“Veja como são as coisas, ela me sugeriu fazer o processo de coaching porque achava que seria interessante para mim. Como já te conhecia fui atrás de você, e o resultado foi muito bom pra mim. Ela mesma ficou surpreendida com o resultado”, contou um coachee sobre uma conversa com sua psicóloga.

Recebi esta e mais algumas mensagens e, claro, fiquei feliz com o reconhecimento do meu trabalho, mas longe de mim estar aqui para soltar fogos ou me promover (não que eu veja algum problema nisso, mas prefiro os meios adequados para tal). O ponto é, esta mensagem me causou uma reflexão e gostaria de compartilhá-la com você.

O que fiz para receber esta mensagem?

O que meu cliente fez para alcançar seus resultados?

O que a psicóloga dele fez para que tudo isso fosse possível?

As respostas podem ser inúmeras não é?! Mas, analisando bem, podemos identificar que todos fizeram algo em comum para que o cliente atingisse seus resultados. Todos, assumiram responsabilidades.

O coachee, assumiu a responsabilidade pelas mudanças e sucesso que desejava alcançar; a psicóloga, a de fazer um bom trabalho com seu paciente, de proporcionar clareza, entendimento e mudança em sua vida; eu, me atenho em dizer que assumi a responsabilidade de entregar um processo transformador, com comprometimento pela realização do objetivos dele.

Minha conclusão é, quando todos os envolvidos assumem suas responsabilidades e se comprometem com os resultados desejados, sucesso e crescimento, são praticamente inevitáveis.

Por isso esteja atento ao seu comportamento em relação aos seus objetivos, profissionais ou não. Esteja atento, ao comportamento dos envolvidos na questão - sejam eles, superiores, equipe, amigos e até familiares. Nós, como indivíduos, somos um todo e fazemos parte de um todo. Somos responsáveis por nossos resultados e pela qualidade de nosso trabalho, ambiente, relacionamentos e vida. Como bem disse Mahatma Gandhi, sejamos a mudança que queremos ver no mundo.

Por fim, ressalto o ensinamento de James C. Hunter, em seu livro O Monge e o Executivo: comportamento, é uma escolha. Escolha ser mais!



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.

  0   0

Felipe Freitas

Master Coach

Master Coach, certificado internacionalmente pela SLAC Coaching.