Seja a soma na subtração de uma pessoa
Aposto que você, de vez em quando, pensa: “Ai, essa pessoa! Ou soma ou suma da minha vida de uma vez!” Apesar de concordar que precisamos ser cuidadosos com nossos próprios limites, eu gostaria que você, apenas durante este texto, não pensasse como a pessoa que gostaria que o outro somasse ou sumisse. 

Pense: seria eu a pessoa que precisa somar ou sumir?  
 
Todos temos um certo grau de empatia. Alguns menos, outros mais. Mas existem momentos em que não somos capazes de compreender o que o outro sente. 

Você já se pegou julgando muito o outro, pensando que essa pessoa dramatiza demais? Eu já! Também já fui, e ainda sou, a pessoa que dramatiza demais às vezes. Acredito que você também já foi a pessoa que sofre tanto quanto a pessoa que julga.
 
A realidade é que não sabemos o que essa pessoa "dramática" passou ou está passando. Seu nível de resistência pode ser bem menor que o seu.

Pode ser que a pessoa aparente ser bastante forte, mas por dentro é mais fraca.

Independentemente do motivo, aquele sentimento pertence ao outro e só esta pessoa consegue sentir o que a experiência está trazendo naquele momento. Ou o sentimento que trouxe.
 
Procure ter mais consciência e bondade para com o outro: Ao ver uma pessoa reclamando muito sobre cada detalhe da vida, troque as frases: “Mas como você reclama! Pare de reclamar!", pela pergunta: “Você tem reclamado tanto. (reticências...) Está tudo bem? Você precisa de alguma coisa?". Continue com: “Se você não gosta disso na sua vida, mude. Estou aqui, se precisar."

Procure construir esse diálogo, sendo essa pessoa uma amiga ou não. Não precisa ser amigo do peito para somar.
 
A verdade é que se a pessoa reclama de cada detalhe da vida, como perder o metrô ou não conseguir entrar numa calça, pode ser que tenha algum problema maior escondido que ela não consiga ou tenha receio de verbalizar. Pode ser pequeno aos seus olhos, mas gigantesco aos olhos do outro.
 
Se você realmente não se sente capaz de superar a reclamação do outro ou se você sente que essa pessoa está reclamando excessivamente e o tempo todo, talvez, a melhor coisa a fazer é se afastar. 

Diga a essa pessoa que você está tendo dificuldade com as reclamações constantes e que prefere se distanciar. Suma, mas faça de uma forma correta. Pode ser que a pessoa nem tenha reparado que reclama tanto e que suas palavras podem fazê-la repensar e modificar o pensamento.
 
Claro que existem pessoas que reclamam demais e agem de menos. Pessoas que pensam que são árvores e ficam presas no mesmo lugar ao invés de modificar aquilo que as incomoda. 
 
De qualquer forma, seja a soma na subtração e a empatia na reclamação constante de uma pessoa. Empatia não é apenas se colocar no lugar do outro, mas também saber dar o espaço para que o outro fale o quanto precisa. 

Quem sabe, conversando e se abrindo, essa pessoa encontre a solução que precisa. Se não for para somar, aí sim, talvez seja melhor sumir.



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.