Como diminuir a banalização do coaching?
Você deve ter percebido na leitura de livros, blogs, assistindo vídeos na internet e até mesmo presenciado no seu dia a dia o que mais aparece do que não é coaching. Como diminuir essa onda ruim para a imagem do verdadeiro coaching? Neste artigo vamos trazer algumas elucidações a respeito.

Primeiro de tudo, é importante estarmos na mesma página do que é cada coisa. O coach é o profissional que apoia o indivíduo na realização de suas metas. O coachee é o cliente, aquele que faz a “mágica” acontecer. E o coaching é um processo de desenvolvimento humano de alta performance, visando sempre apoiar o indivíduo no alcance de metas e resultados. 

Pois bem, agora que vimos uma definição do coaching, coach e coachee, vamos nos aprofundar neste processo de desenvolvimento e maximização de performance humana.

Existem várias formas no mercado que trata de desenvolvimento, pode ser por intermédio de consultoria, cursos, workshop, terapia, orientação profissional, mentoring, aconselhamento, palestras, treinamentos, entre outras, que são diferentes da metodologia coaching. Não quero dizer que as outras formas de aprendizagem, motivação e desenvolvimento não sejam válidas, mas cada uma tem a sua particularidade. 

É importante ressaltar que somente o coaching apoia o cliente sem dar uma resposta. O processo de coaching é trabalhado no presente com o foco no futuro, fazendo perguntas certas, customizadas e específicas para o cliente. 

O coach não aconselha, não cura, não olha o passado em busca do negativo, não induz, não dá resposta, não treina, não orienta e não dá dica. E tenha plena certeza de que é possível aplicar esse tipo de processo de desenvolvimento humano na pessoa que busca gerar um resultado, seja na esfera pessoal quanto profissional.

Pronto! Agora que estamos na mesma página é necessário criar soluções para diminuir o que não é coaching e tirar uma suposta imagem ruim que possa aparecer. Conhecedores deste processo podem criar vários artigos como este em seus sites, blogs, bem como vídeos para os seus seguidores. Nas palestras que forem ministrar é outra alternativa. Criar e-books gratuitos em seus sites, além de mostrar conteúdos exclusivos de cada coach, ajuda a proliferar o real significado deste processo.

Outras ações para diminuir a banalização deste processo de apoio podem ser criadas e quem terá os benefícios disso é você, seus clientes e futuros coachees. 

E como sempre digo: coaching é o processo de desenvolvimento e maximização de performance humana, o coach é o profissional que trará o suporte e o coachee é quem fará o resultado aparecer.



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.