Como é comum sentir medo de falar em público! Esse medo nem sempre está relacionado ao ato de falar para grandes multidões, e sim para situações rotineiras do dia a dia, tais como fazer uma leitura na igreja, fazer um discurso, um brinde na família, um sorteio, dentre outras. 

Os sintomas do medo de falar em público geralmente são: gagueira, mãos e voz trêmulas, palidez, boca seca, suor frio, rubor facial e até mesmo náuseas. Muitos pensamentos negativos costumam aparecer, como por exemplo, o receio de alguém estar percebendo o nervosismo, ou se a pessoa dará conta de falar tudo que planejou. 

Esses pensamentos negativos e os sintomas físicos fazem com que a pessoa evite situações de falar em público, o que proporciona certo alívio imediato, mas que prejudica suas tarefas e necessidades.

Falar em público é um momento em que você fica exposto e as pessoas passam a te avaliar. Temos medo do julgamento do outro! 

Por medo de falar em público, vejo que muitas pessoas perdem grandes oportunidades no mercado de trabalho. Nos ambientes organizacionais falamos em público a todo momento! 

Colocamos nossa opinião nas reuniões, apresentamos projetos e propostas aos nossos líderes, esclarecemos os procedimentos a serem adotados por nossa equipe de trabalho, damos feedback, representamos nossa empresa em eventos, etc. 

As pesquisas mostram que quanto mais subimos na hierarquia de uma empresa, mais precisamos desenvolver nossas habilidades comunicativas. A boa notícia é que essa habilidade pode ser desenvolvida! Sabe como? Através do treino!

Se você já identificou que precisa melhorar sua comunicação, então comece agora mesmo! A seguir, apresento 5 dicas para você colocar em prática:

Programe sua mente

Crie imagens mentais positivas de sua apresentação. Se você conduzirá uma reunião, por exemplo, imagine você entrando na sala, cumprimentando as pessoas, introduzindo a reunião, desenvolvendo o assunto, concluindo a reunião e se despedindo das pessoas. Dessa forma, você estimulará regiões do cérebro que são também estimuladas quando a situação é real. Sendo assim, você poderá controlar melhor suas emoções.

Planejamento

Prepare com antecedência o conteúdo de sua fala. Isso contribui para você se sentir seguro e com domínio do assunto. Essa sensação de segurança é decisiva para você conduzir bem sua explicação.

Olho no olho

Procure olhar para as pessoas enquanto fala. A comunicação é uma troca de informação. Você poderá perceber a expressão facial do seu interlocutor e, assim, identificar se houve a compreensão e, se for necessário, detalhar a informação.

Comunicação clara

Procure falar de forma natural, utilizando o vocabulário do seu dia a dia. Quanto mais você revestir sua comunicação de palavras de difícil compreensão, mais complicado será o entendimento do ouvinte. Ao falar, procure adequar a linguagem próxima ao seu público. Evite utilizar termos muito técnicos, pois para que sua apresentação seja bem assimilada é preciso que o público entenda o assunto com clareza.

Metas

Por último, procure desenvolver metas para alcançar seu objetivo de melhorar sua performance comunicativa. 

A comunicação pode ser desenvolvida através de treino. Aproveite todas as oportunidades de falar em público. Acredite que você é capaz! Você é o responsável pelos caminhos que trilha em sua vida!


 
Transforme sonhos em realidade
Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.