa mesma energia para imprimir um forte ritmo de jogo pessoal e seguir uma estratégia de forma a conquistar também a Copa da Vida.


Outro dia li uma frase que dizia: “não gostar de futebol não torna você uma pessoa mais inteligente”. Transformando-a em uma analogia ao processo de coaching, diria assim: “não estar sendo apoiado por um coach não torna você uma pessoa incapaz, mas talvez seja a ferramenta que falta para aproximá-lo definitivamente de suas metas”.


Desejo que esse breve texto motive você a vestir uma camisa em que, nas costas, tenha o seu próprio nome e que o jogo seja focado nas suas capacidades, nos seus valores e no seu propósito de vida.



Transforme sonhos em realidade


Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.