Leia isso se você busca uma mudança de vida

Achei que esta história seria bem ilustrativa para um dos meus primeiros artigos neste site, onde desejo refletir sobre nossa caminhada de vida, nossas escolhas e os discernimentos que adotamos que nos levam ao nosso destino.

Ninguém consegue viver sem cometer erros, sem enganos, sem tropeços. Todos nós, em algum momento, mesmos os mais heróicos ou os mais bem sucedidos, vacilamos no percurso. Na verdade, os que mais erram são os que mais acertam, pois aprendem a duras penas a evitar o erro, porque ele dói, ele incomoda. E ninguém gosta disso.

É claro que algumas pessoas podem pensar "mas eu só tenho acumulado erros em toda a minha vida. Eu não sou uma pessoa de sorte. Tudo que pode acontecer de ruim já aconteceu comigo ou ainda vai acontecer". Bem, meu amigo, esta é a sua escolha: acreditar que você está fadado ao fracasso e que isso não pode mudar.

A mudança em minha vida

Confesso que por muito tempo eu pensei assim.

Passei quase 50 anos da minha vida achando que meu destino era ser medíocre. Por mais que eu tentasse, eu não conseguia sair no círculo em que eu me encontrava. E o pior, eu via outras pessoas até mais jovens que eu, começando depois de mim, muitas vezes sem a experiência e conhecimento que eu tinha, me ultrapassarem e alcançarem seus objetivos e o sucesso. Isso realmente era terrível para mim e me machucava por dentro, com toda sinceridade.

Mas chegou o dia em que a dor de permanecer no estado no qual eu me colocava foi maior que a dor de arriscar e tentar com todas as minhas forças reverter a situação.

Sinceramente, nesta hora eu não dei ouvido a mim mesmo e arrisquei. Dei o primeiro passo e, em seguida, outro e mais outro. E a coisa foi acontecendo. Aos poucos, eu fui percebendo que os passos estavam se tornando quase que naturais, e que a sensação do movimento era deliciosa, indescritível.

Essa energia que nasceu em mim me deu coragem de continuar. Vieram algumas dificuldades, mas eu já havia dado o primeiro passo e já havia desafiado o impossível: vencer a mim mesmo. Então, eu continuei. O percurso tem sido longo. Ele ainda não terminou. Na verdade, nunca terminará, pois isso é a vida.

A vida é uma constante mudança

Estar aqui, agora, escrevendo este artigo e publicando neste site é resultado dessa linda caminhada que tenho escolhido percorrer. Confesso que não é simples para mim; na verdade, é um grande desafio, mas estou determinado a continuar em frente. Passei a gostar dos desafios que surgem.

No final de 2015, estabeleci algumas resoluções e uma delas foi tornar-me Coach para poder desenvolver um projeto profissional. Tão logo iniciou o ano, inscrevi-me no curso da SLAC e já completei o primeiro módulo. Agora, estou ansioso por concluí-lo e por receber o certificado que me qualifica como Personal e Professional Coach.

Fazer uma escolha e apressar-me por obter o resultado era impensável tempos atrás, quando eu estava "lambendo minhas feridas", pensando que eu era um cara destinado ao fracasso. Não sei como anda seu estado de espírito; se você já conseguiu sair da zona de conforto. Espero que sim. Se não, não perca tempo. Vencer os medos e os obstáculos é bem melhor do que ficar acomodado e frustrado.

Finalizo esta reflexão, citando e adotando o lema do personagem Buzz Lightyear, do filme Toy Story: "Ao infinito e além!".



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.

  0   0

Aldo Marques de Oliveira Junior

Life Coach

Web Designer e Consultor de Marketing Digital, especializado em sistemas de CMS. Personal e Professional Coach pela Sociedade Latino Americana de Coaching. Idealizador do projeto Vencer Agora.